Tag Archives: resultados eleitorais

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Resultados eleitorais das Legislativas 2015

Embora ainda provisórios, os resultados das eleições legislativas de 4 de Outubro, permitem uma leitura no que diz respeito ao nosso Concelho.

Eleições Legislativas 2015 - Sabugal - Capeia Arraiana

Eleições Legislativas 2015 – Sabugal

Fernando Lopes - A Quinta Quina - © Capeia Arraiana

Sobre as cinzas das eleições…

As eleições para o parlamento europeu terminaram… e já começaram as legislativas de 2015! Era inevitável que assim fosse.

O PSD/CDS respirou de alívio face ao ter perdido por pouco

O PSD/CDS respirou de alívio face ao ter perdido por pouco

Os resultados eleitorais

Da análise que fiz aos resultados eleitorais de domingo passado no Concelho do Sabugal retiro os seguintes aspectos mais relevantes.

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»1. É completamente incompreensível que, para uma população estimada em Dezembro de 2009 de 13.002 pessoas, se registe um número de eleitores de 15.773. Torna-se urgente encontrar uma solução para isto, no sentido de se acabar com percentagens de abstenção tão elevadas (54,33%).
Saliente-se, no entanto, que 18 das freguesias registaram uma abstenção inferior à média do Concelho, com destaque para Aldeia do Bispo, Cerdeira, Penalobo e Pousafoles do Bispo, com afluências ás urnas de perto de 60%.
Com registo negativo salientam-se as freguesias de Valongo (29,31% de votantes), Vale de Espinho (30,74%), Quadrazais (30,92%) e Alfaiates (32,71%).

2. O único Partido que registou uma subida face às legislativas de 2009 é o PSD com 3.472 eleitores, mais 21,5% que em 2009, mas ligeiramente inferior (-8,3%) face aos resultados nas Autárquicas de 2009.
Os melhores resultados deste Partido registaram-se em Aldeia do Bispo, Aldeia Velha, Baraçal, Lomba, Ruvina, Soito, Vale das Éguas e Vale de Espinho com valores superiores a 60%.
O PSD alcança valores inferiores a 40% dos votos expressos nas freguesias de Aldeia da Ponte, Aldeia de Sto António, Bendada, Casteleiro, Fóios, Moita e Santo Estêvão.

3. O segundo Partido mais votado é o PS com 2.004 (27,82%) votantes, o que representa uma queda de 31,5% face às Legislativas de 2009 e de 42,7% face às últimas Autárquicas.
O PS teve resultados superiores a 40% nas freguesias da Bendada (48,53%), Bismula (40,59%), Casteleiro (48,21%), e Fóios (46,07%).
Os piores resultados (inferiores a 15% dos votos expressos) verificam-se no Baraçal (13,28%), Nave (14,29%), Pousafoles do Bispo (9,5%), Ruivós (13,64%), e Vale das Éguas (11,11).

4. No que diz respeito ao CDS, o mesmo obtém 760 votos (10,55%), valor muito superior ao registado nas Autárquicas de 2009 (213 votos), mas claramente inferior aos 1008 votos que havia obtido nas Legislativas anteriores.
O CDS tem os seus melhores resultados (acima dos 15%), em Aldeia de Sto António, Cerdeira, Nave, Penalobo, Pousafoles do Bispo, Quintas de São Bartolomeu, Rebolosa e Ruivós, salientando-se Pousafoles com 23% e Ruivós com 25%.
Os piores resultados verificam-se em Valongo com apenas 2,94% e na Ruvina com 4,23%.

5. O PCP/PEV atinge os 2,75%, com 198 votantes, menos 21% que em 2009, mas muito superior aos 97 votantes obtidos nas Autárquicas de 2009.
De salientar os bons resultados obtidos na Moita (9,21%), Valongo (8,82%), Águas Belas (8,06%), e Alfaiates (7,01%).
O PCP/PEV obtém valores inferiores a 1% em Aldeia do Bispo, Aldeia da Ribeira, Bismula, Forcalhos, Quintas de São Bartolomeu, Vale das Éguas e Vilar Maior.

6. O Bloco de Esquerda (BE) que havia sido o quarto Partido mais votado no Concelho com 504 votos, segue a tendência nacional, perdendo quase 66% de votantes. Os seus melhores resultados, superiores a 4%, verificam-se em: Fóios (5,24%), Malcata (4,19%), Pousafoles (5,5%), Ruivós (4,55%), Santo Estêvão (4,14%) e Vale das Éguas (4,44%).
Com valores inferiores a 1% vêm a Bismula, Lomba, Penalobo, Quadrazais, Quintas de São Bartolomeu, Rapoula, Rebolosa, Vila Boa e Vila do Touro.

7. Uma última referência ao MPT que com 43 votos (0,6%) e um decréscimo de 28,3% face ás Legislativas de 2009, mostra que nada ganhou com o seu fugaz aparecimento nas Autárquicas onde, se relembra, obteve 1.781 votos!

Ps: Durante a campanha eleitoral abstive-me de qualquer referência à mesma, ou de comentar crónicas aqui publicadas sobre o assunto.
O Povo, como já disse várias vezes, tem sido sábio e soberano nas escolhas que faz. As eleições são o acto mais singular de uma Democracia como a nossa e os resultados obtidos devem merecer de todos o respeito e o acatamento.
Os Portugueses decidiram dar a maioria absoluta ao PSD e ao CDS e é a estes Partidos que compete governar o País nos próximos quatro anos.
O PS perdeu, e compete-lhe ser oposição.

«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

(Presidente da Assembleia Municipal do Sabugal)
rmlmatos@gmail.com