Tag Archives: proença-a-nova

Castelo Penamacor - © Capeia Arraiana

Cavaco Silva visita Penamacor

O Presidente da República, Cavaco Silva, é recebido esta quinta-feira, 4 de Fevereiro, na Câmara Municipal de Penamacor. A passagem pelo distrito de Castelo Branco é inserida no Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras e inclui ainda diversas visitas no próximo sábado.

Cavaco Silva em Penamacor

Cavaco Silva em Penamacor (foto inserida após a visita)

Bons exemplos – Sertã (5)

Mais um bom exemplo que nos chega do Concelho da Sertã, um dos primeiros Municípios a elaborar um Relatório de Sustentabilidade Municipal.

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»O Relatório de Sustentabilidade da Câmara Municipal da Sertã, datado de Maio de 2009, constitui a avaliação do seu desempenho, resultante de uma Auditoria externa, salientando aspectos que se apresentem deficientes, para que possam ser corrigidos e melhorados.
A sua elaboração voluntária decorre essencialmente da consciencialização da importância dos princípios de equilíbrio financeiro, de responsabilidade social e de qualidade ambiental, bem como da importância de transmitir de uma forma transparente, simples e apelativa, os resultados atingidos.
Documento de grande importância, o mesmo procede a uma avaliação aprofundada de toda a actividade municipal, com especial incidência nos desempenhos económico, ambiental e social.
Dada a dimensão do Relatório, ressalto apenas os seguintes aspectos principais:
1. O Município possui uma estratégia para o desenvolvimento do Concelho, centrada em torno de dois clusters regionais interrelacionados, floresta e micro e pequenas empresas de base tecnológica;
2. O Município assume publicamente um conjunto de compromissos, agrupados segundo pilares de sustentabilidade:
– Governação – Incentivar o diálogo entre as partes interessadas e continuar a política de transparência no processo de decisão; Continuar a melhoria dos padrões de qualidade do serviço prestado; Realizar os projectos estruturantes de desenvolvimento do Município, nomeadamente os ligados à floresta e às microempresas tecnológicas; Elaborar anualmente o Relatório de Sustentabilidade;
– Económico-financeiro – Dinamizar os esforços de facilitação e desenvolvimento da economia local, nomeadamente no que respeita às acções dirigidas às empresas; Diminuir o prazo médio de pagamentos aos fornecedores; Publicitar o esforço a desenvolver pela Autarquia para inverter o actual panorama do seu relatório de contas, de modo a atingir o equilíbrio financeiro;
– Ambiental – Realizar acções de sensibilização ambiental no âmbito da reciclagem, consumo de água e consumo de energia junto dos colaboradores; Identificar, contabilizar e controlar as fontes de emissões de Gases de Efeito de Estufa; Aprofundar a relação com a «MÉDIO TEJO 21», nomeadamente no desenvolvimento de soluções alternativas através do uso de energias alternativas: Abordar o tema «Eficiência Energética» bem como o uso das energias renováveis como uma mais-valia económica;
– Social – Manter o diálogo com todos os colaboradores da Câmara Municipal para melhorar continuamente o serviço prestado; Prosseguir os planos de formação para todos os colaboradores; Continuar o empenho nas questões relacionadas com o apoio social à população carenciada; Melhorar as condições de diversidade e igualdade de oportunidades.
Como venho dizendo, a dimensão destas crónicas não permite apresentar com maior detalhe todo o conteúdo deste Relatório, o qual poderá ser consultado na Internet na página oficial da Câmara Municipal da Sertã.
Saliento ainda que, pelo menos, mais dois Municípios elaboraram o seu Relatório de Sustentabilidade – Proença-a-Nova em 2008 e Marinha Grande em Setembro de 2009.

Página na Internet da Câmara Municipal da Sertão. Aqui.

p.s. Sai esta crónica no dia 24 de Abril, dia de Consoada. Aos sabugalenses espalhados pelos quatro cantos do mundo e às suas famílias desejo um Natal e um Ano Novo felizes.
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com

Bons exemplos – Proença-a-Nova (1)

Inicio hoje um conjunto de pequenas crónicas onde pretendo trazer aos leitores deste Blogue iniciativas levadas a cabo em alguns Concelhos de Portugal e que constituem bons exemplos de intervenção.

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»Começo por Proença-a-Nova, localizada no distrito de Castelo Branco, com uma área de 395km² e 8849 habitantes em 2008.
Em 2005 teve início o Programa «PROGRIDE – Uma Comunidade, uma Família», tendo como entidade promotora a Câmara Municipal, entidade executora, a Santa Casa da Misericórdia de Sobreira Formosa e um conjunto alargado de 15 entidades parceiras: Município, Juntas de Freguesia, Centro Distrital da Segurança Social, Pinhal Maior – Associação de Desenvolvimento do Pinhal Interior Sul, Centro Social Cultural Recreativo de Montes da Senhora, Centro de Dia de Peral, Santas Casas da Misericórdia de Proença-a-Nova e de Sobreira Formosa, CPCJ de Proença-a-Nova e REAPN (Rede Europeia Anti-Pobreza Nacional).
No âmbito deste Programa foram desenvolvidas diversas acções, das quais saliento:
– Criação e dinamização de uma Ludoteca – A Bibliomóvel percorre as localidades mais isoladas do Concelho permitindo à população requisitar livros, DVD’s, jornais, revistas e consultar a Internet, tendo como objectivo que as pessoas mais afastadas e com difícil mobilidade tenham acesso à cultura e ao entretenimento;
– Unidade Móvel de Saúde – Tem como objectivo principal tornar a saúde mais «acessível» a uma população marcadamente idosa e geograficamente isolada. Constituída por uma carrinha medicamente equipada, a Unidade percorre as localidades do concelho realizando rastreios de glicemia, colesterol, triglicerídeos, tensão arterial e peso. Para além disso pretende ser um centro de aconselhamento e esclarecimento de dúvidas;
– Recuperação de Habitações Degradadas – Destina-se a dar condições de habitabilidade a famílias vivendo em situações degradantes e sem posses económicas para proceder às obras necessárias;
Banco de voluntariado – Tem como objectivo principal ser um espaço de aproximação entre os interessados no trabalho voluntário e as organizações promotoras do mesmo;
– Linha de Apoio Social – É uma linha gratuita que se encontra disponível 24 horas por dia e que tem como objectivo proporcionar a grupos desfavorecidos e geograficamente isolados um maior apoio;
– Banco Solidário – Recolhe bens doados pela população para posteriormente os entregar a pessoas carenciadas. Bens como electrodomésticos, alimentos, brinquedos, vestuário, etc.;
– Apoio a Associações – Faz o levantamento das necessidades em termos de equipamentos do Movimento Solidário e Associativo do Concelho, e cria condições para ultrapassar essas necessidades sem encargos para as Associações;
– Animação sócio-cultural – Tem como objectivo incentivar a vida colectiva, possibilitar o acesso ao lazer, à cultura, ao desporto e ao entretenimento, da população idosa.
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com