Tag Archives: gíria quadrazenha

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre códrazenhos (14)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço, dedicado à sua terra natal, textos em Gíria Quadrazenha. Depois da publicação de diálogos entre conterrâneos, expõe agora algumas histórias em gíria de Quadrazais.

Quadrazais

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (13)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço, dedicado à sua terra natal, textos em Gíria Quadrazenha. Depois da publicação de diálogos entre conterrâneos, expõe agora em gíria algumas histórias de Quadrazais.

Quadrazenhos

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (12)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Casa velha – Quadrazais

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (11)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazenha (foto quadrazais.net)

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (10)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazenhos

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (9)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazenhas

Quadrazenhas

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (8)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Edifício da antiga cadeia do Sabugal, onde estiveram presos muitos contrabandistas quadrazenhos

Edifício da antiga cadeia do Sabugal, onde estiveram presos muitos contrabandistas quadrazenhos

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (7)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazenhas à conversa

Quadrazenhas à conversa

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (6)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazais

Quadrazais

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre códrazenhos (5)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazais (foto de Carlos Nascimento)

Quadrazais (foto de Carlos Nascimento)

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (4)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Casa velha em Quadrazais

Casa velha em Quadrazais

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Galramentos entre Códrazenhos (3)

Galramentos entre códrazenhos – Franklim Costa Braga publica neste espaço dedicado à sua terra natal várias conversas de quadrazenhos em Gíria, com a tradução para Português corrente.

Quadrazenhos de outro tempo (foto disponibilizada por Bina Silva)

Quadrazenhos de outro tempo (foto disponibilizada por Bina Silva)

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a Gíria Quadrazenha (7)

Conclusão Final. Datar a existência de um termo da Gíria é tão difícil quanto datar o início da Gíria.

Quadrazenhas com trajes tradicionais

Quadrazenhas com trajes tradicionais

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a gíria quadrazenha (6)

Vou apresentar outro quadro síntese em que figuram as palavras da Gíria Quadrazenha (G. Q.) e as correspondentes apresentadas por terceiros com o mesmo significado.

A gíria era falada pelos quadrazenhos

A gíria era falada pelos quadrazenhos

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a Gíria Quadrazenha? (5)

Vou apresentar um quadro síntese em que figuram as palavras da Gíria Quadrazenha (G. Q.) e as correspondentes apresentadas por terceiros com o mesmo significado.

Capela de São Gens em Quadrazais

Capela de São Gens em Quadrazais

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a Gíria Quadrazenha? (4)

Em 1982, no nº 7 do Jornal da Polícia Judiciária, com o título Recolhas de Calão do Crime (furto, roubo e burla), Mário Alves Proença apresenta os seguintes termos recolhidos nas cadeias também usados na Gíria Quadrazenha (G. Q.) ou na linguagem comum de Quadrazais.

Quadrazenhos (foto de Aires Antunes Dinis)

Quadrazenhos (foto de Aires Antunes Dinis)

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a Gíria Quadrazenha? (3)

O estudo das gírias ou do calão não se confinou ao século XIX ou à primeira metade do séc. XX. Em 1965, Manuel Joaquim Delgado, numa separata da Revista de Portugal, escreveu um artigo, O Calão Fino e a Gíria Plebeia.

Mercado em Quadrazais (foto de Carlos Nascimento)

Mercado em Quadrazais (foto de Carlos Nascimento)

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a Gíria Quadrazenha? (2)

Em 1901, Alberto Bessa publica o Dicionário da Gíria Portuguesa, sem falar em Quadrazais. Apresenta muitos termos usados na Gíria de Quadrazais que ele considera linguagem de gatunos. Talvez seguisse a campanha contra Quadrazais na imprensa no primeiro quartel do séc. XX, de que nos dá conta Nuno de Montemor.

Quadrazenhos em trajes festivos

Quadrazenhos em trajes festivos

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Quando surgiu a Gíria Quadrazenha? (1)

Infelizmente, não há documentos que respondam a esta pergunta. No século XVI, Jorge Ferreira de Vasconcelos, na comédia Eufrosina, utiliza algumas palavras de tom popular, como «becas», «té» (até), «alé!» (Ala!), «merencórias», «amenhã», «fouto» (afoito), «calidade», «calificado», mas não encontrei nele qualquer palavra igual ou semelhante às da Gíria Quadrazenha.

Mulheres quadrazenhas

Mulheres quadrazenhas

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Situação actual da Gíria Quadrazenha

A Gíria servia os contrabandistas e os comerciantes ambulantes por todo esse Portugal. O con-trabando oficialmente terminou com a adesão de Portugal e Espanha à CEE, deixando de ser crime trazer de Espanha ou levar para lá o que se entendesse. Mas, já nos anos sessenta tinha levado um rude golpe com a emigração em massa para França, a ponto de não haver homens a recrutar para o transporte do contrabando, conforme me contou um intermediário, o Mário Valente.

A Gíria deixou de ter a sua razão de utilização no dia a dia

A Gíria deixou de ter a sua razão de utilização no dia a dia

Franklim Costa Braga - © Capeia Arraiana

Ainda o glossário da Gíria de Quadrazais

Referiu-se no artigo anterior sobre a Gíria Quadrazenha que é difícil dizer se determinado termo era da Gíria que o transmitiu a outras povoações ou se era de uso comum em diversas terras.

Quadrazenhos em 1950 (foto de Henrique Nabais)

Quadrazenhos em 1950 (foto de Henrique Nabais)

Memórias sobre o Concelho do Sabugal (38)

:: :: QUADRAZAIS (2) – A gíria :: :: O livro «Terras de Riba-Côa – Memórias sobre o Concelho do Sabugal», escrito há mais se um século por Joaquim Manuel Correia, é a grande monografia do concelho. A obra fala-nos da história, do património, dos usos e dos costumes das nossas terras, pelo que decidimos reproduzir a caracterização de cada uma das aldeias nos finais do século XIX, altura em que o autor escreveu as «Memórias».

Quadrazenhos - foto de Henrique Nabais

Quadrazenhos – foto de Henrique Nabais