Tag Archives: Confraria Bucho Raiano

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Capítulo de 2018 da Confraria do Bucho Raiano

O IX Capítulo da Confraria do Bucho Raiano, ocorrido no dia 10 de Fevereiro, juntou à mesa 210 pessoas, no restaurante Casa da Esquila, no Casteleiro. Antecedendo o almoço, realizou-se a sessão solene no Auditório Municipal, no Sabugal, onde foram entronizados os novos confrades e foi prestada homenagem ao confrade recentemente falecido Manuel Leal Freire. Este ano vieram ao Sabugal 20 confrarias gastronómicas e enófilas.
Veja a galeria de fotos captadas pelo confrade Daniel Salgueira

O bucho veio à mesa em cama de grelos e acompanhado por enchidos

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Homenagem ao Confrade Honorário João Luís Inês Vaz

A Confraria do Bucho Raiano reunida no seu VII Capítulo, na vila do Soito, concelho do Sabugal, concedeu a destinção de Confrade Honorário a título póstumo com o grau de Cavaleiro ao confrade João Luís Inês Vaz. O vídeo que apresentamos é uma breve recordação do ilustre confrade.

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano

A freguesia do Soito, no concelho do Sabugal, recebe no sábado de Carnaval, 6 de Fevereiro de 2016, os convidados, confrades e Confrarias para o VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano. O programa inclui uma missa, às 09:30 horas da manhã, na Igreja Matriz do Soito em memória do confrade João Luís Inês Vaz que faleceu em 2015. A recepção de boas-vindas da Junta de Freguesia do Soito a todas as Confrarias está marcada para as 10:15 horas no Centro de Negócios Transfronteiriço. O almoço de Bucho terá lugar no Restaurante «O Martins» que já recebeu, em Março de 2011, com todo o rigor, etiqueta e a excelência culinária tradicional raiana os participantes no II Capítulo da Confraria. Para acompanhar será servido o vinho oficial da Confraria, o «2.5» Tinto e Branco da Adega Vinhos de Belmonte.

VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano

VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Soito recebe VII Capítulo da Confraria do Bucho

A freguesia do Soito, no concelho do Sabugal, recebe no sábado de Carnaval, 6 de Fevereiro de 2016, os convidados, confrades e Confrarias para o VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano. O programa inclui uma missa, às 09:30 horas da manhã, na Igreja Matriz do Soito em memória do confrade João Luís Inês Vaz que faleceu em 2015. A recepção de boas-vindas da Junta de Freguesia do Soito a todas as Confrarias está marcada para as 10:15 horas no Centro de Negócios Transfronteiriço. O almoço de Bucho terá lugar no Restaurante «O Martins» que já recebeu, em Março de 2011, com todo o rigor, etiqueta e a excelência culinária tradicional raiana os participantes no II Capítulo da Confraria. Para acompanhar será servido o vinho oficial da Confraria, o «2.5» Tinto e Branco da Adega Vinhos de Belmonte.

VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano - Soito - Sabugal - Capeia Arraiana

VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano na vila do Soito

Maio 2015 - Efemérides - Capeia Arraiana

Efemérides 2015 – 6 de Maio

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 6 DE MAIO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… No dia 6 de Maio, destacamos a fundação da Confraria do Bucho Raiano, em 2009.

José Morgado Carvalho assinando a escritura da Confraria do Bucho Raiano

José Morgado Carvalho assinando a escritura da Confraria do Bucho Raiano

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Parceria entre o «Sol» e a Confraria do Bucho Raiano

O semanário «Sol» e a Confraria do Bucho Raiano têm uma parceria na edição que chegou esta sexta-feira às bancas. Além do destaque ao VI Capítulo da Confraria vai ser possível aos leitores do jornal terem descontos durante o fim-de-semana nos Restaurantes Robalo e Casa da Esquila.

Semanário Sol - 20150213 - Capeia Arraiana

Semanário Sol – 20150213 – Capeia Arraiana

Almoço anual em Lisboa da Confraria do Bucho

O almoço anual em Lisboa da Confraria do Bucho Raiano está marcado para o dia 13 de Novembro, sábado, às 12 horas, no Restaurante Churrasqueira do Campo Grande.

Os confrades da Confraria do Bucho Raiano (Sabugal) reúnem-se no dia 13 de Novembro para o quarto almoço anual em Lisboa. Depois da Casa do Concelho do Sabugal (2007 e 2008) e da Cooperativa Militar aos Restauradores (2009) o convívio para promoção dos enchidos raianos junto de empresários de restauração lisboetas está, este ano, marcado para o Restaurante Churrasqueira do Campo Grande.
Dar a conhecer o bucho e os enchidos raianos e contribuir para que se transforme numa oportunidade económica para o território sabugalense é o objectivo da Confraria do Bucho Raiano que organiza em Novembro o seu quinto encontro de 2010.
Recorde-se que as confreiras e confrades têm vindo a representar o bucho raiano e o concelho do Sabugal em diversas iniciativas e capítulos de outras confrarias gastronómicas por todo o país.
No Sabugal marcaram presença em Fevereiro no Restaurante Robalo, para o tradicional almoço de sábado de Carnaval que esteve, igualmente, integrado nos Roteiros Gastronómicos da Câmara Municipal.
Depois, em Março, teve lugar em Évora na Adega Típica Quarta-feira, do sabugalense José Dias mais um almoço da Confraria onde o bucho raiano foi rei.
Em Abril decorreu no Sabugal o I Capítulo de Entronização da Confraria do Bucho Raiano onde foram entronizados mais de 40 confreiras e confrades que aceitaram, sob juramento, defender e promover o bucho e os enchidos raianos.
Em Setembro os visitantes do 1.º Festival Gastronómico no Mercado da Ribeira, em Lisboa, saborearam e degustaram os produtos do restaurante e das bancas da Confraria.
Para finalizar 2010 a Confraria do Bucho Raiano marcará presença na Rebolosa, no dia 25 de Novembro, na Festa de Santa Catarina onde será entregue, como manda a tradição, «a licença para a matança do porco».
As inscrições para o almoço de Lisboa podem ser feitas até ao dia 7 de Novembro através do correio electrónico da Confraria (confrariabuchoraiano@gmail.com) ou pelo telemóvel 966 823 786.
jcl

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

I Capítulo da Confraria do Bucho Raiano (2)

O primeiro Capítulo da Confraria do Bucho Raiano está marcado para o dia 17 de Abril no Sabugal.

1.º Capítulo da Confraria do Bucho Raiano - Sabugal

Feira Republicana recriada em Oliveira do Hospital

Vai ser recriada uma «Feira Republicana» em Oliveira do Hospital integrada no programa da XIX Feira do Queijo Serra da Estrela e no âmbito das comemorações do Centenário da República promovidas pela Câmara Municipal local. A Feira encerra com XXI Capítulo da Confraria do Queijo Serra da Estrela em Vila Pouca da Beira.

Feira do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do HospitalO grupo teatral Vivarte vai recriação de uma feira republicana dos inícios do século XX. A encenação integra o programa da XIX Feira do Queijo Serra da Estrela e Outros Produtos de Qualidade.
Em declarações à agência Lusa, Glória de Jesus, porta-voz do grupo de teatro esclareceu que «o espectáculo inclui jogos populares, duelos de sabre, cantigas ao desafio, partida dos rebanhos para os pastos de transumância, recriação dos desacatos por via do fiscal dos isqueiros de pedreneira e danças tradicionais».
Será feita a leitura do jornal «O Século», com as novidades de Lisboa e a mobilização para a Flandres e a recriação das figuras do fotógrafo da capital e dos vendedores da «banha da cobra».
A XIX Feira do Queijo Serra da Estrela e outros Produtos de Qualidade conta com a visita do secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Rui Barreiro, uma mostra da tosquia das ovelhas Serra da Estrela e um desfile da Confraria do Queijo Serra da Estrela e de outras confrarias convidadas onde se inclui a Confraria do Bucho Raiano do Sabugal que marcará presença com alguns confrades trajados a rigor.
A feira encerra com a realização do XXI Capítulo da Confraria do Queijo Serra da Estrela, na Pousada do Desagravo, em Vila Pouca da Beira.
jcl

Revista do ano 2009 no Capeia Arraiana

O ano que agora finda foi fértil em acontecimentos dignos de realce no concelho do Sabugal e a que o Capeia Arraiana deu expressão. O facto de ser ano de eleições autárquicas contribuiu muito para isso, mas também se verificaram outros eventos de realce, como as caminhadas, que pegaram moda e aconteceram nas diversas terras. O Capeia Arraiana publicou mais de 1250 artigos, com notícias, entrevistas, colunas de opinião e outros artigos de interesse para o nosso concelho.

Candidatos à Câmara Municipal do SabugalEm Janeiro as eleições autárquicas já estavam lançadas com os principais candidatos à Câmara do Sabugal assumidos e a tentarem ganhar expressão perante o eleitorado. De resto 2009 foi o ano de todas as escolhas políticas, com eleições europeias em Junho, legislativas em Setembro e autárquicas em Outubro. E foi logo no início do ano que o Capeia Arraiana acolheu a primeira polémica do ano: a ausência da Câmara do Sabugal na Bolsa de Turismo de Lisboa. Joaquim Ricardo e António Dionísio assinaram artigos muito críticos dessa opção, o que gerou um vivo e interessante debate entre os leitores.
Uma inabitual vaga de frio e de neve afectou o concelho nas primeiras semanas do ano, com os termómetros a registarem temperaturas negativas em dias sucessivos.
Fevereiro foi o mês em que o Capeia Arraiana atingiu o meio milhão de visitantes e em que se realizou, no Sabugal o IV almoço da Confraria do Bucho Raiano, integrado na semana gastronómica concelhia. As comemorações carnavalescas geram controvérsia entre Aldeia do Bispo e o Sabugal devido à ocorrência dos cortejos na mesma data. Esse mês começou porém com a triste notícia da morte de José Diamantino dos Santos, provedor da Santa Casa da Misericórdia do Sabugal e fundador do Externato Secundário. O seu funeral, num dia chuvoso e frio, juntou largas centenas de pessoas, vindas dos quatro cantos do país, para lhe prestarem a última homenagem.
Em Março a notícia de uma possível capeia arraiana na ilha Terceira, nos Açores, inserida nas festas são-joaninas lançaram mais uma longa polémica, que perduraria durante semanas a fio e que motivaria inclusivamente um abaixo-assinado de gente arraiana, que parecia temer perder a sua tradição taurina.
Manuel António PinaA singela e muito digna homenagem que a Junta de Freguesia do Sabugal fez ao escritor e jornalista sabugalense Manuel António Pina, marcou o mês de Abril, e inspirou outras homenagens ao poeta que depois se sucederam. Descerrou-se uma placa na casa onde o escritor nasceu, falou-se da sua vida e obra e assistiu-se a uma representação teatral da sua autoria. A 26 de Abril o Papa Bento XVI proclamou a canonização do português São Nuno de Santa Maria que o povo conhece como Santo Condestável e o Capeia Arraiana deu a conhecer que o quadrazenho Jesué Pinharanda Gomes foi um dos quatro magníficos peritos da Comissão Histórica que investigou, estudou, decifrou e compilou as centenas de documentos que constituíram o processo.
Em Maio a entrevista do novo provedor da Santa Casa da Misericórdia do Sabugal, Romeu Bispo, afirmando que António Dionísio, candidato do PS, o ajudara a garantir que o Sabugal teria uma Unidade de Cuidados Continuados gerou nova polémica, com resposta pronta do presidente do Município, Manuel Rito, afirmando que se preferiu a «cunha partidária» em vez da via institucional. Dia 30 iniciaram-se as polémicas crónicas do saudosista sabugalense Ventura Reis, cujas criticas geradas o levariam mais tarde a desistir de escrever, remetendo-se ao silêncio.
Em Junho José Saramago recriou a rota do elefante Salomão e passou em Sortelha. Os motards fizeram o percurso «Portugal de lés-a-lés», passando por Alfaiates, cujo castelo ameaça ruína. O presidente da Junta de Freguesia da Bismula, José Vaz, afirma ter sido vítima de uma represália política por parte da Câmara e nasceu uma nova controvérsia, alimentada por artigos e comentários sucessivos.
Julho trouxe outra polémica: a ausência da Câmara da Feira Internacional de Artesanato, onde porém um peça de renda feita por uma artesã do Sabugal foi premiada. Textos de candidatos e comentários dos leitores apimentaram mais um dilema que durou largo tempo num ambiente já muito tocado pelas eleições que eram chegadas. Ainda em Julho o Capeia fez grandes entrevistas aos candidatos à Câmara Municipal.
Agosto foi, como sempre sucede, o mês das capeias arraianas, que se sucederam por toda a raia, desta vez estimuladas pela campanha política que estava ao rubro. No festival do forcão, em Aldeia da Ponte, o repórter tirou a fotografia do ano: António Morgado, ex-presidente do PSP, ao lado de António Dionísio, candidato do PS, dando sinais de um apoio que a campanha oficial confirmaria. Aqui nasceu uma nova polémica (o post com a edição da foto recebeu 53 comentários).
Os primeiros dias de Setembro são de drama, devido à grande calamidade que assolou o lado ocidental do concelho desde os últimos dias de Agosto: um incêndio devastador que arrasou floresta e pastagens, pondo em perigo muitas aldeias. Esta fatalidade abrasou a campanha politica dada a aproximação das eleições. O Presidente da República visitou de surpresa a área ardida, e a polémica ganhou novo fôlego, com criticas à actuações dos bombeiros, da Protecção Civil e do Município. Num momento de maior tensão a Câmara vê-se obrigada a suspender uma inauguração polémica quando caiu a informação de que a Comissão Nacional de Eleições proibira uma acção similar em Braga. No penúltimo fim-de-semana as principais candidaturas autárquicas fizeram as suas apresentações públicas e a partir daí a campanha autárquica ficou decididamente lançada.
Outubro foi o mês eleitoral, com António Robalo a garantir a manutenção da Câmara nas mãos do PSD, perdendo porém a maioria absoluta. Os últimos dias de campanha estiveram ao rubro, especialmente após termos informado que António Morgado mergulhara na campanha socialista. Mas Outubro foi o mês das surpresas e depois de se assistir à vitória social-democrata eis que o candidato socialista Ramiro Matos foi eleito presidente da Assembleia Municipal.
Pinto Monteiro e Adérito TavaresNovembro voltou a ser o mês do bucho e a Confraria garantiu a presença do Procurador Geral da República no almoço de Lisboa, que aconteceu no palácio da antiga Cooperativa Militar. A nova composição do Executivo Municipal, sem a habitual maioria do lado do presidente eleito criou dificuldades que pouco a pouco os membros do executivo aprenderam a ultrapassar.
Em Dezembro a expectativa de dificuldades na aprovação do orçamento camarário ficaram goradas e o mesmo passou com a abstenção da oposição, assim se garantindo a normalidade na gestão da Câmara no próximo ano. António Robalo acaba o ano a queixar-se do traçado da A23, que queria que passasse entre o Sabugal e a Guarda, posição que porém a Câmara do Sabugal nunca defendeu publicamente.
«Contraponto», opinião de Paulo Leitão Batista

leitaobatista@gmail.com