Tag Archives: campanha eleitoral

Autárquicas 2013 - Capeia Arraiana

CNE proíbe campanha por telefone e e-mail

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) proibiu hoje propaganda eleitoral por «infomail» e centros de contactos telefónicos, depois de ter recebido várias queixas de cidadãos a propósito de candidaturas autárquicas no Porto e Braga.

Altitude organiza debate público com candidatos

Na semana de 23 a 27 de Maio os cabeças de lista dos partidos com assento parlamentar candidatos ao círculo eleitoral da Guarda serão entrevistados em directo, a partir das 11 horas, na Rádio Altitude. Num formato inovador vários cidadãos foram convidados a gravar previamente as perguntas que gostariam de formular aos candidatos no debate público da antena da rádio. Do mesmo modo, aproveitando a dinâmica da Rádio Altitude nas redes sociais, os seguidores no Facebook poderão colocar questões para serem respondidas ao longo da semana pelos entrevistados.

Estúdio - Rui Isidro - Ana Manso e Fernando Cabral - Foto de Rádio Altitude

A Rádio Altitude agendou para a semana de 23 a 27 de Maio entrevistas em directo, a partir das 11 horas da manhã, a cada um dos candidatos dos partidos com assento parlamentar. Num formato inovador vários cidadãos estão a ser convidados a formular perguntas, previamente gravadas. Do mesmo modo, aproveitando a dinâmica da Rádio Altitude nas redes sociais, os seguidores no Facebook poderão colocar questões para serem respondidas, durante as entrevistas, pelos cabeças de lista.
A série de entrevistas terá início na segunda-feira, dia 23, com José Pedro Branquinho (CDU), seguindo-se Manuel Meirinho, do PSD (terça-feira, dia 24), Paulo Campos, do PS (quarta-feira, dia 25), Emília Bento, do CDS-PP (quinta-feira, dia 26), e António José Baptista, do Bloco de Esquerda (na sexta-feira, dia 27).
Para terça-feira, 31 de Maio, a partir das 21.30 horas, está planeado um debate público entre os cabeças de lista dos principais partidos, que terá lugar no Café Concerto do Teatro Municipal da Guarda. António José Baptista (BE), Emília Bento (CDS-PP), José Pedro Branquinho (CDU), Manuel Meirinho (PSD) e Paulo Campos (PS) debaterão entre si as ideias, os programas e as propostas de cada candidatura, respondendo também, no final, a questões colocadas pelo público.
O Café Concerto do TMG estará aberto, sendo a assistência limitada à lotação da sala (aproximadamente 200 pessoas). O debate será gravado, para transmissão na Rádio Altitude durante a «Manhã Informativa» de quinta-feira, dia 2 de Junho.
A cobertura das acções de campanha será feita por diferentes equipas de reportagem da Rádio e integrada nas edições informativas habituais: na Manhã Altitude (entre as 7h00 e as 11h00) e nas edições das 12h30 e das 18h00.
Entre 23 de Maio e 3 de Junho, de segunda-feira a sexta-feira, a edição informativa das 18 horas incluirá um espaço de análise e comentário da campanha, com diferentes painéis de participantes, formados não só por colaboradores da Rádio Altitude em programas da actual temporada – «O Mundo Aqui» (segunda-feira), e «Quarto Poder» e «Semana Cruzada» (sexta-feira) – que durante estas duas semanas não terão, por isso, as habituais edições.
Esta operação informativa culminará com a emissão especial a iniciar às 19 horas de domingo, 5 de Junho, para acompanhamento da noite eleitoral.
A Rádio Altitude mantém, assim, a aposta na entrevista, no debate, na reportagem, no cruzamento de ideias e na ampla participação dos públicos – tal como faz ao longo das várias temporadas de programação, numa estação primordialmente informativa.
Além de ser a mais antiga rádio local portuguesa (em emissão desde 1948), é a rádio do distrito mais ouvida na Guarda, na região (Viseu, Guarda e Castelo Branco) e no Interior Norte, de acordo com os dados do Bareme Rádio 2010 da Marktest, o estudo-padrão sobre as audiências de rádio em Portugal.

1 – O Capeia Arraiana aceitou o desafio e deixou a seguinte questão aos cabeças de lista: «Se concordam e defendem a redução de deputados de 230 para o mágico número de 181 aproveitando para dar um sinal de que estão dispostos a «colaborar» nos sacrifícios que estão a pedir aos portugueses?»
2 – A imagem do arquivo da Rádio Altitude que ilustra esta notícia pertence ao programa «Quarto Poder» moderado por Rui Isidro e que coloca frente-a-frente os ex-deputados Ana Manso (PSD) e Fernando Cabral (PS).

jcl (com Rádio Altitude)

Campanha eleitoral está na estrada

A campanha eleitoral no Sabugal está ao rubro. Num território com 40 freguesias e mais de 100 localidades é enorme o esforço exigido «à máquina de campanha», aos candidatos e aos seus apoiantes. Este domingo as caravanas automóveis de António Dionísio (PS), António Robalo (PSD) e Joaquim Ricardo (MPT) alteraram ruidosamente a pacatez das aldeias e estenderam-se a perder de vista nas estradas do concelho do Sabugal. Nas inevitáveis contagens dos aderentes todos clamam vitória. Há, contudo, uma certeza: todos ultrapassaram a centena de viaturas.

Os candidatos desdobram-se em iniciativas para convencer o eleitorado que o seu programa e as soluções que apresentam são os melhores para o futuro do concelho.
Contactos de porta em porta, distribuição de folhetos em mercados, discursos em comícios, palavras de ordem nos carros de som, é assim o quotidiano das candidaturas, especialmente nas dos três partidos acima referidos. Os restantes – CDU e CDS – optam por campanhas mais discretas e menos onerosas.
A candidata do CDS, Ana Charters, tem saído à rua. Esteve em alguns mercados e percorreu as ruas de algumas povoações, mantendo contactos directos com as populações. Prefere as conversas pessoais e parece desvalorizar os discursos em apresentações de listas e em comícios, assim como os debates. Também não aposta na Internet, sendo a única candidatura que não tem um blogue.
José Manuel Monteiro, candidato da CDU, ainda não foi ao terreno, mas esta semana estará já em campanha, optando por algumas sessões de esclarecimento, distribuição de folhetos e contactos pessoais com os eleitores. Desde há muito que tem um blogue na Internet, onde divulgou o seu programa eleitoral, e participou no debate promovido pela Rádio Altitude.
As caravanas das três principais candidaturas marcaram o dia 4 de Outubro. As filas de automóveis estenderam-se pelas estradas, passando pelas terras em grande burburinho, ferindo a pacatez de domingo. Para os participantes foi um dia extenuante, com cerca de 12 horas em movimento, parando apenas para comer e fazer as necessidades, incluindo o almoço.
Todos saíram do Sabugal, onde os apoiantes se concentraram, seguindo depois em diferentes direcções. Os do MPT e do PS almoçaram no Soito, os primeiros na Lameira e os segundos na Praça de Touros, enquanto que o PSD optou pelo Sabugal, no Largo da Fonte. No final do dia, já com a noite cerrada, o PSD acabou no Soito e o PS e o MPT terminaram no Sabugal. Os conta-quilómetros de cada participante nas caravanas marcavam ao final do dia mais 300 quilómetros, que correspondiam ao consumo de algumas dezenas de litros de combustível. Ficou o sentimento do dever cumprido e cada candidatura com a ideia de que tinha ganho às outras, juntando mais automóveis e mais gente na sua comitiva.
Os comícios de encerramento da campanha eleitoral estão marcados para a noite de sexta-feira com António Robalo (21.30 horas) no Auditório Municipal, Joaquim Ricardo (21.00) no Salão da Junta de Freguesia do Sabugal e António Dionísio (21.00) no Salão das Escolas do Sabugal.

GALERIA DE IMAGENS – CAMPANHA ELEITORAL – ANTÓNIO DIONÍSIO
 
 
GALERIA DE IMAGENS – CAMPANHA ELEITORAL – ANTÓNIO ROBALO
 
 
GALERIA DE IMAGENS – CAMPANHA ELEITORAL – JOAQUIM RICARDO
 
 
Clique nas imagens para ampliar

jcl e plb

Candidaturas autárquicas levam listas ao Tribunal

Foram apresentadas esta segunda-feira, 17 de Agosto, no Tribunal da Comarca do Sabugal as listas de candidatos à Câmara Municipal, às Assembleias e às Juntas de Freguesia do concelho sabugalense. Aos quatro candidatos conhecidos à cadeira da presidência do município – António Dionísio (PS), António Robalo (PSD), Joaquim Ricardo (MPT) e José Manuel Monteiro (CDU) – juntou-se em cima da hora a candidatura de Ana Isabel Charters pelo CDS-PP.

O artigo 20.º da Lei Eleitoral para as Autarquias determina que «as listas de candidatos são apresentadas perante o juiz do tribunal da comarca competente em matéria cível com jurisdição na sede do município respectivo até ao 55.º dia anterior à data do acto eleitoral», ou seja, o dia 17 de Agosto de 2009. Todas as candidaturas deixaram para o dia limite a entrega das pastas com dezenas de burocráticas páginas A4 num processo muito pouco ambientalista que ainda não contempla os formatos digitais em suporte CD ou memória portátil, vulgarmente conhecida por «pen».
Antecipando-se à concorrência a CDU-Coligação Democrática Unitária representada por João Manata entregou no Tribunal da Comarca do Sabugal o processo de candidatura às eleições autárquicas durante a manhã desta segunda-feira, 17 de Agosto.
Na parte da tarde surgiu a grande surpresa. Às duas horas da tarde subiu as escadas que levam à secretaria do Tribunal uma delegação de três elementos do CDS-PP, liderada por Cristina Metello de Seixas (na foto), presidente da distrital da Guarda para apresentar a candidatura à presidência do município de Ana Isabel Charters (Sortelha), filha de D. Luísa Lasso de La Veja Y Pedroso Charters, viscondessa de S. Sebastião. Os populares têm como mandatário Francisco Pires Costa Paula, de Pousafoles do Bispo, como candidato à Assembleia Municipal, Filipe Paulo Mendes Cunha, de Pousafoles do Bispo, e apresentam listas às Juntas de Freguesia de Aldeia de Santo António e Pousafoles do Bispo.
O Capeia Arraiana aproveitou para trocar algumas palavras com Cristina Metelllo de Seixas que considera a candidatura popular «como a única capaz de fazer a diferença no actual panorama do concelho» porque «é um projecto sólido que não promete o que não pode cumprir e que deseja ir ao encontro dos anseios dos sabugalenses». «Somos uma candidatura sustentada por uma freguesia com pessoas muito fortes e dinâmicas: Pousafoles do Bispo», disse ainda a dirigente centrista do distrito da Guarda.
Alguns minutos depois surgiu a delegação do PSD liderada pelo candidato António Robalo que se fazia acompanhar do mandatário Luís Eduardo Canaveira Manso (Aldeia do Bispo) e dos elementos da lista Delfina Leal, Ernesto Cunha, Vítor Proença e José Henriques. Os sociais-democratas apresentam como candidato à Assembleia Municipal, Manuel Rito Alves, e listas em 24 freguesias sabugalenses. Recorde-se que o concelho do Sabugal é constituído por 40 freguesias das quais, pela última actualização do recenseamento eleitoral, sete são plenários.
Após um compasso de espera foi a vez dos socialistas darem entrada ao processo de candidatura de António Dionísio que, acompanhado de elementos da lista, testemunhou a entrega pelo mandatário José Fernando de Jesus Pinto das pastas eleitorais. Ramiro Matos, natural da vila do Sabugal, é o candidato à presidência da Assembleia Municipal. Aproveitamos para informar que por esse motivo e respeitando um critério editorial há muito definido o nosso estimado cronista Ramiro Matos suspende até às eleições os seus artigos de opinião no Capeia Arraiana. O Partido Socialista constituiu listas em 20 freguesia.
Por último compareceu o candidato independente nas listas do MPT-Partido da Terra, Joaquim Ricardo, acompanhado pelo mandário Vítor Coelho, pelo candidato à Assembleia Municipal, António Gata e por Alberto Monteiro, actual presidente de Valongo do Côa. A candidatura de Joaquim Ricardo constituiu listas para 15 Juntas de Freguesia.
Estão assim lançados os dados depois de semanas de grande pressão na constituição das listas nas Juntas de Freguesia. É tempo dar início a uma nova etapa da campanha eleitoral agora que todos os nome, cumprindo as quotas de paridade, estão expostos no Tribunal do Sabugal.
jcl