Tag Archives: arte

Sabugal - © Capeia Arraiana (orelha)

A comunicação de José Manuel S. Louro

:: :: CONGRESSO DO FORAL DO SABUGAL :: :: O segundo dia da cimeira sabugalense, realizada há 20 anos, prosseguiu com a intervenção de José Manuel S. Louro, que abordou o tema «Valores da natureza e da arte».

Um congresso histórico

Um congresso histórico

Alcínio Vicente - Aldeia do Bispo - © Capeia Arraiana

Outro nu de Alcínio

Damos a conhecer uma outra pintura de Alcínio onde o pintor raiano representa a uma mulher nua, cujos traços bem denotados contrastam com o cenário indefinido.

Nu - pintura de Alcínio

Nu – pintura de Alcínio

Alcínio Vicente - Aldeia do Bispo - © Capeia Arraiana

A arte e a emoção

Sigam-me, se têm a amabilidade, para reflectirmos sobre a emoção e a sua importância nas nossas vidas.

«Alfama», pintura de Alcínio - colecção particular do cirurgião Luís Miranda

«Alfama», pintura de Alcínio – colecção particular do cirurgião Luís Miranda


À Fala Com... - © Capeia Arraiana

Alcínio Vicente – o pintor que voltou às origens

À Fala Com… Alcínio Vicente – Estivemos à conversa com Alcínio Vicente, natural de Aldeia do Bispo, concelho do Sabugal, que recentemente decidiu regressar à sua terra natal, onde instalou o seu atelier de pintura. É licenciado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa e cursou Direito na Universidade de Lisboa. Enquanto pintor participu em inúmeras exposições individuais e colectivas e tem quadros nas Câmaras Municipais do Sabugal, Sintra e Guarda, no Sindicato dos Bancários, no Museu Soares Branco e em colecções particulares em Portugal, Espanha e França. De falar calmo e ponderado, estrutura o seu raciocínio sem deixar pontas soltas, discorrendo sobre arte e estética, não esquecendo a sua forte ligação às terras da raia sabugalense.

Um dos «Encerros» pintados por Alcínio

Um dos «Encerros» pintados por Alcínio

Alcínio Vicente - Aldeia do Bispo - © Capeia Arraiana

Elogio à cor

Publicamos um texto da autoria de Alcínio Vicente, artista plástico natural de Aldeia do Bispo, concelho do Sabugal, em que transmite os sentimentos que lhe proporcionam a luz e a cor, elementos sempre presentes nas suas obras.

Pintura de Alcínio Vicente

«La Gran Via» (de Madrid) – pintura de Alcínio Vicente

Exposição sobre a arte do Côa nos Fóios

O Centro Cívico Nascente do Côa, nos Fóios, concelho do Sabugal, vai ter patente ao público a exposição «Côa: Reinventar a Arte da Nascente à Foz», que espelha as formas do rio e da arte primitiva que existe ao longo do seu curso.

A mostra vai ser inaugurada a 18 de Abril, Dia Internacional dos Monumentos, pelas 15 horas, no espaço «Portas do Côa», do Centro Cívico.
A iniciativa surgiu da junção de vontades entre a Câmara Municipal do Sabugal e a Fundação Côa Parque (Parque Arqueológico / Museu do Côa), e deveu-se ao papel catalisador da Junta de Freguesia dos Fóios, a terra onde o Côa nasce.
Para e realização da exposição adaptou-se uma sala, no Centro Cívico Nascente do Côa, que passou a designar-se sala «Portas do Côa». Serão ali apresentadas ao visitante, através de um percurso, as várias formas de arte que proliferam nas margens do Rio Côa – da arte património mundial da foz à arte local do Alto Côa – onde se destaca a Estela da Idade do Bronze dos Fóios.
Os conteúdos da exposição serão iminentemente gráficos, aplicados sobre o invólucro do espaço expositivo, com o complemento audiovisual de uma zona de projecção.
A Exposição «Côa: Reinventar a Arte da Nascente à Foz» resulta da estratégia da Câmara Municipal do Sabugal na promoção dos territórios e do desenvolvimento do turismo, numa perspectiva sustentável. O projecto integra a Estratégia de Eficiência Colectiva PROVERE «Turismo e Património do Vale do Côa», tendo sido candidatado ao Programa Operacional Regional do Centro.
plb (com CM Sabugal)