O Primeiro

O primeiro «post» foi colocado no dia 6 de Dezembro de 2006 dando início a este projecto beirão raiano que, por vezes, se confunde com as «Terras do Forcão».

Castelo do Sabugal

Castelo do Sabugal

O blogue Capeia Arraiana pretende ser um espaço de opinião e discussão sobre a Beira Alta ou, se preferirem, sobre a Beira Interior Norte e Sul. Mas… só havia uma forma de o iniciar. Com o poema que todos nós, raianos sabugalenses, decorámos quando eramos miúdos.

Castelo de Cinco Quinas
Há só um em Portugal
Fica à beira do Côa
na vila do Sabugal

A raia, um castelo de cinco quinas, o rio Côa, uma festa de toiros (capeia arraiana) e um forcão são o nosso sentido de vida. Vivam as Terras do Forcão!

5 Responses to O Primeiro

  1. Adoro toda a raia especialmente a vila do Sabugal.
    A gente da raia é gente forte e lutadora.
    Adoptei estas terras há 18 anos e já me sinto “da casa”.
    Parabéns a todos os Sabugalenses.

  2. R.J.G.CLAMOTE diz:

    Como leitor assíduo deste blog e sendo um sabugalense convicto (embora não residente por questões profissionais) vejo com alguma moderação
    que em outros municípos existam várias iniciativas em promover as suas terras como por ex: a festa do borrego em Celorico da Beira.
    Também é satisfatório e louvável as iniciativas importantes e que dinamizam a cultura das nossas terras e gentes, apenas quero sugerir à edilidade sabugalense o lançamento de um concurso ” Moral do Largo da Fonte” como forma de incentivar os “artistas” do nosso concelho (onde mentes brilhantes não faltam) em promover a criatividade dos mesmos para ser concretizado nos muros da escola primária/Largo da Fonte um painel em azulejos ou outro material com temas relacionados com as nossas terras e gentes como o “castelo, capeia arraiana,contranbandistas etc…” como forma não só de dar um ar grandioso a esta sala de visitas não só da cidade mas de todo o concelho, quer como forma de perpétuar as terras de Riba Côa, suas gentes e memória…”
    Aqui fica uma sugestão… de um sabugalense.

    R.J.G.Clamote

  3. jose manuel mendes gomes diz:

    leio sempre os artigos de capeia com muito praser e mato minhas saudades da terra

  4. Abér diz:

    As minhas origens nada têm a ver com a raia mas sempre senti grande curiosidade por terras de fronteira e suas gentes. Já não sei como, descobri o vosso blog, e pensei logo “alguem teve uma ideia genial”. Teve de facto, o blog é muito interessante e sigo-o de perto. Acho que nunca tinha ouvido falar de capeia arraiana nem de forcão, por isso devo-vos pelo menos isso. Termino, por agora, com uma pergunta e uma sugestão. A pergunta: porquê arraiana e não raiana. A sugestão: reduzam o cabeçalho dos postes, é uma chatice para quem usa netpc’s (rsrsrs)
    Parabens!

  5. Boa noite,
    Esperava de facto uma surpresa, mas nunca esta mudança radical. Um abraço para toda a equipa do “meu jornal diário”.

    Parabens

Deixar uma resposta