Category Archives: Opinião

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Aldeia de Joanes – Joaquim José da Silva Nogueira

«O coração do Quim parou de bater» – é a notícia que recebo, ampliada pelas lágrimas de um coração que agora bate por ti.

Eras parente, amigo e companheiro

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Figuras populares da minha meninice

Acho que todas as terras têm aquelas figuras típicas que toda a gente conhece. O Casteleiro não foge a essa regra. Trago-lhe aqui alguns desses tipos populares da minha aldeia de há 50 anos. É mais uma vez uma simples homenagem minha a cada um deles.

Rua Principal do Casteleiro - Capeia Arraiana

Rua Principal do Casteleiro

Manuel Leal Freire - © Capeia Arraiana

O Gadanheiro

Manuel Leal Freire brinda-nos com um poema sobre o valoroso gadanheiro. O incansável aldeão que no tempo tórrido, empunhando a gadanha, cortava o feno nos lameiros para garantir o sustento dos animais. O bismulense de pena firme e de memória prodigiosa deslumbra-nos com a exortação dos valores maiores deste nosso recanto raiano.

Gadanheiro - pintura de Alcínio

Gadanheiro – pintura de Alcínio

Regulamento das criadas

O filólogo e pedagogo Agostinho de Campos (1870-1944), reflectiu e escreveu sobre a educação das crianças, expondo as responsabilidades dos pais e das criadas domésticas. Para estas elaborou mesmo um curioso regulamento que salvaguardava o seu importante papel na educação dos filhos dos patrões.

A criada tem que cumprir regras ao lidar com os filhos dos patrões

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

O Enchopipo

Dos nascidos em Quadrazais, é o único José que ficou conhecido por Tché. Terceiro varão do Mérico Barreiro e da Aurora Patchinha, tornou-se personagem típica em Quadrazais.

Visita do Bispo à aldeia - Capeia Arraiana

Visita do Bispo à aldeia

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (207)

Boa tarde. A esta hora pouca gente deverá estar a ver televisão. A menos que esteja a chover! Descobriu-se isso agora? Leia e perceba do que falo…

SIC Mulher - Capeia Arraiana

SIC Mulher

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Comentário à Assembleia Municipal do Sabugal

«O poder será tanto mais eficaz quanto mais interveniente e fiscalizadora for a oposição.» Assim e porque, por tradição, as Assembleias Municipais de Dezembro (a quarta e última de cada ano) tendem a decidir e votar aspectos importantes para o ano seguinte entendemos dar o devido destaque a um comentário ao artigo de opinião «Balanço de 2017».

Comentário à Assembleia Municipal do Sabugal - Capeia Arraiana

Comentário à Assembleia Municipal do Sabugal

:: ::
O comentário em destaque faz referência à Assembleia Municipal do Sabugal de 29 de Dezembro de 2017. A segunda dos órgãos eleitos nas Autárquicas de 1 de Outubro e a última de 2017.
Recordamos que o Capeia Arraiana está sempre disponível e aberto ao saudável e educado contraditório.

jcl

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

O concelho do Sabugal em números (2)

Os dados mais recentes divulgados pelo INE-Instituto Nacional de Estatística revelam um retrato muito negativo do nosso Concelho.

Dinâmica Populacional no concelho do Sabugal em 2016 (Fonte: INE) - Ramiro Matos - Capeia Arraiana

Dinâmica Populacional no concelho do Sabugal em 2016 (Fonte: INE)

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Quando se põe em causa o interesse comum…

As instituições são entidades jurídicas, com estatutos, regulamentos e objetivos definidos que todos podem conhecer. Por isso, quando vamos a qualquer instituição temos a expetativa de ser bem tratados e de ver os nossos direitos respeitados e os nossos assuntos resolvidos.

Função Pública - Capeia Arraiana

Função Pública (Foto: D.R.)

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Johnny! Johnny! Johnny!

Johnny! Johnny! Johnny! – Assim gritavam os fãs de Johnny Hallyday nos seus concertos. Johnny Hallyday, de nome verdadeiro Jean Phillipe Léo Smet, foi o «Pai» do Rock and Roll francês. Deixou-nos a 5 de Dezembro de 2017 com 74 anos de idade, mais de 50 de carreira, 400 tournées, actuou diante de um total de 15 milhões de pessoas e vendeu mais de 100 milhões de discos.

Johnny Hallyday foi o «Pai» do Rock and Roll francês - António Emídio - Capeia Arraiana

Johnny Hallyday foi o «Pai» do Rock and Roll francês

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

O Livro

«O Livro é a única Moral que ainda existe» – Manuel da Silva Ramos (“Jornal do Fundão”).

Começar o Novo Ano a ler mais e melhor

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Lendas da Serra d’Opa

Hoje, numa pesquisa, vi esta foto de José Carlos Callixto com que abro a crónica. Isso levou-me atrás da Serra d’Opa e das suas lendas e dos seus encantos… Por respeito intelectual, começo por uma citação do Dr. Lopes Dias. E escolhi ilustrações de barrocos encantados lá do cimo da Serra…

Serra d'Opa (Foto: José Carlos Callixto) - Capeia Arraiana

Serra d’Opa (Foto: José Carlos Callixto)

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Lisboa – a melhor city break de 2017

Uma estadia curta, um dia ou dois. Para turistas que gostam de visitar várias cidades em pouco espaço de tempo, ficar muito tempo em um lugar só lugar não é o ideal. E para as pessoas que fazem isso, o World Travel Awards entrega todos os anos os melhores destinos para tal com o prémio de melhor cidade para um city break, que é justamente essa estadia curta. No ano de 2017, pela primeira vez, Lisboa venceu o prémio na cerimónia realizada no Vietnam.

Cidade de Lisboa - Bairro das Avenidas Novas (Foto: Wikipédia) - Capeia Arraiana

Cidade de Lisboa – Bairro das Avenidas Novas (Foto: Wikipédia)

Açúcar barato

O centenário jornal «A Guarda» conteve em várias edições do ano de 1915 um anúncio curioso, pelo qual, em tempos de muita escassez, se anunciava um tipo de açúcar muito barato resultante de uma descoberta sensacional.

Um anúncio publicado no jornal A Guarda

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Quando meu pai era vivo…

…Felizmente, pelo Natal, o madeiro à praça aquecia todos os que a ele se chegassem, já que o espírito do madeiro era aquecer o Menino que nascera no frio. E até dava para levar umas brasas para casa para aquecer a casa…

A lenha é fundamental para atenuar o frio dos rigorosos Invernos na Beira Alta - Capeia Arraiana

A lenha é fundamental para atenuar o frio dos rigorosos Invernos na Beira Alta

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (206)

Esta semana ficámos a saber pelo próprio canal que a CMTV está na maior. Ganha a todos os canais-cabo de informação em audiências. Perdoe-se o exagero…

Zé Pedro dos Xutos&Pontapés - Capeia Arraiana

Zé Pedro dos Xutos&Pontapés (Foto: D.R.)

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

O concelho do Sabugal em números (1)

Os dados mais recentes divulgados pelo INE-Instituto Nacional de Estatística revelam um retrato muito negativo do nosso Concelho.

Dinâmica Populacional no concelho do Sabugal em 2016 (Fonte: INE) - Ramiro Matos - Capeia Arraiana

Dinâmica Populacional no concelho do Sabugal em 2016 (Fonte: INE)

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Ter uma terra… partilhar pertenças

Pertencer a uma terra, é ter um conjunto de referências, coladas à pele, que marcam de forma indelével o modo como vivemos, olhamos o mundo e nos relacionamos com os outros, mesmo que tenhamos, ao longo da vida, adquirido outras igualmente importantes.

Freguesia de Águas Belas no concelho do Sabugal - Capeia Arraiana

Freguesia de Águas Belas no concelho do Sabugal

Fernando Capelo - Terras do Jarmelo - © Capeia Arraiana

Diferente para melhor

Redizer ano novo, vida nova é como insistir na mesma senha no início de cada ano. Há, apesar disso, muito de velho que se transfere para o novo ano.

Que o novo ano se revele diferente para melhor

Alcínio Vicente - Aldeia do Bispo - © Capeia Arraiana

Das cinco quinas

O castelo do Sabugal pintado e cantado por Alcínio. Do alto da vistosa torre pentagonal o poeta observa os conterrâneos e as terras distantes que muitos deles procuraram, guardando sempre o castelo altaneiro como memória.

O castelo das cinco quinas – pintura de Alcínio

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Nem Deus… nem Lenine!

Na História da Humanidade não existe a Evolução e a Involução num estado perfeito, ou seja, quimicamente puro! Embora haja filósofos como Cioran que tenham afirmado o seguinte: «Quanto mais contemplo o desfile dos séculos mais me convenço que a única imagem capaz de revelar-nos o seu sentido é a dos ginetes do Apocalipse.»

Nem Deus... Nem Lenine! - António Emídio - Capeia Arraiana

Nem Deus… Nem Lenine!

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Comidas do arco-da-velha

Carne de porco bem saborosa, enchidos e requeijão até fartar, iscas de fígado, molho de escabeche, taborna, caldudo, roupa velha, sei lá… são recordações, são saudades na pituitária. São sabores arreigados, entranhados em nós. Alguns deles, hoje proibidos para mim: nunca mais os provarei. Mas eram mesmo comidas do arco-da-velha…

Enchidos no fumeiro nas aldeias da Beira Alta - Capeia Arraiana

Enchidos no fumeiro nas aldeias da Beira Alta

A Música dos Clássicos - Capeia Arraiana

Ludwig van Beethoven

Ludwig van Beethoven (1870-1827) foi um compositor alemão com uma importância fundamental na História da Música.

Beethoven

Os doces conventuais

Os doces conventuais estão na moda. Multiplicaram-se aliás os pastéis cujas receitas originais se diz terem provindo dos segredos guardados durante séculos em mosteiros e conventos de todo o país.

Doces conventuais

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

O Pão-Leve

Era costume dar como prenda um pão-leve a quem casasse, ao médico ou a pessoa a quem se devia grande favor, já que os custos com ovos, farinha e açúcar eram insuportáveis para gente tão pobre para o poder ter frequentemente à mesa.

Pão-Leve ou Pão-de-Ló - Capeia Arraiana

Pão-Leve ou Pão-de-Ló

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (205)

Esta semana, a Informação da TVI e da SIC estão de parabéns pois atingiram pontos altos de audiências no meio dos programas informativos de todos os canais.

SIC - TVI - RTP - José Carlos Mendes - Capeia Arraiana

Microfones dos repórteres das estações generalistas (foto: D.R.)

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Balanço de 2017

Em vésperas de ano novo saliento um acontecimento e duas personalidades que marcaram o ano de 2017.

António Robalo - António Dionísio - Capeia Arraiana

António Robalo – António Dionísio

Personalidade do Ano 2017 - Capeia Arraiana

François Baltazar é a Personalidade do Ano 2017

:: PERSONALIDADE DO ANO – FRANÇOIS BALTAZAR :: :: O Capeia Arraiana escolheu como Personalidade do Ano 2017, François Baltazar, presidente da Junta da União de Freguesias do Sabugal e Aldeia de Santo António. O autarca nasceu em França, filho de dois emigrantes naturais da freguesia de Alfaiates e vive há 16 anos na Colónia Agrícola de Martim-Rei. Com apenas 41 anos de idade conta já no seu curriculum com três mandatos à frente da Junta de Freguesia de Alfaiates. Nas eleições autárquicas de 1 de Outubro liderou uma lista independente e venceu uma «Junta» que era socialista desde o 25 de Abril de 1974 virando uma página da história do concelho do Sabugal.

François Baltazar - Presidente da Junta da União de Freguesias do Sabugal e Aldeia de Santo António - Capeia Arraiana

François Baltazar – Presidente da Junta da União de Freguesias do Sabugal e Aldeia de Santo António

José Jorge Cameira - Vale de Lobo e Moita - © Capeia Arraiana

O Zé Birilau

O Zé Birilau, de Beja, é figura comum nas ruas da cidade. Os homens não lhe dão muita conversa, pois não entra nas tabernas, nas tascas nem nos cafés. Não se lhe conhecem arruaças nem palavrões.

Cidade de Beja

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Os cínicos

Não, querido leitor(a), não são esses, quem perde tempo com eles? Estes cínicos são filósofos de uma escola grega surgida no século IV antes de Cristo. Eram uma espécie de Anarquistas, o seu «Secretário Geral» foi Antistenes, que um dia, ironicamente aconselhou os seus conterrâneos a converter os burros em cavalos através de uma votação!…

Os Cínicos - António Emídio - Capeia Arraiana

Os Cínicos

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

As bengalas de um Homem

“Qual é a coisa qual é ela que ao amanhecer anda com quatro pernas, ao meio dia com duas e ao entardecer com três? É o Homem”.

Mãos dadas

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Bonitas expressões populares

Boas Festas Para Nós Todos! Por ser Natal, dou comigo a lembrar os tempos de puto e muitas das expressões usadas na aldeia atraem-me e dominam-me. Ainda hoje, sábado, por estar nevoeiro de manhã, cá em casa dissemos este ditado aldeão: «De manhã nevoeiro, à tarde soalheiro.» E não é que foi mesmo assim?

Lar de Idosos do Casteleiro - José Carlos Mendes - Capeia Arraiana

Lar de Idosos do Casteleiro

Aparecimento do teatro e sua evolução

O teatro teve a sua origem na Grécia Antiga. As primeiras construções destinadas à representação eram muito primitivas, comparadas com a solidez e a opulência que seriam mais tarde conhecidas.

Teatro grego

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

O perigo das guardas das escaleiras

As casas antigas de Quadrazais dos remediados ou mais abastados tinham a loije no rés-do-chão e acedia-se ao 1.º andar por uma escaleira exterior, em cantaria. Em frente à porta faziam uma espécie de balcão que era delimitado pelas guardas, uma pedra de cantaria de cerca de meio metro de altura e um metro ou mais de comprimento em frente da porta e outra um pouco mais curta atrás.

Casa de Pedra na Beira Alta - Capeia Arraiana

Casa de Pedra com «balcão» e «guardas» na Beira Alta

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (204)

Se calhar nunca tínhamos pensado que as férias fazem mal às televisões dos canais abertos e beneficiam os canais de cabo… Saiba porquê e quanto. Leia mais abaixo.

Você na Tv - Capeia Arraiana

Você na Tv

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Lambarices de infância

Quase no Natal vieram-me à memória alguns dos «mimos» doces, e não só, da minha infância. E, curiosamente, as primeiras lembranças são do dia 1 de Novembro e não são doces, para além da doçura do carinho humano dos mais velhos.

Farófias (Espumas) e Rabanadas - Capeia Arraiana

Farófias (Espumas) e Rabanadas

José Jorge Cameira - Vale de Lobo e Moita - © Capeia Arraiana

O galo do ti Pimpão

Três rapazes da aldeia, do meu grupo habitual, combinaram sem me dizer nada fazer uma patifaria, uma das grandes e perigosa.

O gajo era o cobridor de todas as galinhas do Cimo do Povo

Paulo Leitão Batista - Contraponto - © Capeia Arraiana (orelha)

Valorizar a biomassa florestal

O aproveitamento da biomassa residual florestal é uma das chaves para uma melhor política florestal. Limpar a floresta e evitar os incêndios pode também contribuir para o aproveitamento de uma potencialidade económica para os territórios do interior.

Floresta – um potencial a explorar

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O erro de Deus

Deus propôs uma vida espiritual baseada no amor ao próximo, na compaixão e na justiça. Disse-nos também Deus que só assim conseguiremos o que mais desejamos, a Felicidade. Aqui está o erro de Deus!

O erro de Deus - António Emídio - Passeio pelo Côa - Capeia Arraiana

O erro de Deus

Joaquim Tenreira Martins - Orelha - Pedaços de Fronteira - Capeia Arraiana

Conto de Natal – A epopeia da emigração portuguesa

Um verdadeiro Conto de Natal – A epopeia da emigração portuguesa. Era uma vez um país à beira do mar plantado onde vivia um povo trabalhador, bondoso e inteligente. Havia uns que eram detentores de uma grande riqueza, mas a maioria das pessoas eram pobres e com famílias numerosas.

Natividade de Georges La Tour - Joaquim Tenreira Martins - Capeia Arraiana

Natividade de Georges La Tour