Category Archives: No trilho das minhas memórias

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Janela «Indiscreta»

Não se trata do famoso filme de Alfred Hitchcock imortalizado pela fotografia notável de Robert Burks e da personagem principal, também ele fotógrafo, mas com uma perna partida obrigando-o a ver a estória passar. Trata-se de sim de uma paisagem outrora mais verdejante e povoada. A crónica de hoje também «nasce» de uma fotografia. De terras onde se sentia a respiração de quem trabalhava no campo, da comida e bebida pura como a natureza as fez e do verde vivo desses campos cultivados.

Janela Indiscreta de Alfred Hitchcook - Capeia Arraiana

Filme «Janela Indiscreta» do realizador Alfred Hitchcook

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Fugi do Pâmpano

Criatura mística que «ronda» a Capela da Nossa Senhora de Estrela, na Boidobra, pelo quinto ano consecutivo promoveu mais um «ataque». Felizmente que estavam lá os escuteiros, do Agrupamento 1222, para nos salvar. Não foi só comida e bebida que nos acalentaram. Acima de tudo é aquele ambiente único, que só um «ataque ao Pâmpano» consegue ter. Para o ano lá estarei. Venha quem vier!

Ataque ao Pâmpano em Boidobra - Capeia Arraiana

Ataque ao Pâmpano em Boidobra

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Um encontro «imaginário» no Fundão

No passado fim-de-semana, entre 27 e 30 de abril, realizaram-se no Fundão os Encontros Cinematográficos, na sua Edição n.º 8. «Um remar contra a maré», como disse ao meu amigo António Alves Fernandes, mas que enriquece a nossa Beira. A estória que lhes conto foi o encontro imaginário que tive com Michel Giacometti, um dos homenageados deste ano, tendo a organização apresentado um filme documental deste homem da nossa cultura, «Povo que Canta», na Igreja Matriz de Aldeia de Joanes, onde muitos e muitas protagonistas puderam reviver um passado que, graças a estes registos, não teima em desaparecer.

Encontros Imaginários no Fundão - António José Alçada - Capeia Arraiana

Encontros Imaginários no Fundão

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

O exame do «lápis azul»

Normalmente entre o 25 de abril e o 1.º de maio, um pouco por todo o lado, relembra-se o passado e festeja-se a liberdade. Mesmo sentido que persiste uma rotina nestas celebrações, acho importante começar a olhar para esse passado como um período da nossa história recente, devendo-se realçar os aspetos sociais que distinguem o nosso quotidiano. Talvez a diferença mais notória, e consensual, na nossa sociedade seja a liberdade que veio com o 25 de abril.

O «lápis azul» da Censura à Comunicação Social no Estado Novo - Capeia Arraiana

O «lápis azul» da Censura à Comunicação Social no Estado Novo

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Onde estava Portugal no 25 de Abril?

Não se trata de nenhum manifesto político. Mas sim de um artigo de opinião que analisa o enquadramento geoestratégico de Portugal, em abril de 1974. Ao contrário do que se possa pensar, Portugal tinha um papel importante na cena internacional atendendo a que as rotas marítimas para o Oriente passavam por águas territoriais nacionais, através das antigas províncias ultramarinas africanas.

Estandarte do Ministério dos Negócios Estrangeiros - António José Alçada - Capeia Arraiana

Estandarte do Ministério dos Negócios Estrangeiros

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Um olhar diferente de São Petersburgo

Chegar a São Petersburgo, em novembro de 2009, depois de visitar Moscovo é um choque contrastante. Da influência Oriental que senti, entro agora no nosso mundo do Ocidente, cheio de grandiosidade e mistério, pese embora se note ainda alguma arquitetura soviética e uma neblina permanente, acompanhada de um frio húmido que se vai entranhando até à nossa «alma».

Um olhar diferente de São Petersburgo - António José Alçada - Capeia Arraiana

Um olhar diferente de São Petersburgo

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Um olhar diferente de Moscovo

Estando a Rússia na ordem do dia, neste Trilho de Viagens, venho-lhes contar alguns aspetos interessantes de Moscovo. Embora tenha efetuado a visita em 2009, seguramente que os episódios relatados nesta crónica, ainda estarão muito atuais.

Um olhar diferente de Moscovo - António José Alçada - Capeia Arraiana

Um olhar diferente de Moscovo

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Uma visita diferente

Neste tempo pascal, mesmo para os não crentes, sem dúvida que devemos refletir um pouco sobre a vida, e os seus valores. Esta crónica convida o leitor a viajar na sua consciência e concluir que, na realidade, de nada nos vale seguirmos o rumo do egoísmo.

Tempo Pascal... Tempo de Reflexão - António José Alçada - Capeia Arraiana

Tempo Pascal… Tempo de Reflexão

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Num andarilho de memórias

Esta semana fui até Condeixa visitar o meu irmão António Alves Fernandes. Uma viagem bem diferente daquela que ambos temos vindo a fazer ao longo desta vida em comum. Efetivamente, o local onde fui recebido, levou-me à interioridade e ao facto de que nada somos e nada seremos.

Legenda

Encontro com a família Fernandes

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

O choque alemão

No ano passado fui até Berlim, matando uma curiosidade de décadas de poder apreciar um dos palcos mais interessantes, e relevantes, da história contemporânea. Ao contrário do que se pensa, Berlim, esconde a imponência de outras cidades alemãs, como por exemplo Munique. Para além do custo de vida relativamente em conta, nota-se ainda muita casa, ou prédio, degradado.

Divisão da cidade de Berlim em parte Ocidental e parte Oriental - Capeia Arraiana

Divisão da cidade de Berlim em parte Ocidental e parte Oriental

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Viagem ao centro de Angola

Mesmo sendo uma longa viagem, sem dúvida que valeu a pena esta deslocação à Província do Uíge, em tempo uma das principais zonas de produção mundial de café, tendo acabado por fortalecer laços e, conjuntamente com os meus parceiros angolanos, enriquecendo experiências.

Viagem ao Uíge em Fevereiro de 2018 -António José Alçada - Capeia Arraiana

Viagem ao Uíge em Fevereiro de 2018