Category Archives: Opinião

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Extremismos, Fakes e Facebook

Actualmente, mais de metade da população mundial vive em Democracia. Na velha Europa, onde todos os seus habitantes sabem que Hitler morreu, mas infelizmente não sabem que a mãe dele está grávida!! Os extremismos de direita e as suas ideias fascistas proliferam.

Notícias secretas, notícias falsas e... algumas notícias verdadeiras - Capeia Arraiana

Notícias secretas, notícias falsas e… algumas notícias verdadeiras

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Santa Bebiana

O nosso Povo sempre teve propensão para misturar as festividades religiosas com as profanas. Nos tempos actuais, em muitas localidades, as festas religiosas são em grande parte feiras e mercados.

Santa Bebiana em Caria (imagem de Local visão TV)

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Uma aldeia, dois brasões

Uma aldeia com dois solares brasonados… é qualquer coisa a não deixar passar em claro, certo? É mesmo desse tema que hoje me ocupo de novo. Gosto de chamar à colação este tipo de assuntos para recapitular a nossa História Local dos últimos 300 a 400 anos…

Brasão em Santo Amaro - Capeia Arraiana

Brasão em Santo Amaro

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

1971-74 – Os dias da Tropa (15)

O meu plano é trazer aqui um resumo dos 38 meses e 11 dias da minha tropa: desde 21 de Julho de 1971 (entrada no Curso de Oficiais Milicianos da Escola Prática de Infantaria de Mafra) até 2 de Outubro de 1974 (aterragem no aeroporto militar de Lisboa, vindos de Luanda). Trarei apenas episódios marcantes, nunca esquecidos, que dormem acordados nos recantos da minha memória.

Coluna militar portuguesa na picada africana - Capeia Arraiana

Coluna militar portuguesa na picada africana (Foto: D.R.)

A simbologia da mão

Uma mão branca era, nos tempos antigos, símbolo de inocência; uma mão vermelha simbolizava a força do guerreiro; uma mão calosa indicava vulgaridade.

As mãos podem ter uma forte simbologia

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

A cegueira do Saramago

Este ano, fez vinte anos que José Saramago venceu o Prémio Nobel da Literatura, pela publicação da obra «Ensaio sobre a Cegueira». Como pessoa sem dúvida que Saramago não deixou saudades a muita gente, mas o facto é que ficou na história da literatura mundial. Obviamente que teve ajudas, como por exemplo Mozart, em que a sua viúva foi fundamental para que a sua obra ultrapassasse a barreira da fronteira portuguesa, e entrasse num mercado de 600 milhões de pessoas, onde ainda muita gente felizmente lê. Embora não tivesse lido a obra, vi o filme, e, mesmo sendo uma produção de Hollywood, deixa-nos a pensar.

José Saramago - Prémio Nobel da Literatura (Foto: D.R.) - Capeia Arraiana

José Saramago – Prémio Nobel da Literatura (Foto: D.R.)

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal Tv (254)

Destaco para o leitor as últimas linhas: são recorrentes algumas fórmulas erradas nas nossas TVs. Sofre a Língua e sofremos nós. Quando é que alguém põe mão nisto??? Para já não falar destas bem visíveis no écrã – um escândalo…

Agressões à Língua Portuguesa - Capeia Arraiana

Agressões à Língua Portuguesa

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Desde 6 de Dezembro de 2006…

Dia 6 de Dezembro de 2006. Nascia na Internet o primeiro espaço de livre opinião do Sabugal. Na nossa «Ficha Técnica» recordamos como nos demos a conhecer: «O Capeia Arraiana (capeiaarraiana.pt) é um new media on-line regional com periodicidade diária privilegiando o concelho do Sabugal e o distrito da Guarda. Move-nos a paixão pela Raia, pelas terras do forcão, pelas serras da Estrela, da Malcata e das Mesas, pelo rio Côa e pelo povo valoroso que luta pelo futuro de uma região que alguns querem condenar ao fracasso. Defendemos as nossas tradições e trabalhamos para que a informação, a opinião e o debate de ideias estejam presentes no quotidiano dos que, como nós, amam as terras beirãs.» E por aqui nos mantemos há 12 anos, há 4383 dias, com 12.342 artigos publicados com a assinatura de cronistas e opinadores de excelência. Enquanto os homens e Deus quiserem. Bem-hajam todos os Sabugalenses e todos os Amigos das terras do Sabugal. Um agradecimento especial ao nosso parceiro PTServidor. Segue-se o rol de cronistas e opinadores…

Estatísticas Capeia Arraiana - Capeia Arraiana

Estatísticas do Capeia Arraiana – Média diária superior a 1000 visitantes

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

É melhor pôr as barbas de molho…

É melhor pôr as barbas de molho porque… pensar que só acontece aos outros e descansar à sombra da bananeira começa a ser imprudente.

Os extremismos alastram um pouco por todo o mundo - Capeia Arraiana

Os extremismos alastram um pouco por todo o mundo (Foto: D.R.)

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Construção jurídica dos direitos humanos até 1945

A construção jurídica dos direitos humanos é um processo lento e difícil que começou, lá atrás, quando, no direito romano (Código Justiniano, 529 d. C.), se reconhece que, pelo facto de sermos seres racionais e livres, somos detentores de direitos individuais que nenhum Estado pode suprimir. É a partir desta noção de direito natural que surgem documentos relevantes.

Direitos Humanos - Capeia Arraiana

Direitos Humanos

Fernando Capelo - Terras do Jarmelo - © Capeia Arraiana

Falar de quê?

Talvez referir, hoje, um sítio onde a escassez de gente constrói silêncios ímpares. Porventura revelar uma aldeia, de rua única, onde hortas incultas são o desboque de travessas estreitas. Quiçá falar de um lugar bucólico que se expõe, serenamente, à tarde fria. Eventualmente garantir que, neste pequeno burgo, existem dois pequenos bares aptos a aviar os sedentos de cerveja, os amantes de bom vinho caseiro ou os viciados em café.

Da capela só saem andores de dois em dois anos

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O Poder vai-se debilitando…

Vamos começar com palavras de um especialista em politica chinesa: «Os membros do politburo falam agora abertamente sobre os bons velhos tempos em que os seus antecessores no topo do partido comunista não tinham de se preocupar com bloggers, piratas informáticos, criminosos internacionais, líderes provinciais trapaceiros ou activistas que organizam 180.000 protestos públicos todos os anos. Quando apareciam rivais, os antigos líderes tinham mais poder para os enfrentar. Os líderes actuais continuam a ser muito poderosos, mas não tanto como os líderes de algumas décadas, e os seus poderes estão a diminuir constantemente.» Isto, querido leitor, num regime autoritário!

A debilidade do poder - Capeia Arraiana

A debilidade do poder

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Comparar a Serra da Pena ao Centum Cellae

Há cinco anos, defendi aqui uma teoria que cada vez mais me convence. Com base em algumas comparações e duas ou três consultas históricas na Internet, concluía eu nessa altura que a arquitectura da Serra d’Opa, do séc. XX, teria sido inspirada na arquitectura do monumento Centum Cellae a alguns quilómetros em Gonçalo, Belmonte. Volto agora ao tema por outro caminho…

Hotel da Serra da Pena e o Monumento Nacional Centum Cellae - Capeia Arraiana

Hotel da Serra da Pena e o Monumento Nacional Centum Cellae (Fotos: D.R.)

Os pretendentes de Penélope

Quem já leu a Odisseia de Homero sabe que Ulisses deixou a sua mulher Penélope esperando pelo seu regresso da campanha de Tróia. A delonga foi, porém, tão prolongada que muitos deram Ulisses por morto e a bela Penélope por viúva.

Penélope foi fiel a Ulisses

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

1971-74 – Os dias da Tropa (14)

O meu plano é trazer aqui um resumo dos 38 meses e 11 dias da minha tropa: desde 21 de Julho de 1971 (entrada no Curso de Oficiais Milicianos da Escola Prática de Infantaria de Mafra) até 2 de Outubro de 1974 (aterragem no aeroporto militar de Lisboa, vindos de Luanda). Trarei apenas episódios marcantes, nunca esquecidos, que dormem acordados nos recantos da minha memória.

Mata do Maiombe na zona de Buco Zau - Capeia Arraiana

Mata do Maiombe na zona de Buco Zau

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

O meu amigo Padre Carlos Jacob

O Jacob não é judeu. É um padre missionário que presentemente desempenha funções na Escola Apostólica de Cristo Rei, em Gouveia, instituição cinquentenária que muito tem contribuído para a formação de jovens desde 1956. Mas esta congregação, Missionários de São João Baptista, também está presente noutros países, como é o caso de Moçambique, de onde o meu amigo Jacob, me enviou uma carta, ainda escrita pela sua mão, dentro de um envelope com selo.

Escola Apostólica de Cristo-Rei - Capeia Arraiana

Escola Apostólica de Cristo-Rei

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (253)

Esta semana foi trágica. As imagens das pedreiras de Borba e o trabalho dos mergulhadores dão a dimensão da situação que se arrastou por quase 15 anos… Uma loucura…

Pedreira da tragédia de Borba - Capeia Arraiana

Pedreira da tragédia de Borba (Foto: D.R.)

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Somos criadores de sentido

Em todas a manifestações da cultura humana, da mais popular à mais erudita, é a mesma capacidade de pensar e de sentir, a mesma capacidade de criar, inventar, mudar, resolver e fazer que sempre esteve, está e estará presente.

A evolução da raça humana - Capeia Arraiana

A evolução da raça humana

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Evolução da Civilização

Surgiu uma polémica entre Manuel Alegre e o líder do Partido Socialista sobre a manutenção do IVA a 13% para os espectáculos de tauromaquia. Presumo, mas posso estar enganado, que devido a esta polémica a senhora Ministra da Cultura afirmou: «Todas as políticas têm na sua base valores civilizacionais e as civilizações evoluem.» Este meu artigo, independentemente da polémica, tem por base os valores civilizacionais e a evolução da civilização.

Evolução da Espécie - Capeia Arraiana

Evolução da Espécie

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

António Joaquim Geada Pinto (1931-2018)

António Joaquim Geada Pinto nasceu na freguesia da Orca (Fundão) em 28 de Outubro de 1931, filho de António Joaquim Geada e de Maria da Conceição Pinto. Enquanto o Pai se dedicava a consertos e à venda de relógios, a Mãe tomava a seu cuidado cinco filhos e ainda trabalhava na agricultura.

Óptica Geada Pinto no Fundão

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Diferente mas igual com o seu encanto

O território do actual Concelho do Sabugal é muito diversificado. De aldeia para aldeia, de anexa para anexa, para lá e para cá do Côa, semelhanças e diferenças… Somos tão iguais e tão diferentes! Ou melhor: tão diferentes mas tão iguais!

Pôr-do-Sol no Casteleiro - Capeia Arraiana

Pôr-do-Sol no Casteleiro

Por Terras de D. Dinis - Maria Máxima Vaz - © Capeia Arraiana

D. António Alves Martins – o Bispo Liberal

«A Voz da Liberdade» é um estudo sobre D. António Alves Martins, Bispo Liberal de Viseu, que também foi político.

D. António Alves Martins - Bispo de Viseu - Maria Máxima Vaz - Capeia Arraiana

D. António Alves Martins – Bispo de Viseu

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

1971-74 – Os dias da Tropa (13)

O meu plano é trazer aqui um resumo dos 38 meses e 11 dias da minha tropa: desde 21 de Julho de 1971 (entrada no Curso de Oficiais Milicianos da Escola Prática de Infantaria de Mafra) até 2 de Outubro de 1974 (aterragem no aeroporto militar de Lisboa, vindos de Luanda). Trarei apenas episódios marcantes, nunca esquecidos, que dormem acordados nos recantos da minha memória.

 Coluna militar em grande escala (Fonte: blogue «Operacional») - Capeia Arraiana

Coluna militar em grande escala (Fonte: blogue «Operacional»)

A nefasta varejadura das oliveiras

Desde a antiguidade que tem sido condenado o uso bárbaro de varejar as oliveiras. Propõem os entendidos que a apanha da azeitona se faça à mão, utilizando escadas e tesouras, ou usando canas flexíveis, tudo de modo a poupar os ramos tenros da árvore.

Apanha da azeitona

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

No dia em que quis ser mãe!

Nos dia de hoje as mulheres sentem cada vez mais esta dificuldade. O tempo e a organização social, levam as famílias a sentirem mais dificuldades em poderem ter filhos, mas acima de tudo, ter tempo para os educar. Hoje vou-lhes falar de uma mulher que tomou essa opção. E contra-ventos e marés, conseguiu educar cinco crianças, hoje já adultos!

Rita - Uma Mulher que quis ser Mãe - Capeia Arraiana

Rita – Uma Mulher que quis ser Mãe

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (252)

Permitam que aqui, na apresentação da coluna de hoje, lamente que os familiares das vítimas daquela tragédia horrível em Borba estejam naquele sofrimento. Tal como muitos amigos meus daquela cidade de 7.500 habitantes.

Borba - Uma tragédia anunciada - Capeia Arraiana

Borba – Uma tragédia anunciada

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Carta aberta à senhora Ministra da Cultura

Permito-me a ousadia de lhe escrever esta carta aberta, porque a minha relação com a senhora Ministra da Cultura, de cidadão para detentor de um cargo político, passou a ser, desde há alguns dias, uma questão, mais que civilizacional, democrática…

Capeia Arraiana - Património Cultural Imaterial Nacional - Capeia Arraiana

Capeia Arraiana do Sabugal – Património Cultural Imaterial Nacional

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Paz tem nome de justiça

Ultimamente, pessoas, como o presidente francês e a chanceler alemã, referiram-se à possível criação de um exército europeu, em contextos de grande visibilidade, o que conferiu particular relevância ao tema. Por mim, desconfio dos exércitos, não percebo para que se quer um exército europeu; não me convence, o argumento do equilíbrio de forças.

Emmanuel Macron (Presidente da França) e Angela Merkel (Chanceler da Alemanha) - Capeia Arraiana

Emmanuel Macron (Presidente da França) e Angela Merkel (Chanceler da Alemanha)

Fernando Capelo - Terras do Jarmelo - © Capeia Arraiana

O café da minha juventude

Todos guardamos, da nossa juventude, recordações de sítios especiais. Há cafés que, por preservarem vivências próprias dessa idade, constituem lugares de referência privilegiada.

O café Madrilena no topo do jardim José de Lemos (foto colhida do blog Sol da Guarda)

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O Poder em crise

Quem no nosso País, há pouco mais de quatro décadas atrás sabia o que era a Acção Nacional Popular? Quem era o seu Presidente? Quem sabia o nome de ministros do Governo? Um número reduzido de pessoas. Nos dias de hoje a maior parte dos portugueses desde os mais jovens aos mais velhos sabe o nome e conhece o símbolo dos principais partidos políticos, conhece ministros e deputados.

Karl Marx - Capeia Arraiana

Karl Marx

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Manifestação agrícola

Já participei em muitas manifestações de diversas matérias, as mais habituais de carácter social e político. Desta vez não podia recusar o apelo para participar, dia 8 de Novembro, numa manifestação de agricultores.

Manifestação da CNE

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Berço industrial de tecidos?

Em 2012, publiquei no «Capeia» uma crónica sobre esta temática apaixonante: aí defendi uma tese e regresso ao tema mais uma vez. Essa tese é a seguinte: a minha aldeia pode ter sido berço de indústrias ligadas aos tecidos – mas tudo terá acabado em nada por razões de comércio internacional. Se assim não fosse, hoje seríamos uma grande cidade industrializada – quem sabe…

Assim eram os campos de linho - Capeia Arraiana

Assim eram os campos de linho

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

1971-74 – Os dias da Tropa (12)

O meu plano é trazer aqui um resumo dos 38 meses e 11 dias da minha tropa: desde 21 de Julho de 1971 (entrada no Curso de Oficiais Milicianos da Escola Prática de Infantaria de Mafra) até 2 de Outubro de 1974 (aterragem no aeroporto militar de Lisboa, vindos de Luanda). Trarei apenas episódios marcantes, nunca esquecidos, que dormem acordados nos recantos da minha memória.

Deslocação em zona de guerra (foto ilustrativa) - Capeia Arraiana

Deslocação em zona de guerra (foto ilustrativa)

As histórias do marechal de Villars

O marechal Claude Louis Hector de Villars foi um militar notável, cujo nome ficou na história de França, não apenas pelas glórias nos campos de batalha, mas também pelos muitos episódios rocambolescos que se dizem ter acontecido na sua longa vida.

Marechal de Villars

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

No dia em que fizer 72 anos!

Efetivamente um dos mistérios de viver é precisamente o morrer. Mas acredito que possa viver o dia de aniversário dos meus futuros 72 anos. E porquê este ano assim tão marcante? Porque no passado dia 9 de novembro, o meu amigo e irmão escuteiro, celebrou essa efeméride, renascido das cinzas e, esperemos, pronto para mais uma longa caminhada nesta vida. Que Deus te conserve irmão António!

António Alves Fernandes - Capeia Arraiana

António Alves Fernandes

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (251)

Depois das calinadas de uma deputada, tudo ficou mais claro: há um certo regabofe no «bas-fond» de algumas bancadas da AR. Vejamos alguns pormenores…

Deputados José Silvano e Emília Cerqueira - Capeia Arraiana

Deputados José Silvano e Emília Cerqueira

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Passam os anos fica a saudade… (17)

Sempre que o tempo o permitia, ou se aproximava o Verão, havia dois sítios no Sabugal que ainda hoje fazem parte do meu imaginário…

Colégio do Sabugal - Capeia Arraiana

Colégio do Sabugal

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

A pena de morte

Asia Bibi, a cristã, paquistanesa, libertada, dia 7 de novembro, por decisão do Supremo Tribunal, esteve oito anos no corredor a morte. E porquê? Porque bebeu água de um copo destinado a muçulmanos; o copo ficou impuro e a única solução era converter-se ao islão. Na discussão, é acusada de blasfémia ao Profeta – o que sempre negou. Espancada, presa e julgada, é condenada à morte. Pode lá haver maior obscurantismo!

Asia Bibi foi condenada à morte por não se converter ao islamismo - Capeia Arraiana

Asia Bibi foi condenada à morte por não se converter ao islamismo

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Folhas mortas

Não há eterno Outono com as suas folhas caídas, nem eterno Inverno cobrindo os campos com um manto de neve. A natureza renova-se, voltarão as flores e as verdes folhas, sentiremos novamente a aragem perfumada dos pinhais.

Outono - Capeia Arraiana

Outono

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Catequese

A catequese é um tema que sempre me preocupou como simples cidadão, independentemente das convicções religiosas que cada um tem. Em todas as religiões há catequese, ensinamento da fé, evitando a ignorância e o analfabetismo. Há pessoas que se dizem muito cultas em matérias profanas, de grandes currículos escolares, mas em termos religiosos são de uma pobreza extrema.

Catequese