Category Archives: Opinião

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Quando os véus islâmicos tapam a cara…

No dia 1 de agosto entrou em vigor uma lei que proíbe o uso da burqa (véu integral) e do niqab (véu que só deixa ver os olhos), na Dinamarca – o mesmo já tinha acontecido em França, na Bélgica, na Áustria, na Holanda. Embora seja sensível ao argumento da liberdade individual, onde se incluem a religião e a cultura, estes tipos de véu atingem aspetos do que é a humanidade em nós e por isso não posso ser contra a lei.

Burka islâmica - Capeia Arraiana

Burqa islâmica

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Revitalizar o interior – As comunicações

As comunicações são hoje uma necessidade como qualquer outra das anteriormente consideradas primárias. Na divisão territorial feita entre os operadores para cada um garantir num determinado território comunicações 4G, o todo não é igual à soma das partes.

Comunicações – rede móvel

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Olá Senhor(a) «Doutor(a)»!

Acabei de ler que numa cidade capital de um país da América Latina, há toda uma série de habilidosos que vendem entre 30 e 40 euros, numa banca onde trabalham, e em praça pública, cópias perfeitas – falsificações – de títulos de licenciamentos, doutoramentos (o que o freguês quiser) com a a chancela das melhores universidades do Mundo!

Currículos pessoais com habilitações literárias falsificadas estão a generalizar-se - Capeia Arraiana

Currículos pessoais com habilitações literárias falsificadas estão a generalizar-se

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Moinhos

Na complementaridade do Ciclo do Pão, hoje escrevo sobre moinhos. No Concelho do Sabugal, nas margens das ribeiras, e principalmente do Rio Côa, existiam muitos, de salientar na Rapoula e Valongo do Côa. Em outras paragens do País chamam-lhe azenhas.

Moinho no Marenhol

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Algumas notas oportunas

Há quem pense que Santo António é o Padroeiro da nossa Paróquia. Note que nem a Freguesia nem a aldeia têm padroeiros – mas sim as paróquias. Nem oragos: quem tem oragos são as igrejas e as capelas. Tudo isso vem a propósito de…

Aldeia do Casteleiro no concelho do Sabugal - Capeia Arraiana

Aldeia do Casteleiro no concelho do Sabugal

Alterações climáticas

Fala-se hoje abundantemente nas alterações do clima como se tal fosse um fenómeno novo, uma originalidade do tempo em que vivemos. A verdade é que a história da Terra está cheia de fenómenos de modificação climática que levaram a grandes transformações na crosta terrestre, na vegetação e na vida animal.

Outono de seca em Portugal - António Emídio - Capeia Arraiana

Alterações do clima – uma realidade há muito sentida

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

A importância de «fugir da rotina»

No ano passado, na cidade da Guarda, realizou-se uma conferência sobre empreendedorismo tendo sido convidado para falar sobre a importância da inovação nas empresas. Entendi que a melhor forma de abordar o tema seria, na realidade, sair da zona de conforto procurando novos desafios.

A importância de fugir da rotina - António José Alçada - Capeia Arraiana

A importância de fugir da rotina

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (237)

Monchique não se entende. As primeiras horas eram as mais importantes. Não entendo. Onde raio fizeram estes senhores os cursos de comando de operações? Em Lamego não foi, de certeza…

Incêndio de Monchique tomou proporções inacreditáveis - Capeia Arraiana

Incêndio de Monchique tomou proporções inacreditáveis

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Passam os anos fica a saudade… (6)

Os amigos e as brincadeiras dessa altura, se tinham o centro na Rua Dom Dinis, estendiam-se um pouco por todo o Sabugal, Escola incluída. Um espaço como o que descrevi na semana passada, era claro que criava laços entre garotos e garotas de idades semelhantes, não só ali moradores, como atraídos pela brincadeira.

Brincadeiras de antigamente nas ruas - Capeia Arraiana

Brincadeiras de antigamente nas ruas

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Inconsistência de Robles: parecer o que não é!

Se não houvesse uma imprensa empenhada em contribuir para a decência na política, não sabíamos de muitas das coisas que se passam no país. Foi O «Jornal Económico» que trouxe, em primeira mão, a notícia sobre a incongruência entre a ação política e os interesses privados do vereador da Câmara Municipal de Lisboa, Ricardo Robles.

Fachada vandalizada do prédio da polémica - Capeia Arraiana

Fachada vandalizada do prédio da polémica

Fernando Capelo - Terras do Jarmelo - © Capeia Arraiana

Agora é que vossemecê me lixou!

O Zé Catano era o taberneiro mais alto de que tenho memória. Tinha uma estatura de trave. Vivia dentro da mesma camisola cinzenta que sempre lhe conheci. Sob o pescoço e, do decote do pulover espreitavam dois colarinhos azulados, sujos e assimétricos.

Taberna antiga

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

É propositadamente!

Na sua recente visita a Portugal, Angela Merkel referiu a necessidade dos políticos «falarem de forma mais compreensiva» evitando a «linguagem muito técnica (…) muitas pessoas já não sabem o que os políticos estão a falar».

Fake News são moda nos tempos que vivemos - António Emídio - Capeia Arraiana

Fake News (notícias falsas) são moda nos tempos que vivemos

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Emigrantes

Em Outubro de 1958 fui frequentar a Escola Apostólica de Cristo Rei em Gouveia, uma casa dirigida por Padres Alemães. Quando nas férias do Natal regressei à minha Aldeia – Bismula (Sabugal), dei conta que já não estavam algumas pessoas. Naqueles tempos, sabia-se que a dor ou alegria do vizinho era também nossa.

Entrada em Espanha nas Batocas

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – A Festa de Santo António

No Verão, desde há muito tempo, a terra enche-se de emigrantes e outros interessados em regressar ao torrão natal. Foi o meu trajecto nesta altura também durante dezenas e dezenas de anos, hoje infelizmente mais esfriado…

Festas de Santo António 2018 na freguesia do Casteleiro - Capeia Arraiana

Festas de Santo António 2018 na freguesia do Casteleiro

Troca de roupa como sinal de luto

O Almanach Insulano, dedicado aos Açores e à Madeira, apresenta na sua edição de 1874 um texto de Gonçalo Rodrigues da Câmara Lima com a descrição de costumes fúnebres sui generis que aconteciam em pequenas aldeias açorianas da Ilha Terceira.

Havia costumes fúnebres estranhos

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Verões escaldantes

Muitos deverão achar estranho o tempo em Portugal estar mais ameno que no ano passado, enquanto prolifera calores tórridos no Norte da Europa. Mesmo que alguns continuem a achar um perfeito disparate, estes fenómenos estão relacionados com as alterações climáticas. O problema é que não há uma consciencialização para este problema e as politicas dos governos, principalmente europeus, mesmo que se esforcem, lutam com a sustentabilidade das suas economias.

Verões escaldantes - António José Alçada - Capeia Arraiana

Verões escaldantes

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (235)

Por causa das audiências há canais que se esmigalham e que por elas sacrificam qualquer resquício de qualidade. Casos da SIC e da TVI. A partir de Setembro/Outubro, mais um caso flagrante de lamechice e de falta de nível.

Volta a Portugal em Bicicleta - Capeia Arraiana

Volta a Portugal em Bicicleta – Capeia Arraiana

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Passam os anos fica a saudade… (5)

E lá iniciei a minha vida na rua D. Dinis… Tenho de dizer que a entrada na rua é, ainda hoje, triunfal, pois a mesma começa no arco de entrada na Vila, e na torre do relógio. Ainda guardo uma cicatriz no joelho que espetei nas proteções metálicas que impediam (ah! ah! ah!) a subida à torre… Era nesta torre que ficava a sirene dos bombeiros que era comandada manualmente a partir de uma caixa embebida na parede.

Entrada na muralha do Castelo do Sabugal - Capeia Arraiana

Entrada na muralha do Castelo do Sabugal – Capeia Arraiana

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Os Carris e as Bitolas

A Ferrovia, nos últimos anos tem sido o parente pobre dos investimentos públicos feitos nesta área. As infraestruturas rodoviárias que se fizeram no país, por opção politica, relegaram o Comboio para segundo plano. Mas parece que as coisas estão a mudar.

Estação da Cerdeira

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Carta Africana – Direitos das pessoas e dos povos

O colonialismo é, obviamente, uma grave questão de direitos humanos. Mas para muita gente ficou lá atrás, num passado histórico de que não têm necessidade de falar. E assim se foram criando silêncios que não ajudam os países, colonizadores ou colonizados, a perceberem a importância do tema para a construção das próprias identidades nacionais.

Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos -Maria Rosa Afonso - Capeia Arraiana

Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Simples sombra

Fui obrigado a afastar-me do espírito da época em que vivo, refugiei-me numa espiritualidade humana e ética que tem por base o respeito pela Vida, pela dignidade do Homem e pala Natureza.

A Sombra - Capeia Arraiana

A Sombra

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Assim se falava na minha aldeia

Bela ocupação deste espaço hoje com expressões genuínas das pessoas do Casteleiro de há 60 anos! O tema de hoje – Gramática Popular – é dos que mais me atraem.

«Acende o Rádio!» e «Apaga o Rádio» - Capeia Arraiana

«Acende o Rádio!» e «Apaga o Rádio»

Eleições – uma calamidade para a sociedade

No Brasil de 1859, um rico dignatário irrompeu em impropérios contra a nova moda que tomava forma na política nacional: as eleições. Para ele a ida a votos era uma terrível calamidade que se abatia sobre o Brasil, pondo em luta irmão contra irmão.

Grupo de fazendeiros vem à cidade para votar

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

Concordata ou Discordata?

O termo de «Concordata» corresponde na gíria diplomática a um acordo celebrado entre a Santa Sé e um Estado soberano. No caso português, houve uma Concordata assinada em 7 de maio de 1940, que vigorou até 2004, onde foi substancialmente revista atendendo a que o Estado Português passou a ser laico e a salvaguardar a igualdade de direitos entre todas as confissões religiosas. A crónica de hoje aborda o contexto geopolítico da assinatura da primeira Concordata, em 1940.

Assinatura da Concordata no Vaticano a 7 de Maio de 1940. À direita o Cardeal Luigi Maglione, representante da Santa Sé e à esquerda o General Eduardo Marques, antigo Ministro das Colónias portuguesas - Capeia Arraiana

Assinatura da Concordata no Vaticano a 7 de Maio de 1940. À direita o Cardeal Luigi Maglione, representante da Santa Sé e à esquerda o General Eduardo Marques, antigo Ministro das Colónias portuguesas

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (234)

Dou com uma Maria Vieira «trumpista» doentia. Dou com uma decisão desesperada da SIC sem audiências que se vejam. E mostro-lhe as audiências de ontem, para ir comparando…

Maria «Trump» Vieira - Capeia Arraiana

Maria «Trump» Vieira (Foto: D.R.)

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Passam os anos fica a saudade… (4)

A Rua Principal terminava no Largo da Câmara… Há memórias tão fortes deste Largo que, por certo, algo vai escapar a este reviver do «meu» Sabugal.

Foto tirada no dia da inspecção junto à Câmara do Sabugal - Capeia Arraiana

Foto tirada no dia da inspecção junto à Câmara do Sabugal

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Interdependência(s)

Num mundo tão global e interligado, em que metade da humanidade está em trânsito, em que tudo tem a ver com tudo, atitudes unilaterais não são razoáveis. Apesar desta evidência, aparecem, aqui e ali, os «Trumps» desta vida a pôr tudo em causa, a denunciar acordos e compromissos internacionais, como se de uma coisa banal se tratasse.

Interdependência - Nada pode existir exclusivamente por si mesmo - Maria Rosa Afonso - Capeia Arraiana

Interdependência – Nada pode existir exclusivamente por si mesmo

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Passeio matinal

Passeei numa destas belas manhãs de Julho através do tardio Verão, esta já estava presente em cada folha de árvore em cada canto de passarinho e nos tapetes de flores que enfeitavam os caminhos. Não ia só, levava comigo um passado já distante.

Passeio matinal pelos campos do Sabugal - Capeia Arraiana

Passeio matinal pelos campos do Sabugal

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Um cidadão de corpo inteiro

Parente e Amigo de longa data, sempre presente desde a minha infância. A Mãe, uma Bismulense, Natividade dos Anjos Valente, apaixonou-se por Domingos Mateus, natural da Redondinha (Cerdeira do Côa), e ali constituíram família.

Bismula na década de 1960 – cortejo de oferendas

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Etnografia ao vivo

Tenho sempre o mesmo cuidado: recordar as coisas do meu tempo de menino e dar-lhes a dignidade com que as sinto. Hoje fui buscar umas ideias aqui deixadas há uns anitos – e que acho que merecem não ser esquecidas… Veja se concorda comigo…

Torre sineira da Igreja do Casteleiro - Capeia Arraiana

Torre sineira da Igreja do Casteleiro

Introdução do tabaco na Europa

As primeiras plantas de tabaco que chegaram à Europa vieram da ilha de Tabago, nas Antilhas, América Central. O uso de tabaco generalizou-se muito depressa, consumindo-se pela inalação de fumo e de pó, e ainda em tisanas para fins medicinais.

Plantação de tabaco

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

O ataque a Wiriyamu (Moçambique)

O ataque a Wiriyamu, uma localidade da Província de Tete, em Moçambique, foi uma ação militar das forças portuguesas, perpetrada no dia 16 de dezembro de 1972, com o nome de código Operação Marosca, tendo morrido um número significativo de civis. Este episódio marcou a política externa da época, com a publicação da notícia no Jornal Britânico «The Times», na edição de 10 de julho de 1973, tendo, provocado alguma tensão no exterior mas também no interior do país. Para alguns, foi considerado o ato mais violento que tropas portuguesas terão efetuado no período da guerra de libertação das antigas províncias ultramarinas, designada em Portugal por «Guerra Colonial».

Placa evocativa do ataque a Wiriamu - António José Alçada - Capeia Arraiana

Autoridades moçambicanas colocaram no local uma placa evocativa do ataque a Wiriyamu

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Postal TV (233)

Muito se vê futebol em Portugal! Os programas mais vistos, em geral são as transmissões de jogos de futebol… E a propósito: zangam-se as comadres, sabem-se as verdades… diz o Povo. Talvez agora isso aconteça na antiga equipa de Bruno de carvalho no regabofe que fizeram contra o seu clube: o SCP.

A SIC não descola das más audiências - Capeia Arraiana

A SIC não descola das más audiências

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Passam os anos fica a saudade… (3)

Entre 1959 e 1960 a minha vida deu uma volta completa… Foram dois anos muito movimentados estes de 1959 e 1960. Até aí a vida corria calma para uma criança, de brincadeira, muitas vezes em casa do Zé Maria (por onde andarão os soldadinhos de chumbo que tanto nos encantavam…), outras vezes na rua.

Cortejo de Oferendas no Sabugal - Capeia Arraiana

Cortejo de Oferendas no Sabugal

Maria Rosa Afonso - Orelha - Capeia Arraiana

Precariedade e superação humanas

O resgate dos treze jovens tailandeses, das profundezas da terra, nas grutas de Chiang Rai, no Norte a Tailândia, foi algo surpreendente, por nunca ter ocorrido um salvamento em condições de semelhante dificuldade. Parecia algo impossível, mas não o foi.

Crianças tailandesas rezam pelo sucesso do resgate dos meninos da gruta - Maria Rosa Afonso - Capeia Arraiana

Crianças tailandesas rezam pelo sucesso do resgate dos meninos da gruta

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O caminho da Eternidade

Que significou o nosso último olhar, Mãe? Aquele olhar feito de silêncios que nem as lágrimas humedeceram? Não! Aquele olhar não significou um eterno adeus, uma infinita Saudade, um grito de angústia ou o quebrantar das nossas almas. Eu compreendi tudo, Mãe.

Caminho para a Eternidade - Capeia Arraiana

Caminho para a Eternidade

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Os Avós

Se há dias comemorativos repletos de significado, um deles é o Dia dos Avós, aqueles que são pais duas vezes e que são de uma importância vital na sociedade dos nossos dias.

Os avós são pilares de apoio e berços de tantos filhos…

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Casteleiro – Gosto destes modos de falar

Não há como o ambiente de aldeia para a criação de expressões e modos de falar específicos. Hoje trago-lhes mais algumas expressões que soam ou pelo menos soavam nas ruas da aldeia quando eram mais habitadas.

Hoje, quem assim fala está no Lar... - Capeia Arraiana

Hoje, quem assim fala está no Lar…

Um defensor e um opositor do tabaco

Olivier de Serres, célebre agrónomo e escritor francês do final do século XVI, foi um eminente propagador das qualidades do tabaco. Já para o inglês Peter Columbell, que viveu na mesma época, o tabaco era detestável por ser nocivo para o indivíduo e para a sociedade.

Fumando tabaco

António José Alçada - Orelha - Capeia Arraiana

O desastre de Kandy

Existe uma ideia generalizada na nossa sociedade de que os nossos antepassados não eram assim tão guerreiros como outras potências coloniais. Efetivamente, como já escrevi numa crónica, os portugueses não se afoitavam muito para além das zonas costeiras, tendo baseado a sua influência na propagação da Fé Cristã e na atividade comercial. Porém, houve exceções, como foi o Desastre de Kandy, que hoje pretendo contar-lhes resumidamente. Os factos históricos que baseiam esta crónica foram recentemente relatados na Antena 2, no programa «Os Dias da História», de Paulo Sousa Pinto.

A ocupação militar no Ceilão - Capeia Arraiana

A ocupação militar portuguesa no Ceilão