Category Archives: Obituário

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Octávio Chau Afonso

Faleceu hoje Octávio Chau Afonso, de 81 anos, natural de Quadrazais, que foi advogado, escritor, jornalista e dirigente associativo. O funeral acontecerá em Lisboa no dia 8 de Novembro.

Octávio Chau Afonso

Obituário - © Capeia Arraiana

Morreu o Director do jornal «A Guarda»

Morreu esta sexta-feira, 6 de Outubro, no Hospital da Guarda, o Cónego Eugénio da Cunha Sério, director do jornal «A Guarda».

Cónego Eugénio da Cunha Sério - Jornal A Guarda - Capeia Arraiana

Cónego Eugénio da Cunha Sério (foto: Jornal «A Guarda»)

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu o padre Júlio Esteves

Faleceu quarta-feira, 27 de Setembro, o padre Júlio Esteves, diretor da Rádio Despertar, a Voz de Estremoz. O sacerdote era natural de Aldeia do Bispo, no concelho do Sabugal onde ficará sepultado.

Padre Júlio Esteves - Obituário - Capeia Arraiana

Padre Júlio Esteves – Aldeia do Bispo – Sabugal

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu o Padre António Souta

Faleceu hoje o Padre António Teixeira Almeida Souta, de 96 anos, antigo pároco do Sabugal, Aldeia de Santo António e Rapoula do Côa. Retirado das obrigações paroquiais desde 2007, residiu nos últimos anos na Cerdeira do Côa. O funeral realiza-se amanhã, dia 7, pelas 10 horas, em Belmonte, sua terra natal.

Padre António Souta

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu José Manuel de Oliveira

Faleceu ontem, dia 4 de Janeiro, na Figueira da Foz, José Manuel Oliveira, de 89 anos, conhecido no Sabugal, onde residia, por «Chefe Oliveira», por ter sido chefe de conservação da Junta Autónoma das Estradas.

José Manuel Oliveira

José Manuel Oliveira

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu o escritor Eduardo Sucena (1929-2017)

Faleceu ontem, dia 30 de Dezembro, em Lisboa, o escritor Eduardo Sucena, de 88 anos, natural da Guarda. Olisiponense, era também especialista na história do Fado e dos Templários em Portugal, para além de profundo conhecedor da obra literária de Nuno de Montemor.

Eduardo Sucena

Eduardo Sucena

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu José Gonçalves Lucas

Faleceu hoje, 30 de Outubro, José Gonçalves Lucas, de 90 anos, natural de Vale de Espinho, mas há muito radicado no Sabugal. O Funeral realiza-se amanhã pelas 15 horas.

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Márcia Tomé Martins

Faleceu Márcia Tomé Martins, de 36 anos de idade, natural de Rendo e Presidente da Assembleia de Freguesia dessa aldeia do concelho do Sabugal. O funeral realiza-se hoje, dia 26 de Outubro, pelas 16:30.

Márcia Tomé Martins

Márcia Tomé Martins

Obituário - © Capeia Arraiana

Morreu o escultor José Rodrigues

Morreu este sábado de manhã, no Porto, o escultor José Rodrigues, autor da estátua da Justiça, que está defronte ao edifício do Tribunal do Sabugal, e do busto do ministro da Justiça, Dr Antunes Varela, que inaugurou o edifício em 1966.

José Rodrigues

José Rodrigues

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Manuel Rito Alves

O ex-presidente da Câmara Municipal do Sabugal, Manuel Rito Alves, de 55 anos, faleceu ontem à noite, ao que tudo indica devido a um ataque cardíaco fulminante.
O funeral realiza-se na vila do Soito, amanhã, sexta-feira, dia 6, pelas 10:30 horas.

Manuel Rito Alves

Manuel Rito Alves

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu o padre Lopes de Alfaiates

Faleceu esta quarta-feira, 20 de Abril, aos 76 anos, o padre Manuel Lopes da Silva, pároco da Damaia, no concelho de Lisboa e natural de Alfaiates.

Padre Lopes - Damaia - Alfaiates - Capeia Arraiana

Padre Lopes de Alfaiates

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Manuel Francisco Esteves

Faleceu hoje de madrugada Manuel Francisco Esteves, de 69 anos, natural da Torre, onde residia, membro da Assembleia de Freguesia do Sabugal e Aldeia de Santo António.

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu o cineasta Vasco Nunes (1974-2016)

O cineasta português Vasco Nunes, de 41 anos, descendente de Aldeia do Bispo, faleceu na sexta-feira, dia 11, em Los Angeles, onde trabalhava há mais de década e meia, vítima de um acidente de viação.

Vasco Lucas Nunes

Vasco Lucas Nunes

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Cândida Tenreira Nicolau

Faleceu, com a idade de 102 anos, Cândida Tenreira Rosinha Nicolau, natural de Vale de Espinho, mãe do nosso colaborador Joaquim Tenreira Martins.

Cândida Tenreira Rosinha Nicolau

Cândida Tenreira Rosinha Nicolau

Obituário - © Capeia Arraiana

Almeida Santos (15-2-1926 – 18-1-2016)

Face ao falecimento de Almeida Santos, figura histórica do Partido Socialista e seu presidente honorário, a Comissão Política Concelhia do partido no Sabugal, liderada por Sandra Fortuna, emitiu um comunicado que transcrevemos na íntegra.

Almeida Santos era natural de Seia

Almeida Santos era natural de Seia

Obituário - © Capeia Arraiana

Morreu Filipe Panto – jogador da ACD Soito

Filipe Panto, jovem de 22 anos, natural de Quadrazais e descendente de Quadrazais e Malcata, faleceu ontem, dia 9 de Janeiro, vítima de ataque cardíaco enquanto dormia. Era jogador da equipa de futebol da Desportiva do Soito e estudante no Instituto Politécnico da Guarda. O funeral de Filipe Panto está marcado para esta terça-feira, 12 de Janeiro, às 10:30 horas na freguesia da Malcata. (Actualização.)

Filipe Panto - Quadrazais - Sabugal - Capeia Arraiana

Filipe Panto (foto: Carla Falhas)

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Setúbal – a família escutista está de luto

O dia 9 de Novembro estava a decorrer com a maior das normalidades – o calor do Verão de S. Martinho, as castanhas, o vinho novo e as sardinhas escorchadas acompanhadas com batata-doce da Comporta, couve-flor da Cova da Beira e água-pé de Palmela. As felicitações chegavam-me em catadupa por diversas vias. Era um dia muito especial, a recordação da minha nascença, há várias décadas. Estava tudo muito bem, quando ao cair do dia chegou a notícia de que o Chefe Joaquim morrera.

Joaquim Jesus Oliveira - uma grande perda para o Corpo Nacional de Escutas

Joaquim Jesus Oliveira – uma grande perda para o Corpo Nacional de Escutas

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Célio Rolinho Pires – In Memorian

Célio Rolinho Pires, natural de Pêga, concelho da Guarda, dedicou parte da vida ao estudo aturado das formas das pedras que povoam os horizontes da nossa região beirã. Grande revelador de afectos, os livros que publicou vão de encontro à história e à vivência das pessoas e dos lugares, cabendo assinalar o grande momento que foi a sua oração de sapiência no I Capítulo da Confraria do Bucho Raiano, realizado no Sabugal.

Célio Rolinho Pires proferindo a Oração de Sapiência no Capítulo da Confraria do Bucho Raiano

Célio Rolinho Pires proferindo a Oração de Sapiência no Capítulo da Confraria do Bucho Raiano

Obituário - © Capeia Arraiana

Gil Sanches Gomes (1953 – 2015)

Gil Sanches Gomes, natural de Aldeia Velha, freguesia do concelho do Sabugal, nascido a 6 de abril de 1953, faleceu no passado dia 8 de agosto, vítima de doença súbita.

Gil Sanches Gomes

Gil Sanches Gomes

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu João Luís Inês Vaz

Faleceu ao final da tarde de terça-feira, em Lamego, o Professor João Luís Inês Vaz, natural do Soito, concelho do Sabugal. As exéquias acontecerão hoje, quinta-feira, em Viseu às 13 horas, na igreja da Misericórdia, seguindo o funeral para o cemitério novo da cidade.

João Luís Inês Vaz - Obituário - Capeia Arraiana

João Luís Inês Vaz

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Natália Bispo

Faleceu na madrugada desta terça-feira, 30 de Dezembro, Natália Bispo, natural do Sabugal. Estava internada na Unidade de Cuidados Continuados do Fundão, debatendo-se com uma doença prolongada que a afectou gravemente. A Talinha, como era conhecida entre os amigos, foi uma lutadora pelo concelho do Sabugal, defendendo o seu desenvolvimento, a sua cultura e as suas gentes. Partiu uma grande amiga do Capeia Arraiana.

Natália Bispo

Natália Bispo

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Nelson Borges

Faleceu na África do Sul o sabugalense Nelson Borges, de 49 anos, num hospital onde estava internado após ter sido evacuado de Luanda (Angola) devido ao agravamento de uma doença que o afectou nos últimos dias.

Nelson Borges

Nelson Borges

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Maria do Céu Martins

Faleceu na madrugada desta sexta-feira, 27 de Junho, no Hospital do Fundão onde estava internada desde o início do ano, Maria do Céu Varandas Canelo Simões Martins, de 57 anos de idade. Casada com José Cipriano Simões Martins era mãe de Octávio Canelo Simões Martins e de Sérgio Abílio Canelo Martins. Foi funcionária do Registo Civil do Sabugal. O corpo está em câmara ardente na Igreja da Misericórdia do Sabugal estando o funeral marcado para amanhã, sábado, às 17:00 horas.

ca_obituario_20140627_550x365_01

À família enlutada (e à cunhada Natália Bispo) o Capeia Arraiana apresenta sentidas condolências.
jcl e plb

Obituário - © Capeia Arraiana

Fernando Pereira deixou de sorrir

Faleceu hoje, dia 15 de Abril, Fernando Pereira, o homem que marcava a Volta a Portugal em Bicicleta, sendo o primeiro a fazer-se à estrada, sempre com um largo sorriso e disposição contagiante. Com a Volta a passar pelo Sabugal nestes últimos três anos, Fernando Pereira realizou também aqui um cuidadoso trabalho de campo.

Fernando Pereira - o grande entusiasta da Volta a Portugal em Bicicleta

Fernando Pereira – o grande entusiasta da Volta a Portugal em Bicicleta

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu a acordeonista Eugénia Lima

Vai hoje a enterrar em Rio Maior, ao meio-dia, a famosa acordeonista albicastrense Eugénia Lima, de 88 anos, que morreu esta sexta-feira, dia 4 de Abril, ao final da tarde, na sua residência. A «Rainha do Acordeão» actuou por diversas vezes no Concelho do Sabugal, a última em Agosto de 2013, no Casteleiro.

Eugénia Lima - a Rainha do Acordeão

Eugénia Lima – a Rainha do Acordeão

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu Isabel Martins Vicente

Faleceu ontem em Aldeia do Bispo, concelho do Sabugal, Isabel Fernandes Martins Vicente, de 67 anos de idade, esposa do pintor Alcínio Vicente, cujo funeral se realiza hoje, dia 7 de Fevereiro, pelas 17 horas.

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu António Rodrigues Castilho

Faleceu ontem, após doença prolongada António Manuel Rodrigues Castilho, natural do Sabugal, com 44 anos de idade. Era funcionário da Câmara Municipal e bombeiro voluntário na corporação do Sabugal.

Obituário - Capeia Arraiana

Faleceu Florência Leitão Vasco

Faleceu na manhã desta segunda-feira, dia 12 de Agosto, no Hospital da Guarda, com 90 anos, a senhora Florência Leitão Vasco, mãe de Paulo Leitão Batista.

Florência Leitão Vasco - Capeia Arraiana

Florência Leitão Vasco – Capeia Arraiana

Faleceu Esperança Marques

Hoje, 13 de Julho, faleceu em Lisboa Esperança Marques, de 86 anos de idade, natural de Vila do Touro, concelho do Sabugal.

Faleceu Clemente Leal

Faleceu Clemente Leal, natural e residente em Sortelha, que contava com 82 anos de idade, e era pai do professor Joaquim Silva Leal, residente no Sabugal.

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

O Movimento Escutista está mais pobre

Joaquim Alves Fernandes, o Chefe Quim, como todos os Escuteiros da Região de Setúbal o conheciam e apelidavam, nasceu em 22 de Julho de 1953, na Freguesia da Bismula – Sabugal, filho de José Maria Fernandes Monteiro e Maria da Piedade Alves Lavajo. Faleceu a 26 de Fevereiro de 2013, na cidade do Sado, após longa e dolorosa doença.

Joaquim A. Fernandes enquanto jovem escuteiro

Joaquim A. Fernandes enquanto jovem escuteiro


Faleceu o bombeiro Sérgio Hilário

Sérgio Hilário, bombeiro dos Voluntários do Sabugal, faleceu hoje, dia 11 de Dezembro, no Hospital de Coimbra, onde estava internado há 12 dias, após ter sofrido um AVC quanto conduzia uma ambulância da corporação no IP3. O bombeiro sabugalense tinha 36 anos e fazia parte do efectivo dos soldados da paz, onde era muito estimado pelos colegas.

Faleceu Horácio Fernandes

Morreu hoje, no exacto dia em que cumpria 70 anos de idade o sabugalense Horácio Fernandes, vítima de doença prolongada.

Horácio Fernandes nasceu nas Quintas de São Bartolomeu e foi ainda menino viver para a então vila do Sabugal, sede do concelho, onde frequentou a escola, tendo por pedagogo o professor Cavaleiro e partilhando o banco da carteira com Fernando Pinto Monteiro, o ex Procurador Geral da República.
Do Sabugal acabaria por partir para Lisboa em busca de emprego, como tantos outros.
Já na capital empregou-se na Polícia Judiciária, onde foi agente, com intervenção no célebre caso Ballet Rose, nome por que ficou conhecido um processo que envolvia figuras públicas em actos de pedofilia e lenocínio. O escândalo provocado por essa investigação levaria Horácio Fernandes a abandonar a PJ, passando então a trabalhar na companhia de seguros Tranquilidade onde fez profissão até atingir a reforma.
Horácio Fernandes, que residia no Mortal, Estoril, era irmão do tenente coronel Orlindo Pereira.
O corpo do falecido será cremado no cemitério de Rio de Mouro – Sintra.
plb

Manuel António Pina – a morte aos 68 anos

Faleceu na tarde desta sexta-feira, 19 de Outubro, no Hospital de Santo António, no Porto, onde estava internado desde o início do Verão, o escritor e jornalista sabugalense Manuel António Pina.

MANUEL ANTÓNIO PINA era jornalista, cronista, escritor, poeta, dramaturgo, actividades em que se notabilizou.
Nasceu no Sabugal em 18 de Novembro de 1943 e viveu a infância numa constante mudança de lugar, passando nomeadamente pela Sertã e Oliveira do Bairro, para depois se fixar no Porto. O pai era chefe de Finanças, cargo que acumulava com o de juiz das execuções fiscais, pelo que não podia estar mais do que certo tempo em cada terra, por imposição legal. Recordará sempre esse tempo da infância e adolescência como a época em que fazia amigos num lugar, que depois perdia para refazer novas amizades noutro local distante.
Após os estudos secundários, concluídos no Porto, licenciou-se em Direito, na Universidade de Coimbra, onde para além de estudar trabalhava para garantir a independência financeira. Embora cursasse Direito gostava mais e frequentar as aulas de Literatura, sobretudo as dos mestres Paulo Quintela e Vítor Aguiar Silva. Mesmo assim, seguiu Direito e, concluído o curso, foi advogado durante algum tempo, porém já escrevia no Jornal de Notícias desde 1971 e o apelo da escrita foi sempre mais forte.
No jornalismo notabilizou-se pela crónica, que, para ele é uma espécie de meio caminho entre o jornalismo e a literatura. No Jornal de Notícia, ao qual se manteve sempre ligado, ocupou o cargo de editor cultural, mantendo uma permanente ligação aos aspectos literários. Nas horas vagas poetava e escrevia contos infanto-juvenil, fazendo um percurso de escritor, onde sobretudo se notabilizaria, recebendo o reconhecimento do seu mérito com a atribuição de inúmeros galardões, entre os quais o Prémio Camões no ano 2011.
A sua poesia, algo hermética, foi sempre marcada por uma espécie de nostalgia, traduzida num sucessivo jogo de memórias entre a infância (parte dela passada no Sabugal) e o quotidiano. Os poemas de Pina são igualmente marcados pela inquietação e a melancolia, tocando por vezes no paradoxo. Nada do que escrevia ou pensava era definitivo, quando lhe perguntaram (JL, 31/10/2001) se fazia alterações aos seus poemas antigos quando os reeditava, respondeu que não, porque de certa forma um texto antigo, escrito por ele e editado, já não lhe pertencia: «quando leio textos que escrevi há algum tempo, tenho a sensação que não foram escritos por mim. E, de facto, foram escritos por outra pessoa, por aquele que eu era.» Esta mutação do ser que somos com o evoluir do tempo é explicada de forma comparativa: «A Ilíada é um dos meus livros de referência. Li-a pela primeira vez quando era jovem e a que leio hoje não é a mesma que li, nessa altura. Porque eu próprio já sou diferente. Os cabalistas dizem que há tantas bíblias quantos leitores da Bíblia. Eu acho que há mais, tantas quantas as leituras.»
Como escritor, foi autor de vários títulos de poesia, novelas, textos dramáticos e ensaios, entre os quais: em poesia – Nenhum Sítio, O Caminho de Casa, Um Sítio Onde pousar a Cabeça, Algo Parecido Com Isto da Mesma Substância; Farewell Happy Fields, Cuidados Intensivos, Nenhuma Palavra e Nenhuma Lembrança; em novela – O Escuro; em texto dramático – História com Reis, Rainhas, Bobos, Bombeiros e Galinhas, A Guerra do Tabuleiro de Xadrez; no ensaio – Anikki – Bóbó; na crónica – O Anacronista; e, finalmente, na literatura infantil – O País das Pessoas de Pernas para o Ar, Gigões e Amantes, O Têpluquê, O Pássaro da Cabeça, Os Dois Ladrões, Os Piratas, O Inventão, O Tesouro, O Meu Rio é de Ouro, Uma Viagem Fantástica, Morket, O Livro de Desmatemática, A Noite.
Embora afastado da sua terra natal desde menino, Manuel António Pina afirmava com orgulho ser sabugalense. Em 4 de Abril de 2009 a Junta de Freguesia do Sabugal homenageou-o colocando na casa onde nasceu uma placa com a seguinte epígrafe: «Nesta casa nasceu o escritor e jornalista Manuel António Pina»
Em 2010 a Câmara Municipal da Guarda, criou, em homenagem a Manuel António Pina, um prémio literário com o seu nome, que distinguirá anualmente, e de forma alternada, obras de poesia e de literatura. Ainda em homenagem ao escritor sabugalense realiza-se na Guarda um ciclo cultural repleto de actividades.
Em 10 de Novembro de 2011, no ano em que foi galardoado com o Prémio Camões, o escritor foi por sua vez homenageado pela Câmara Municipal do Sabugal, que lhe atribuiu a medalha de mérito cultural do Município.
Manuel António Pina foi eleito pelo blogue Capeia Arraiana a «Personalidade do Ano 2011».

Segue-se um poema de Manuel António Pina, que aborda um assunto recorrente na sua poesia – a morte:

Algumas Coisas

A morte e a vida morrem
e sob a sua eternidade fica
só a memória do esquecimento de tudo;
também o silêncio de aquele que fala se calará.

Quem fala de estas
coisas e de falar de elas
foge para o puro esquecimento
fora da cabeça e de si.

O que existe falta
sob a eternidade;
saber é esquecer, e
esta é a sabedoria e o esquecimento.

plb e jcl

Francisco António Robalo – agradecimento

No século passado com toda a angústia existencial, Albert Camus questionava-nos: sabes o que é o encanto? É ouvir um sim como resposta sem nunca ter perguntado nada.

José Robalo – «Páginas Interiores»Eu diria complementando o pensamento deste ser atormentado, que era esse o amor do meu pai. Tinha sempre um sim, sem nunca lhe pedir nada. Aí residia o seu encanto – na sua forma generosa e fraterna.
Com o seu desaparecimento, hoje tenho a certeza que esse encanto se vai perpetuar.
Bem hajas pai.
Naturalmente ainda fragilizado por esta dor, não queria deixar de agradecer a todos aqueles que nos ajudaram a mim, ao meu irmão e à minha mãe e a toda a restante família, a minimizar este sofrimento e que das mais diversas formas nos manifestaram a sua solidariedade.
Hoje tenho a certeza que a morte, afinal, é independente das vontades e dos afectos
Obrigado ao Capeia Arraiana pelas palavras amigas.
José Robalo

Faleceu Francisco António Robalo

Morreu Francisco António Robalo, natural da Ruvina, concelho do Sabugal, de 82 anos, pai do presidente da Câmara do Sabugal, António dos Santos Robalo.

Faleceu Francisco RobaloFrancisco Robalo estava internado no Hospital da Guarda, onde faleceu devido ao agravamento de problemas cardíacos de que padecia.
Natural da Ruvina, Francisco Robalo esteve longo tempo em França, onde trabalhou como emigrante.
Para além do filho António Robalo, engenheiro e actual presidente da Câmara Municipal do Sabugal, o agora falecido era também pai de José Robalo, conhecido e prestigiado advogado com escritório no Sabugal.
O funeral realiza-se amanhã, dia 4 de Julho, pelas 11 horas, na Ruvina.

Apresentamos ao presidente da Câmara, António Robalo, ao seu irmão José Robalo, e demais família, os nossos sentidos pêsames.
plb

António Alves Fernandes - Aldeia de Joane - © Capeia Arraiana

Aldeia de Joanes – faleceu o Fatela

Ao ler este título, perguntam quem é esse Fatela? Aqueles que vivem em Aldeia de Joanes, Freguesia povoada pelos Templários e situada na Cova da Beira, conhecem-no.

Faleceu Francisco Lucas Mendes

Faleceu hoje no Porto, onde residia, Francisco Lucas Mendes, de 76 anos de idade, natural de Vale de Espinho, concelho do Sabugal.

Francisco Lucas Mendes era bancário aposentado e vivia no Porto, cidade para onde foi, após o casamento em segundas núpcias. Muito ligado ao Sabugal, era um homem especialmente interessado na actividade de índole cultural, sendo coleccionador de arte e frequentador assíduo dos eventos culturais.
Colaborou com a Casa do Concelho do Sabugal e com a Câmara Municipal nas diversas edições da Bienal de Artes do Sabugal, que nos anos de 1990 levaram sucessivamente a arte ao concelho, sendo particular amigo do artista plástico Guy Ferreira, o pai das bienais do Sabugal.
A sua casa, no Sabugal é um autêntico museu, composto por antiguidades, livros, fotografias e outros testemunhos do passado do Sabugal, do qual ele era um estudioso atento.
Francisco Mendes sofria de problemas cardíacos, devido aos quais veio a falecer, devido a um ataque súbito, que lhe foi fatal.
plb

Faleceu o presidente de Junta da Moita

António Joaquim Nabais Moreno, presidente da Junta de Freguesia da Moita, concelho do Sabugal, foi hoje encontrado morto em casa, na aldeia.

O presidente da Junta de Freguesia da Moita-Jardim, segundo apurou o Capeia Arraiana, já andava adoentado desde há algum tempo, pelo que terá, tudo o indica, sido vítima de um agravamento súbito da doença.
Depois dos vizinhos e dos amigos darem pela sua falta, o mesmo foi encontrado morto em casa, onde estava sozinho, ao início da tarde de hoje. Face às circuntâncias, foi chamada a Guarda Nacional Republicana e a autoridade de saúde.
O autarca, de 58 anos de idade, comerciante de profissão, era presidente da Junta de Freguesia da Moita-Jardim desde 2009, tendo sido eleito pelo Partido Socialista.
O funeral realiza-se amanhã, dia 5 de Fevereiro, pelas 16 horas, na Moita.
plb

Faleceu o empresário Fausto Baltazar

Faleceu ontem, dia 24 de Janeiro, o empresário Fausto Baltazar, proprietário da empresa Móveis Baltazar e Filhos, uma das mais antigas do Sabugal.

José Manuel Carvalho PereiraFausto Baltazar tinha 90 anos de idade e dedicou a sua vida à actividade empresarial. Proprietário de uma serração, conseguiu, com a ajuda dos filhos, fazer crescer o negócio, transformando a empresa numa reconhecida e prestigiada fábrica de móveis que vende para todo o país e exporta para alguns países da Europa, sobretudo para França.
Fausto Baltazar foi também um homem dedicado à comunidade sabugalense, tendo ocupado o lugar de presidente da comissão que geriu a Câmara Municipal do Sabugal durante o período que se seguiu à Revolução de 25 de Abril de 1974, até à realização das primeiras eleições autárquicas na era democrática.
O funeral de Fausto Baltazar realiza-se hoje, às 16 horas, no Sabugal.
plb