Category Archives: Motociclismo

Logo AAR - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana (orelha)

Capeia, caminhada e motos em Ruivós

Lá para os lados da aldeia de Ruivós é intensa a actividade da AAR-Associação dos Amigos de Ruivós em Agosto, o mês de todos os regressos às origens. Já este domingo, dia 2, os motoqueiros saudosistas das potentes Famel’s, Zundapp’s e V5’s vão percorrer pelo quinto ano consecutivo as estradas do concelho do Sabugal com o som inconfundível dos seus escapes e a adrenalina misturada com o cheiro da gasolina dos motores a dois tempos. Na noite de sábado, 8 de Agosto, os aficionados vão juntar-se para pegar ao forcão em mais uma Capeia Arraiana da «Segunda Liga de Honra». E para unir todos os filhos da terra (residentes e emigrantes) em convívio ao jantar nada melhor que antecedê-lo de uma tranquila caminhada, no dia 10, pelos poeirentos caminhos da freguesia de Ruivós tantas vezes palmilhados pelos seus antepassados.

IV Passeio de Motorizadas Clássicas 2014 - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana
Paulo Saraiva - Capeia Arraiana

Motochurrasco na Castanheira

A Junta de Freguesia da Castanheira em colaboração com alguns emigrantes e residentes organizou no dia 30 de Agosto de 2014 uma «Concentração Motochurrasco» junto ao complexo de piscinas da aldeia. Os organizadores ficaram surpreendidos com a adesão e ficou, desde já, prometida uma nova edição para 2015.

Concentração MotoChurrasco na Castanheira - Foto: Carlos Barroco - Capeia Arraiana
Logo AAR - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana (orelha)

Passeio de motorizadas clássicas em Ruivós (1)

A AAR-Associação dos Amigos de Ruivós organizou pelo quarto ano consecutivo o Passeio de Motorizadas Clássicas (cilindrada até 50cc.). Participaram cerca de 50 motociclistas que animaram as estradas do concelho do Sabugal passando por Valongo do Côa, Seixo do Côa, Termas do Cró, Rapoula, Roque Amador, Sabugal, Aldeia de Santo António, Alagoas, Malcata (com pequeno almoço na barragem), Quadrazais, Colónia Agrícola Martim-Rei, Soito, Nave, Ruvina e Ruivós. O almoço no Salão de Festas (já passava das quatro horas da tarde) juntou em convívio os motards e os habitantes da aldeia que neste mês de Agosto está «acrescentada» com os emigrantes. A iniciativa está integrada nos três eventos – passeio de motorizadas, capeia arraiana nocturna e caminhada – organizados pela Associação para este mês de Agosto.

IV Passeio de Motorizadas Clássicas 2014 - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana
Logo AAR - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana (orelha)

Passeio de motorizadas clássicas em Ruivós (2)

A AAR-Associação dos Amigos de Ruivós organizou pelo quarto ano consecutivo o Passeio de Motorizadas Clássicas (cilindrada até 50cc.). (Parte 2 de 3.)

IV Passeio de Motorizadas Clássicas 2014 - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana
Logo AAR - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana (orelha)

Passeio de motorizadas clássicas em Ruivós (3)

A AAR-Associação dos Amigos de Ruivós organizou pelo quarto ano consecutivo o Passeio de Motorizadas Clássicas (cilindrada até 50cc.). (Parte 3 de 3.)

IV Passeio de Motorizadas Clássicas 2014 - Associação Amigos Ruivós - Capeia Arraiana
José Carlos Lages - A Cidade e as Terras - © Capeia Arraiana (orelha)

A alma do vale dos motards

Nos dias que antecedem o terceiro fim-de-semana de Julho todas as curvas vão dar ao Algarve transformando Faro na capital europeia das duas rodas. Na estrada entre o aeroporto e a ilha de Faro as dunas do verde pinhal do Vale das Almas ficam pintadas com o colorido das tendas e das motos. No ar o roncar dos escapes sobrepõe-se aos aviões que ali bem perto levantam e aterram. Este ano as t-shirts negras da 33.ª concentração do Moto Clube de Faro ostentavam três «xis» suportados por três colunas. Irreverência provocatória e desalinhada que agrega num só espírito milhares de capacetes e casacos de cabedal de todas as idades.

33.ª Concentração de Motard Faro - 2014 - Foto: jcl - Capeia Arraiana

Piloto dos Fóios dá cartas no Todo o Terreno

O piloto de quad João Dias, natural dos Fóios e residente no Sabugal, encontra-se neste momento na terceira posição do campeonato nacional de Todo o Terreno (TT), tanto na classificação geral como na sua classe denominada de «open».

João Dias, que participa com uma Kawasaki KFX450R, encontrava-se na quarta posição e a subida de posto aconteceu depois de este ter feito um segundo lugar na geral e na classe na «baja» de Idanha-a-Nova, no passado fim de semana, nos dias 23, 24 e 25 de Setembro.
Na prova disputada na Idanha-a-Nova, o piloto Roberto Borrego desistiu por avaria no seu quad. Quem aproveitou foi Humberto Pinto, que conseguiu a vitória absoluta, com 6m53s de vantagem sobre o piloto raiano João Dias. Na luta pelo terceiro lugar, David Jacinto levou a melhor sobre Rafael Acúrcio, António Moreira, Nuno Rodrigues, Vítor Santos e João Brissos, este o melhor da classe «stock».
O campeonato Nacional de Todo-o-Terreno tem ainda duas provas por disputar. A próxima será o Raide de Góis, nos dias 8 e 9 de Outubro.
plb

«Portugal de Lés-a-Lés» passa no Sabugal

A 13ª edição do passeio de motociclistas «Portugal de Lés-a-Lés», que liga o Nordeste Transmontano ao Barlavento Algarvio, vai realizar-se de 23 a 25 de Junho de 2011, incluindo no percurso o Sabugal, onde está previsto o fornecimento do almoço aos participantes.

A grande festa do mototurismo nacional, tem como percurso: Mogadouro – Sabugal – Castelo de Vide – Vidigueira – Lagoa.
No feriado de 23 de Junho (quinta-feira), durante a manhã, os participantes concentram-se no Mogadouro (Bragança), onde realização um percurso pelo concelho, realizando-se depois um jantar de boas-vindas.
No dia 24 de Junho, pelas 6 horas, as equipas fazem-se à estrada seguindo para sul, no percurso dos vales do Sabor e Douro e das aldeias históricas da Beira Alta.
O almoço será servido no Sabugal, onde a organização promete aos participantes uma surpresa: «uma especialíssima salada que será servida para ajudar a combater a intensa canícula prevista para estes dias».
Depois far-se-ão de novo à estrada, seguindo por Monsanto, Monfortinho, Alcântara (Espanha) e Marvão. Ao fim da tarde atingirão Castelo de Vide, onde lhes será servido o jantar e onde pernoitarão.
No sábado, dia 25, os motociclistas voltam ao percurso, seguindo para Póvoa e Meadas, onde participam na celebração dos 500 anos desta freguesia alentejana. Avançam depois para Évora e dali para a Vidigueira, onde haverá almoço. De tarde o percurso será à beira-mar, pelas praias de Carvoeiro e Ferragudo, até atingirem o centro de Lagoa, onde termina a prova.
O «Portugal de Lés-a-Lés» é uma verdadeira festa, que reúne motociclistas em convívio, proporcionando um longo passeio pelo país, desfrutando da beleza paisagística, do conhecimento de locais históricos e da degustação da rica gastronomia tradicional.
A prova é organizada pela Federação de Motociclismo de Portugal e esta edição de 2011 terá um percurso total de 961,6 quilómetros
Com a maior lista de inscritos de sempre, o 13.º Portugal de Lés-a-Lés conta com alguns nomes bem conhecidos, como os ex-pilotos Paulo Marques, Bernardo Villar e Joaquim Cidade; os actores Vítor Norte e João Lagarto; os deputados Rodrigo Ribeiro e Miguel Tiago; o presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, José Manuel Marques.
plb

Lés-a-Lés trouxe 900 motas ao concelho (2)

As motas participantes na 11.ª edição do Portugal de Lés-a-Lés entraram por Vilar Maior, mas Alfaiates foi o único ponto de paragem obrigatória no concelho do Sabugal. Junto ao castelo medieval elementos da associação local e da Junta de Freguesia distribuíram sandes, águas e refrigerantes aos participantes.

GALERIA DE IMAGENS – 12-6-2009
Fotos Capeia Arraiana  –  Clique nas imagens para ampliar

Lés-a-Lés trouxe 900 motas ao concelho (1)

As motas entraram por Vilar Maior, mas Alfaiates foi o único ponto de paragem obrigatória no concelho do Sabugal. Junto ao castelo medieval elementos da associação local e da Junta de Freguesia distribuíram sandes, águas e refrigerantes aos participantes.

Associação, Câmara e Junta apoiaram a iniciativaEsta foi a 11.ª edição do Portugal de Lés-a-Lés, iniciativa que junta motards de todo o país e do estrangeiro, para fazerem o percurso de Norte a Sul de Portugal. As motas saíram ontem, dia 12 de Junho, de Boticas, perto de Chaves, tendo como destino final Olhão, no Algarve, onde chegarão amanhã.
O almoço dos participantes foi em Mêda, no distrito da Guarda. Depois as motas seguiram para sul, tendo cruzado o concelho do Sabugal. Passaram pela aldeia histórica de Vilar Maior e dirigiram-se a Alfaiates, local onde tinham um ponto de abastecimento de víveres e de bebidas frescas. Chegaram aos grupos de cerca de dez motociclistas e, após breve paragem, seguiram o seu rumo.
De Alfaiates as cerca de 900 motas foram por Aldeia Velha, Aldeia do Bispo, Fóios, Vale de Espinho, Quadrazais, Sabugal, Aldeia de Santo António e Sortelha, entrando depois na Beira Baixa, em direcção a Castelo Branco, cidade onde a organização garantiu o jantar e a pernoita.
Alfaiates foi a única paragem durante a tarde, e ali os motards foram bem recebidos pelos elementos da Junta de Freguesia, da Câmara e do Centro Cultural e Recreativo de Alfaiates, que lhes ofereceram o esperado apoio. Incasável o presidente da Junta de Freguesia, Francisco Baltazar, garantia que tudo correria pelo melhor. «Este foi o único ponto de paragem no concelho, porque no resto das terras é apenas ver e andar», disse o presidente visivelmente satisfeito pelo papel preponderante de Alfaiates. «O apoio foi garantido pela Câmara Municipal, com a colaboração da Junta de Freguesia e da nossa Associação» disse ainda o autarca.
Muitos populares vieram até ao largo do castelo observar as máquinas que iam chegando sucessivamente em pequenos grupos. Entre os motards reinava a boa disposição. Havia motas de todas as marcas e feitios, desde a mítica Harley até à não menos mítica vespa.
plb

Portugal de Lés-a-Lés passa no Sabugal

A 11.ª edição do «Portugal de Lés-a-Lés», organizado pela Federação de Motociclismo de Portugal, conta com a participação de mais de 900 aventureiros motards e vai ligar, entre os dias 11 e 13 de Junho, Boticas (Alto Douro) a Olhão no Algarve com pernoita em Castelo Branco. A primeira etapa, no dia 12, passa pela Mêda (paragem para almoço) e pelo concelho do Sabugal com o lanche a ser servido no Castelo de Alfaiates.

Castelo de AlfaiatesOrganizado pela Federação de Motociclismo de Portugal, o «11.º Portugal de Lés-a-Lés», tem inserido no seu programa uma paragem em Alfaiates para uma visita e ao mesmo tempo retemperar forças com um lanche tendo como cenário o Castelo local. A paragem, no dia 12 de Junho, tem como patrono a Câmara Municipal do Sabugal, a colaboração da Junta de Freguesia de Alfaiates e do CCRA (Centro Cultural e Recreativo de Alfaiates).
O Prólogo, a 11 de Junho, levará os participantes a conhecer a ruralidade do concelho transmontano por 92 quilómetros numa passeata muito diversificada, passando por muitos dos 52 lugares e 16 freguesias do concelho fundado no século XIX, no contexto da reforma administrativa de 1836. Traçado por montanhas e aldeias, através de bosques e carvalhais, passando por aldeias típicas como Torneiros, Curros Antigo, Fiães do Tâmega, Veral, Covas do Barroso, Vilarinho Seco, Alturas do Barroso, Atilhó, Carvalhelhos, Vilar e Codessoso, revelando a sua arquitectura tradicional, com casas graníticas e telhados de colmo, relógios de sol, pontões, cruzeiros e bebedouros. Num concelho com 256 moinhos accionados pela água serão visitados alguns que foram restaurados, bem como as termas e o Castro de Carvalhelhos, piscinas naturais ou a ponte românica sobre o rio Beça. Tudo servido por caminhos e estradas que, em vários locais, será necessário partilhar com o gado barrosão.
Boticas será o ponto de partida, às 7 horas do dia 12, para os 421 quilómetros da primeira etapa, até Castelo Branco onde as primeiras equipas deverão chegar por volta das 19 horas, ou seja, sobram 9 horas e 20 minutos, a uma média prevista de 45 km/h, tempo que inclui reabastecimentos e paragens para fotos.
À hora do almoço os pneus começarão a pisar docemente as calçadas das ruas de Mêda, sede de concelho da antiga província da Beira Alta, hoje denominada su-região Beira Interior Norte… O pelourinho de Mêda e a igreja de S. Bento serão sentinelas de tantas motos a descer a rua direita e a apertada travessa do Cautela. Passando pela frente da fachada trabalhada dos Paços do Concelho, os motociclistas cruzarão então toda a avenida principal de Mêda para se deterem no Parque de Campismo, novo, a estrear. Aí será servida uma refeição fresca e agradável.
A visita à aldeia histórica de Marialva será um dos ex-líbris da etapa seguindo depois a caravana para Coriscada, Ervedosa, Pinhel, Castelo Bom, Freineda e Malhada Sorda.
Chega então a hora de nova ronda histórica com a visita ao concelho de Sabugal. Vilar Maior, Alfaiates – com lanche no terreiro do castelo – Fóios, Quadrazais, Sabugal e Aldeia Histórica de Sortelha.
O percurso segue em direcção ao Fundão, Alpedrinha e Castelo Branco.
A segunda etapa, no sábado, atravessa o Alentejo interminável até à meta na cidade algarvia de Olhão.
jcl

Passeio por terras da Raia

O Grupo Cultural e Desportivo dos Fóios leva a efeito, amanhã, sábado, dia 6 de Dezembro, o segundo passeio de moto-quatro, por terras da raia sabugalense.

cartaz_quadmaniaO programa do evento começa com as inscrições dos interessados, a partir das 8 horas. Depois, às 9 horas, inicia-se o passeio. Após saírem dos Fóios, os participantes pararão em Aldeia da Ponte, onde degustarão o pequeno-almoço. Prosseguindo depois o passeio, farão nova escala em Aldeia de Santo António, onde almoçarão no salão da respectiva Junta de Freguesia. Ao fim da tarde regressam aos Fóios, onde haverá uma «vaca acelera», para que o passeio termine em grande animação.
A organização prevê a participação de mais de oitenta desportistas, graças ao forte empenho do sector do desporto do Grupo Cultural e Desportivo dos Fóios, que decidiu aproveitar o fim-de-semana prolongado para lançar a actividade.
Na organização trabalham sobretudo os jovens fojeiros Octávio e João Pedro, a quem o presidente da junta de freguesia, José Manuel Campos, agradece a dinâmica e a capacidade organizativa: «Temos que acarinhar estes jovens que lançam estas iniciativas, visto que são elas que dão vida às aldeias. Sejamos optimistas e persistentes porque, com vontade e união, havemos de alterar a tendência para a desertificação das nossas aldeias», disse-nos o autarca.
plb

Concentração «motard» organizada pelo «Teclado»

A discoteca Teclado, da Nave, gerida por Domingos Brigas Leitão, organizou no dia 5, terça-feira, uma concentração «motard» que percorreu muitas das aldeias do concelho do Sabugal.

Discoteca TecladoA partida das 35 motos e moto-quatro participantes foi dada, às 10 horas da manhã, no parque de estacionamento da discoteca. O almoço decorreu na praia fluvial de Vale das Éguas, o descanso do final de tarde na estação de serviço do Vicente no cruzamento da Nave e a sardinhada final nas instalações da discoteca «Teclado». A iniciativa decorreu sem percalços e Domingos Brigas Leitão aproveitou para convidar os participantes (e todos os motards interessados) a estar presentes na edição do próximo ano que contará com o apoio da Associação dos Amigos de Ruivós.
jcl

Concentração «motard» do «Teclado»

GALERIA DE IMAGENS – 5-8-2008
Fotos Capeia Arraiana – Clique nas imagens para ampliar