Category Archives: Património

Portugal - Capeia Arraiana (orelha)

Projectos turísticos privados para 30 monumentos

O Turismo de Portugal divulgou, esta terça-feira, 27 de Dezembro, a lista dos monumentos nacionais que vão ser abrangidos pelo Revive, um programa lançado pelo Governo para recuperar e valorizar património histórico através do turismo. Ao todo, são 30 monumentos, entre mosteiros, conventos, castelos e fortes, que irão a concurso público e cuja concessão ficará a cargo de grupos privados. Estes ficarão responsáveis por explorar estes monumentos como hotéis, restaurantes, museus ou espaços para eventos. O programa não integra nenhum monumento na Beira Alta.

Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel

Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel (foto: D.R.)

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

X Almoço em Lisboa da Confraria do Bucho Raiano

ESGOTADO. O restaurante da Associação Naval de Lisboa tem capacidade para 120 lugares que vão estar todos ocupados para o X Almoço Anual da Confraria do Bucho Raiano na região da Grande Lisboa. A chancelaria regista com muita satisfação mais um ano de grande adesão a uma iniciativa dos sabugalenses que mesmo estando longe vivem com a mesma intensidade (ou ainda mais) o amor às suas tradições, costumes e identidades da zona raiana do Rio Côa. E que mais uma vez se possa ouvir pela voz do grão-mestre da Confraria do Bucho Raiano: «Que entre Sua Excelência o Bucho Raiano!»

X Almoço Anual em Lisboa - Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana

Lotação esgotada no X Almoço Anual em Lisboa da Confraria Bucho Raiano

jcl

Internet - Capeia Arraiana

As ruínas das antigas Águas Radium

Os velhos e derruídos edifícios das termas Águas Radium e do Hotel da Serra da Pena, no concelho do Sabugal, são dos mais procurados por fotógrafos e outros admiradores de lugares abandonados, facto que motivou a publicação de um artigo na publicação New in Town, assinado pela jornalista Marta Gonçalves Miranda, que entre outras fontes, citou o jornal on-line Capeia Arraiana.

As ruínas da Serra da Pena

As ruínas da Serra da Pena

Rio Côa - © Capeia Arraiana

Fundação Côa Parque com dificuldades financeiras

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, disse ontem, 17 de Maio, no Parlamento, que o debate sobre o futuro da Fundação Côa Parque «está em aberto», mas que «os postos de trabalho estão salvaguardados, qualquer que seja a solução». O governante adiantou ainda que «a situação da Fundação foi a mais grave com que se deparou à chegada ao ministério».

Fundação Côa Parque -Capeia Arraiana
FIT - Feira Ibérica de Turismo - Capeia Arraiana

Álvaro Amaro e António Costa inauguraram FIT2016

O primeiro-ministro, António Costa, acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, inaugurou oficialmente esta quinta-feira, 5 de Maio, a 3.ª edição da FIT – Feira Ibérica de Turismo, que decorre até 8 de Maio, no Parque Urbano do Rio Diz, na Guarda. (com vídeo promocional.)

(clique nas imagens para ampliar.)
Naturtejo GeoPark - Capeia Arraiana

Geopark Naturtejo é um sucesso internacional

Os 10 anos de existência do Geopark Naturtejo foram comemorados em Penamacor. Durante a cerimónia o ministro da cultura, João Soares, fez questão de afirmar que «o projecto é exemplar a todos os níveis, não apenas para a região, mas também para o País e para a Europa». O projecto integra os concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Nisa, Oleiros, Proença-a-Nova, Vila Velha de Ródão e Penamacor.

Geoparque Naturtejo - Capeia Arraiana

Geoparque Naturtejo

ca2015_acontecimentoano_180x135

Acontecimento do Ano – Hino afinado ao futuro na Bendada

A Sociedade Filarmónica Bendadense foi fundada em 1870 por António Nunes da Fonseca Faria, primeiro professor primário da freguesia da Bendada no concelho do Sabugal. Inicialmente foi dado destaque ao ensino da música vocal até porque só em 28 de Agosto de 1881 foi possível adquirir o primeiro instrumento musical. Com reportório actual e bastante diversificado actuam em cerimónias religiosas (missas e procissões), participações lúdicas (concertos) e eventos públicos oficiais. Tem actuado por todo o país e já se deslocou a Espanha e França. O Capeia Arraiana considera que o Acontecimento do Ano 2015 é, afinal, um conjunto de vários acontecimentos que decorreram ao longo do ano sob a batuta da Sociedade Filarmónica Bendadense: concerto de Primavera com músicos espalhados pela serra da Senhora do Castelo a 900 metros de altitude; a inauguração da Casa da Música da Bendada e por fim a Semana Cultural de Natal. Nas pautas musicais com 145 anos de história está escrito um afinado hino em allegro maestoso ao futuro da Bendada.

Casa da Música da Bendada - Capeia Arraiana

Casa da Música da Bendada

Gastronomia - © Capeia Arraiana

Promoção de Montalegre com malta da casa

Está no «ar» a paródia musical que promove a XXIV Feira do Fumeiro e Presunto de Barroso. Montalegre volta, à semelhança de edições anteriores, a adaptar o sucesso musical do ano e a criar uma espécie de «hino» aos manjares da Terra. Ao todo, mais de 100 residentes no concelho de Montalegre fizeram parte desta megaprodução.

Afinal até parece fácil ter ideias para promover as riquezas de cada terra. O que não sei é se tudo isto resultou dum superior estudo académico sobre empreendedorismo e promoção dos produtos regionais.
jcl

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Natália Bispo – a guardiã da Casa do Castelo

Em tempo de Festas Natalícias o Capeia Arraiana solidariza-se com o momento de saúde extremamente doloroso de Natália Bispo, a Talinha para muitos dos seus amigos e conhecidos. Aqui deixamos emocionados desejos de rápidas melhoras para a «Guardiã da Casa do Castelo». Faltam-nos palavras e sobejam-nos lembranças e memórias do muito e muito que tem feito pela divulgação das gentes e das terras do Sabugal a grande sabugalense Natália Bispo. Força, coragem e fé querida amiga!

José Carlos Lages - Natália Bispo - Paulo Leitão Batista - Capeia Arraiana

Natália Bispo com os responsáveis pelo CapeiaArraiana.pt

jcl e plb

Joaquim Gouveia - Capeia Arraiana (orelha)

Brinquedos e brincadeiras de antigamente (6)

:: :: CASTELEIRO – JOGO DA BILHARDA :: :: – «…o trágico está na perda de capacidade de criar, de recriar e de construir ideias, de gerar coisas que rolam, que mexam, que produzam sons, que divirtam os criadores…»

Jogo da Bilharda - Capeia Arraiana

Jogo da Bilharda

Joaquim Gouveia - Capeia Arraiana (orelha)

Brinquedos e brincadeiras de antigamente (4)

:: :: CASTELEIRO – JOGO DO PIÃO :: :: – Noutros tempos, andar com um pião e uma baraça no bolso ou na sacola da escola era praticamente obrigatório. Alguns eram comprados mas, a maior parte, eram feitos manualmente, mesmo que não bailassem muito bem. Cada um fazia gala de exibir a sua própria criação.

Jogo do Pião - Jogo de Rapazes .- Joaquim Gouveia - Casteleiro - Capeia Arraiana

Jogo do Pião – Jogo de Rapazes

Joaquim Gouveia - Capeia Arraiana (orelha)

Casteleiro – Brinquedos tradicionais (1)

Viajar ao mundo do brinquedo e do brincar de antigamente é mergulhar num tempo em que a «necessidade aguçava o engenho», é percorrer os campos em que os rapazes guardavam gado, à rua onde moravam, ao interior da casa onde as raparigas brincavam às bonecas e ajudavam as mães nas suas lides. Esta viagem lúdica, iniciada aqui hoje, será a primeira entre várias, registadas em forma de crónicas, e que terei muito gosto em partilhá-las com os respeitados leitores do Capeia Arraiana.

Brincadeiras - Arco e Flecha - Casteleiro - Capeia Arraiana

Brincadeiras – Arco e Flecha – Casteleiro

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (25)

:: :: JARMELO :: :: – De entre os antigos municípios do distrito da Guarda há um que merece um especial destaque não só pela dimensão que teve mas também pelos acontecimentos de natureza histórica de que foi alvo. Estou a falar do Jarmelo. Aqui não há pelourinho.

Marco Geodésico no Monte  do Jarmelo - Guarda - Capeia Arraiana

Marco geodésico no Monte do Jarmelo – Guarda

VideoDestaque - © Capeia Arraiana

Sinta a adrenalina de pegar ao forcão

:: SINTA A ADRENALINA DE PEGAR AO FORCÃO :: :: Na Capeia Arraiana de Aldeia do Bispo pegaram ao forcão com uma câmara de filmar agarrada à galha. Sinta a adrenalina de pegar ao forcão e resistir às investidas do touro como se estivesse numa daquelas cabines com sensações virtuais de desportos radicais. A linguagem usada no «interior» do forcão pode ferir os ouvidos mais sensíveis. Autoria do vídeo: David Veras.

Marcos Prata - © Capeia Arraiana

Património funerário medieval no Sabugal (2)

No concelho do Sabugal há vestígios de sepulturas cavadas na rocha dos tempos medievais em, pelo menos, 17 aldeias do concelho com especial destaque para as aldeias raianas de Aldeia Velha, Aldeia do Bispo, Aldeia da Ponte, Badamalos e Ruivós. A produção (imagens e edição) da rubrica «Tradições Beirãs» tem a assinatura de Marcos Prata.


Autoria: Marcos Prata posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana

Marcos Prata - © Capeia Arraiana

Património funerário medieval no Sabugal (1)

No concelho do Sabugal há vestígios de sepulturas cavadas na rocha dos tempos medievais em, pelo menos, 17 aldeias do concelho com especial destaque para as aldeias raianas de Aldeia Velha, Aldeia do Bispo, Aldeia da Ponte, Badamalos e Ruivós. A produção (imagens e edição) da rubrica «Tradições Beirãs» tem a assinatura de Marcos Prata.


Autoria: Marcos Prata posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana

Rio Côa - © Capeia Arraiana

Cimeira da Identidade do Vale do Côa

A Associação de Desenvolvimento Regional Territórios do Vale do Côa, com sede em Almeida, debateu em cimeira na vila fronteiriça de Vilar Formoso a identidade da região e o novo quadro comunitário até 2020. Reportagem da jornalista Paula Pinto com imagem de Diogo Reis da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

LocalVisãoTv - © Capeia Arraiana
ca2013_localvisaotv_550x15

Autoria: LocalVisãoTv posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana

Joaquim Gouveia - Capeia Arraiana (orelha)

A roda do tempo

Com os seis franzinos anos, o Manel conhecia todas as ruas do povo, uma por uma! Do Batorel ao Ribeirinho, do Reduto ao Terreiro da Fonte, da Estalagem ao Alvarcão.

Burro na Roda do Poço - Joaquim Gouveia - Capeia Arraiana

Burro puxa à roda do poço no Casteleiro

Marcos Prata - © Capeia Arraiana

Vida antiga em Aldeia da Ponte (4)

:: :: A vida antiga em Aldeia da Ponte (4 de 4) :: ::
Último de quatro episódios do documentário filmado em Aldeia da Ponte. A produção (imagens e edição) da rubrica «Tradições Beirãs» tem a assinatura de Marcos Prata.


Autoria: Marcos Prata posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana

:: ::
«Tradições Beirãs», documentário de Marcos Prata

Joaquim Gouveia - Capeia Arraiana (orelha)

Rotunda com gente dentro

Desde muito cedo que a relação do homem com a terra se pautou por uma procura, constante, de respostas para as suas necessidades. É este espírito inconformista, que faz com que a sociedade de regenere e o «mundo pula e avança», como o caracterizaria António Gedeão.

Rotunda de Caria no acesso à A23

Rotunda de Caria no acesso à A23

Paulo Leitão Batista - Contraponto - © Capeia Arraiana (orelha)

Inventariar o património histórico

Urge inventariar o património histórico do concelho do Sabugal, sobretudo o que resultou da acção popular, pois é o mais sujeito a perder-se irremediavelmente caso não sejam tomadas medidas que o preservem.

Pontão sobre o rio Côa

Pontão sobre o rio Côa

Fernando Lopes - A Quinta Quina - © Capeia Arraiana

A língua portuguesa

Trago à escrita este pensamento de Pessoa, espraiando-se toda a grandeza de uma língua, a Língua Portuguesa. E trago-a porque, esta semana, o parlamento autonómico galego acaba de aprovar uma lei em que introduz a Língua Portuguesa como matéria de estudo em todo o seu sistema educativo.

Fernando Pessoa - Capeia Arraiana

Fernando Pessoa (desenho de João Beja)

«A minha pátria é a Língua Portuguesa» (Fernando Pessoa)

Capeias Arraianas / Encerros - © Capeia Arraiana (orelha)

Calendário das Capeias Arraianas 2014

O mês de Agosto carrega sempre o secreto apelo do regresso às origens para os que estão longe. No concelho do Sabugal faz povoar as aldeias, abrir as persianas, lotar os bancos das igrejas e encher os lugares públicos com um estranho mas familiar linguajar mesclado aqui e ali de expressões e palavras de origem francesa. Mas, para muitos dos sabugalenses é o tempo da mãe de todas as touradas – a capeia arraiana – espectáculo único que andou escondido esotericamente nas praças das nossas aldeias e que, agora, de há uns anos para cá parece ter perdido a vergonha e tudo faz para se dar a conhecer ao mundo. A tradição manda que as touradas com forcão, precedidas de encerro, se iniciem na Lageosa no dia 6 de Agosto e terminem em Aldeia Velha no dia 25. E que se oiça bem alto o grito: «Agarráááio»

Aldeia Histórica de Sortelha - © Capeia Arraiana (orelha)

Oficina sobre bracejo na aldeia histórica de Sortelha

A Associação «Aldeias Históricas de Portugal» organizou em Sortelha no fim-de-semana de 22 e 23 de Março, uma oficina com o tema «Bracejo, História, Design». A iniciativa destinada a recuperar o artesanato com bracejo contou com a participação de cerca de duas dezenas de participantes.

Entrelaços - Bracejo, História, Design - Capeia Arraiana

Aldeia Histórica de Sortelha – Entrelaços – Bracejo, História, Design

Câmara Municipal Sabugal - © Capeia Arraiana

Petição contra genocídio cultural em Vilar Maior

Um grupo de cidadãos, manifestando-se preocupados com o atentado ao património histórico de Vilar Maior, Sabugal, que resulta de uma obra da Câmara Municipal, subscreveu uma petição ao IGESPAR apelando ao fim daquele «genocídio cultural».

O atentado de Vilar Maior

O atentado de Vilar Maior

Tradições - © Capeia Arraiana

Jogos tradicionais nas Terras de Santa Bárbara

No sábado, dia 8 de Março, a aldeia de Cheiras, no concelho de Pinhel, foi o centro da recriação de jogos tradicionais de três países – Portugal, Espanha e França – através de associações que preservam a memória. Fernando Capelo, colaborador assíduo do Capeia Arraiana foi um dos dinamizadores e organizadores da feliz inciativa.

Os franceses que rolam tonéis

Os franceses que rolam tonéis

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (18)

:: :: MUXAGATA :: :: – Ao conceder forais a determinadas aldeias, as ordens militares ou o Rei reconheciam a sua importância para a defesa ou consolidação do território nacional. Foi o caso de Muxagata, que no século XIII recebeu foral atribuído pela Ordem dos Templários.

Solar dos Donas Boto - Muxagata - Capeia Arraiana

Solar dos Donas Boto – Muxagata

Por Terras de D. Dinis - Maria Máxima Vaz - © Capeia Arraiana

D. Dinis – Túmulo da filha Infanta Maria Afonso (1)

O que nos dizem os Cronistas e os Historiadores: «Teve elrei D. Dinis duas filhas bastardas, ambas do nome de Maria, uma que se conservou no século, outra que foi recolhida no mosteiro de Odivelas.» Foi esta a primeira informação que tive sobre a Infanta sepultada em Odivelas. Nenhuma outra certeza completava esta. Borges de Figueiredo no seu livro «O Mosteiro e Odivelas – Casos de Reis – Memórias de Freiras» teceu algumas conjecturas por confirmar ainda hoje.

Túmulo da Infanta Dona Maria Afonso, filha natural do Rei D. Dinis, no Mosteiro de São Dinis e São Bernardo em Odivelas - Foto: Capeia Arraiana

Túmulo da Infanta Dona Maria Afonso, filha natural do Rei D. Dinis,
no Mosteiro de São Dinis e São Bernardo em Odivelas – Capeia Arraiana

Capeias Arraianas / Encerros - © Capeia Arraiana (orelha)

Documentário sobre Capeias na SIC Notícias

«Tradições – Retalhos da vida de um Povo» é uma série documental de 13 episódios da produtora Roughcut que irá para o ar na SIC Notícias retratando diversos aspectos da cultura popular portuguesa. A Capeia Arraiana das terras sabugalenses vai estar em destaque no terceiro programa com a supervisão e garantia de qualidade dos professores José Manuel Campos e Adérito Tavares.

Tradições - Roughcut - Capeia Arraiana

Tradições – Roughcut – Capeia Arraiana

Teresa Duarte Reis - O Cheiro das Palavras - © Capeia Arraiana

Embaixadora de Israel recebida no Sabugal

«Território de presença mas também de abandono» foram as palavras com que o Presidente da Câmara do Sabugal, António Robalo, encetou a sua abordagem na receção feita à Embaixadora de Israel, Tzipora Rimon, na Câmara Municipal do Sabugal, no passado dia 3 de Fevereiro. A presença da Embaixadora de Israel mostra que o Sabugal é um dos concelhos com muitas referências judaicas e pode ser considerado um dos marcos da importância do Judaísmo em Portugal.

Tzipora Rimon, embaixadora de Israel, com Natália Bispo na Casa do Castelo do Sabugal

Tzipora Rimon, embaixadora de Israel, com Natália Bispo na Casa do Castelo do Sabugal

Casa do Castelo - Sabugal ©‎ Capeia Arraiana (orelha)

Embaixadora de Israel visita Casa do Castelo

A embaixadora de Israel, Tzipora Rimon, vai visitar a identidade do povo judeu em seis municípios da região da Serra da Estrela – Sabugal, Guarda, Belmonte, Manteigas, Trancoso e Covilhã – num programa organizado pela Rede de Judiarias de Portugal. No concelho do Sabugal irá conhecer o Aron Há Kodesh da Casa do Castelo e a Sinagoga de Vilar Maior.

Casa do Castelo - Aron há Kodesh - Sabugal - Capeia Arraiana

Aron Há Kodesh – Casa do Castelo – Sabugal

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

«100 Fugas» visitam Mosteiro de Odivelas

A Marmelada de Odivelas e o Bucho Raiano do Sabugal vestiram-se a rigor e «deram-se a provar» durante a visita do clube cultural «100 Fugas» ao Mosteiro de Odivelas. Para conduzir a viagem histórica, desde D. Dinis até às meninas do Instituto de Odivelas, os visitantes tiveram o privilégio de ser guiados pela doutora Maria Máxima Vaz.

Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana
Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Capítulo da Confraria da Marmelada no Mosteiro

– «Divina!» –, exclamaram em uníssono os 18 novos confrades entronizados após saborearem o cubo de marmelada conventual. A cerimónia do III Capítulo e Entronização da Confraria da Marmelada de Odivelas teve lugar na Sala do Tecto Bonito do Mosteiro de São Dinis e São Bernardo testemunhada por representações de confrarias gastronómicas de todo o País e por entidades e personalidades do concelho. A Oração de Sapiência esteve a cargo da confreira honorária Prof.ª Doutora Maria Máxima Vaz que «deu a provar verbalmente» os doces conventuais da região. O programa incluiu um cortejo inédito de todas as confrarias pelas ruas da cidade de D. Dinis. A Confraria do Bucho Raiano do Sabugal esteve representada com oito confrades e um acompanhante.

III Capítulo Confraria Marmelada Odivelas - Capeia Arraiana
Aldeia Histórica Sortelha - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

Sortelha – uma «vila» esquecida

Em Março de 1971 a então muito prestigiada revista Panorama, dedicada à arte e ao turismo, publicou um artigo da escritora Luiza Manoel de Vilhena que relata uma viagem fabulosa a Sortelha, onde descobriu uma vila medieval preservada pelo esquecimento. Com um texto muito bem cuidado e recorrendo a abundante ilustração fotográfica (a preto e branco), a escritora revela aos portugueses os encantos de uma povoação medieval erigida sobre altos penedos, onde vive gente simples e humilde, de feições vincadas pelas agruras da vida. Podemos afirmar que foi este artigo que deu a conhecer Sortelha e a encaminhou numa via que a levaria a ser considerada uma das mais belas aldeias históricas portuguesas. Transcrevemos esse magnífico texto e as fotografias que o acompanharam na edição n.º 37 (IV Série) da Panorama, revista editada pela Secretaria de Estado da Informação e Turismo.

Aldeia Histórica Sortelha - Sabugal - Capeia Arraiana

«Entramos na Aldeia Histórica de Sortelha (Sabugal) por uma porta ainda intacta»

José Carlos Lages - A Cidade e as Terras - © Capeia Arraiana (orelha)

Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra

A Biblioteca Joanina foi mandada edificar por D. João V, o Rei Magnânimo, no século XVIII. Está situada no Palácio das Escolas no pátio da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e é reconhecida pela UNESCO como Património Mundial. Reconhecida como uma das mais originais e espectaculares bibliotecas barrocas europeias é visitada anualmente por milhares de pessoas e alberga valiosas colecções de livros que vão do século XVI até ao início do século XIX.

Biblioteca Joanina - Universidade Coimbra - Capeia Arraiana

Biblioteca Joanina – Pátio da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

Adérito Tavares - Na Raia da Memória - © Capeia Arraiana (orelha)

Sobre as origens da Capeia Arraiana

Em Novembro de 2012 participei nas Jornadas sobre Tauromaquias Populares, no Sabugal. Foram apresentadas muitas e variadas comunicações que aguardam a publicação das respectivas actas para chegarem às mãos do público. Entretanto, acho que um blogue que se chama «Capeia Arraiana» é um bom espaço para retomar duas questões que então abordei e que ainda continuam em aberto: «As origens da capeia» e «As origens do forcão». Em duas crónicas sucessivas, tentarei trazer mais algumas achegas a estes dois apaixonantes e discutidos temas da antropologia cultural raiana.

Iluminura da cantiga 144 das «Cantigas de Santa Maria», de Afonso X, o Sábio, sobre o «Touro nupcial de Plasencia» - Capeia Arraiana

Iluminura da cantiga 144 das «Cantigas de Santa Maria», de Afonso X, o Sábio,
sobre o «Touro nupcial de Plasencia»

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (6)

:: VILA DO TOURO :: Ao conceder forais a determinadas aldeias, o Rei reconhecia a sua importância para a defesa do território nacional. Quando essas aldeias entretanto concelhos, perderam essa importância, foram extintos os concelhos. É importante, é necessário, é justo, reavivar a memória dos mais esquecidos.

Pelourinho de Vila do Touro - Sabugal - Capeia Arraiana

Pelourinho de Vila do Touro – Sabugal (foto: D.R.)

Romeu Bispo - Casa do Castelo - © Capeia Arraiana

A qualificação foi vencida pela incompetência

A Casa do Castelo no Sabugal vai fechar porque a qualificação foi vencida pela incompetência. O projecto familiar de Natália e Romeu Bispo resistiu até ao limite mas os proprietários consideram que «estão esgotados até porque agora, os que não gostam da Casa, já passaram aos insultos». O concelho do Sabugal vai ficar mais pobre, ainda mais pobre e os suspeitos são… «os do costume».

Natália Bispo - Casa do Castelo - Capeia Arraiana

Natália Bispo – Casa do Castelo – Capeia Arraiana

TRANSCUDANIA_222_300_resized

À descoberta dos Castelos de Rocha

A Associação Transcudânia, Associação para a valorização do Património Histórico e Natural do concelho do Sabugal em conjunto com a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e ao abrigo do programa Ciência Viva no Verão, tem vindo a realizar há alguns anos várias actividades em diversas áreas científicas, tais como Biologia e Geologia promovendo, assim, o património natural do concelho do Sabugal, nomeadamente pelas actividades já realizadas e por realizar, tais como a “Geologia e Geomorfologia da Serra das Mesas”, a “Biodiversidade das margens da Barragem do Sabugal e Rio Côa” e a “descoberta da Biodiversidade da Serra da Malcata – Espirito Santo”.

Castelos de Rocha

Castelos de Rocha

À Fala Com... - © Capeia Arraiana

D. Dinis – Entre Odivelas e o Sabugal (1)

O Capeia Arraiana juntou, em Odivelas, junto ao túmulo de El Rei D. Dinis dois dos mais ilustres historiadores do concelho do Sabugal: Maria Máxima Vaz e Adérito Tavares. O resultado dessa histórica conversa – «Por terras de D. Dinis… Na Raia da Memória» – é um documentário dividido em dois episódios que nos orgulhamos de publicar e partilhar com todos. Os documentários podem ser vistos na LocalVisãoTV na Zon (posições 14 e 199), Meo (198 e 199), Cabovisão (16), Vodafone TV (198 e 199) e Optimus Clix (19).

LocalVisãoTv - © Capeia Arraiana
ca2013_localvisaotv_550x15

Autoria: Capeia Arraiana posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana