Category Archives: F. Castelo Rodrigo

Sporting Clube Sabugal - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

Futebol: Sabugal vence Figueirense

No domingo, o Sporting do Sabugal foi a Figueira de Castelo Rodrigo vencer a equipa local por duas bolas sem resposta, cimentando assim a liderança do campeonato distrital de futebol.

17264547_1842984482627703_1714715422961749009_n

Brasão Figueira Castelo Rodrigo - Capeia Arraiana

Limpeza na albufeira de Santa Maria de Aguiar

No dia 12 de Novembro, os alunos do Agrupamento de Escolas participaram numa acção de sensibilização “Limpeza da zona envolvente da albufeira da barragem de Santa Maria de Aguiar e plantação de freixos e lódãos”, promovida pelo Município de Figueira de Castelo Rodrigo.

Os participantes da acção ambiental

Os participantes da acção ambiental

Brasão Figueira Castelo Rodrigo - Capeia Arraiana

Escola de Figueira promove literacia científica

Ao abrigo dos dias ainda quentes que se fizeram sentir no outono e acreditando no grande potencial das aulas de campo, o Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo proporcionou aos alunos de Biologia e Geologia três dias de acampamento na Reserva da Faia Brava.

Descobrindo o património natural de Figueira de Castelo Rodrigo

Descobrindo o património natural de Figueira de Castelo Rodrigo

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Capítulo da Confraria dos Sabores Raianos

A Confraria do Bucho Raiano do Sabugal esteve no sábado, dia 9, em Figueira de Castelo Rodrigo, no VIII Grande Capítulo da Confraria Gastronómica dos Aromas e Sabores Raianos.

VIII Grande Capítulo da Confraria Gastronómica dos Aromas e Sabores Raian0s

VIII Grande Capítulo da Confraria Gastronómica dos Aromas e Sabores Raian0s

Novembro - 2015 - Efemérides - Capeia Arraiana

efemérides 2015 – 8 de Novembro

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 8 DE NOVEMBRO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… Hoje destacamos a confirmação por D. Dinis dos forais leoneses de Almeida, Castelo Rodrigo e Castelo Bom, em 1296.

Há 719 anos foram confirmados os forais de Almeida, Castelo Rodrigo e Castelo Bom

Há 719 anos foram confirmados os forais de Almeida, Castelo Rodrigo e Castelo Bom

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

Detenção de condenado que ia sair do País

A Guarda Nacional Republicana deteve no concelho do Sabugal um homem condenado a pena de 6 anos de prisão por tráfico de estupefacientes quando se preparava para fugir do país.

Efemérides 2015 - Junho - Capeia Arraiana

Efemérides 2015 – 20 de Junho

:: :: EFEMÉRIDES 2015 :: 20 DE JUNHO :: :: O Capeia Arraiana publica diariamente as efemérides mais relevantes de cada data… Hoje destacamos a inauguração da ponte de Barca d’Alva, em 1955.

A ponte de Barca d'Alva foi inaugurada há 60 anos

A ponte de Barca d’Alva foi inaugurada há 60 anos

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

Homem detido na posse de Explosivos

No dia 15 de Junho o Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel da GNR deteve em flagrante delito, na localidade de Santa Eufémia, um homem de 62 anos, por posse de explosivos.

Os explosivos apreendidos

Os explosivos apreendidos

Rui Nascimento - Sporting Clube Sabugal - Capeia Arraiana

Futebol distrital – Sabugal venceu Figueirense por 1-4

Disputou-se este domingo a 22ª Jornada do Campeonato Distrital, mais uma vez muito emotiva, onde o Sabugal venceu justamente no difícil campo do Figueirense por 1-4.

Sabugal ganhou em Figueira de Castelo Rodrigo

Sabugal ganhou em Figueira de Castelo Rodrigo

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (29)

:: :: ESCALHÃO :: :: – A existência de Pelourinhos nem sempre foi consequência da existência de Municípios. Muitos existiram sem que os seus pelourinhos chegassem até nós. Isso verifica-se principalmente em locais grandemente fustigados por batalhas e invasões militares. Escalhão foi um desses Municípios. Aqui não há pelourinho.

Igreja matriz de Escalhão

Igreja matriz de Escalhão

Paulo Leitão Batista - Contraponto - © Capeia Arraiana (orelha)

A ousadia de Figueira de Castelo Rodrigo

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo, face ao abandono a que o governo vem votando a sua população, decidiu afectar 300 mil euros por ano para criar um seguro de saúde gratuito para os habitantes do concelho.

Apresentação do projecto «Seguro de Saúde Municipal - Figueira Saudável»

Apresentação do projecto «Seguro de Saúde Municipal – Figueira Saudável»

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (27)

:: :: CINCO VILAS :: :: A existência de Pelourinhos nem sempre foi determinante para a existência de Municípios. Muitos existiram sem que os seus pelourinhos chegassem até nós. Isso verifica-se principalmente em locais grandemente fustigados por batalhas e invasões militares. Cinco Vilas foi um desses municípios. Aqui não há pelourinho.

Igreja matriz de Cinco Vilas

Igreja matriz de Cinco Vilas

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

GNR faz detenções por vários crimes

No decurso da semana transacta a GNR do comendo territorial da Guarda procedeu a detenções nos concelhos de Mêda, Gouveia, Seia, Celorico da Beira, Guarda, Figueira de Castelo Rodrigo e Pinhel, por crimes diversos, como tráfico de estupefacientes, furto, violência doméstica e incêndio florestal.

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (23)

:: :: FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO :: :: – Ao conceder forais a determinadas aldeias, as ordens militares ou o Rei reconheciam a sua importância para a defesa ou consolidação do território nacional. No caso de Castelo Rodrigo que actualmente é uma freguesia do Município de Figueira de Castelo Rodrigo o foral e a sua transformação em concelho, ocorreu antes mesmo de o território integrar o território português.

Vista do Castelo de Castelo Rodrigo

Vista do Castelo de Castelo Rodrigo

Adérito Tavares - Na Raia da Memória - © Capeia Arraiana (orelha)

O amigo ribacudense de Rembrandt

Em 5 de Dezembro de 1496 o rei D. Manuel I assinou o decreto que forçava os judeus a converter-se ao cristianismo ou, caso recusassem, a serem expulsos de Portugal. Muitos dos que se viram obrigados a sair da terra onde nasceram foram estabelecer-se em países mais tolerantes, como a Holanda. Alguns deles eram cultos e dinâmicos, gente que viria a fazer muita falta em Portugal e que, em contrapartida, contribuiria para o progresso cultural e económico do Norte da Europa. Foi o caso de Martim Álvares (que depois adoptaria o nome hebraico de Ephraim Ezekiah Bueno), médico e amigo do pintor Rembrandt, que a Inquisição tinha forçado a sair de Castelo Rodrigo ainda criança.

Rembrandt: A Lição de Anatomia do Dr. Tulp (1632)

Município de Figueira de Castelo Rodrigo - Capeia Arraiana

Figueira de Castelo Rodrigo quer certificar iguarias

Três chefs de renome – André Magalhães, Conor Gillen e Leo Guzman – apresentaram em Figueira de Castelo Rodrigo várias interpretações e derivações do «Borrego da Marofa» a iguaria que o município presidido por Paulo Langrouva quer certificar. Reportagem da jornalista Sara Castro com imagem de Diogo Reis da redacção da LocalVisãoTv da Guarda.

LocalVisãoTv - © Capeia Arraiana
ca2013_localvisaotv_550x15


Autoria: LocalVisãoTV posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana

Paulo Leitão Batista - Contraponto - © Capeia Arraiana (orelha)

A inutilidade da CIM Beiras Serra da Estrela

A Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela, que agrega 15 Municípios, é, à semelhança das demais entidades do género, uma estrutura que serve para sorver dinheiros públicos e que nada traz de verdadeiramente positivo ao desenvolvimento do território.

A CIM pouco contribui para o desenvolvimento

A CIM pouco contribui para o desenvolvimento

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

Aumentou o número de idosos isolados

O Comando Territorial da Guarda da GNR contabilizou na «Operação Sensos Sénior» 2.713 idosos a viverem sozinhos ou isolados no distrito da Guarda, o que representa um aumento de 12 por cento em relação ao ano de 2013. No concelho do Sabugal foram sinalizados 313 idosos nessas condições.

GNR sinalizou idosos que vivem isolados

GNR sinalizou idosos que vivem isolados

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

GNR deteve por posse de armas e de droga

O Comando Territorial da Guarda da GNR divulgou o resultado da actividade operacional da semana passada, onde se destacam detenções por posse ilegal de armas e de munições, assim como de estupefacientes, em Trancoso, Figueira de Castelo Rodrigo e Freixedas.

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

Detidos por posse ilegal de munições

O Comando Territorial da Guarda da GNR anunciou a detenção de dois homens, em Vila Nova de Foz Côa e em Trancoso, pela posse ilegal de munições para armas. Uma das detenções resultou de uma busca domiciliária no âmbito de uma investigação criminal e a outra de uma acção de fiscalização de trânsito rodoviário.

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (9)

ALMENDRA e CASTELO MELHOR conceder forais a determinadas aldeias, o Rei reconhecia a sua importância para a defesa do território nacional. Quando essas aldeias entretanto concelhos, perderam essa importância, foram extintos os concelhos. É importante, é necessário, é justo, reavivar a memória dos mais esquecidos.

Igreja Matriz de Almendra

Igreja Matriz de Almendra

Religião - © Capeia Arraiana (orelha)

Malcata e Casteleiro têm novo pároco

O bispo da Guarda, D. Manuel Felício, nomeou o Padre Eduardo Jorge Nunes Mendes para pároco de Malcata, Santo Estêvão, Moita, Casteleiro, Vale da Senhora da Póvoa e Meimão.

Padre Eduardo Mendes

Padre Eduardo Mendes

GNR - © Capeia Arraiana

GNR deteve incendiário em Castelo Rodrigo

Na tarde de hoje, 20 de Agosto, militares da GNR identificaram um homem de 51 anos de idade, residente em Coimbra, por suspeitas de atear um incêndio que tem vindo a consumir uma área considerável de mato rasteiro e pinheiros, na freguesia de Castelo Rodrigo.

Aldeia Histórica Sortelha - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

A Viagem do Elefante em Sortelha

O espectáculo comunitário de teatro de rua «A Viagem do Elefante» vai a Sortelha no dia 27 de Julho, sábado, pelas 22 horas. Trata-se de uma produção do Trigo Limpo teatro ACERT em coprodução musical com Flor de Jara (Espanha) e em parceria com a Fundação José Saramago.
ACTUALIZADO

A Viagem do Elefante

A Viagem do Elefante

José Fernandes - Do Côa ao Noémi - © Capeia Arraiana

Pelourinhos em Terras de Riba Côa (1)

Os pelourinhos são pequenos monumentos que simbolizaram a autonomia municipal principalmente na administração da justiça. As aldeias que possuem pelourinho e não são Municípios, provavelmente já o foram ou a sua localização geográfica justificou o seu destaque. Tem de existir uma relação directa entre os forais e os pelourinhos.

Pelourinho de Vila do Touro

Pelourinho de Vila do Touro

Aldeia Histórica Sortelha - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

Sortelha em percurso turístico

Entre os dias 20 e 24 de Junho, Sortelha vai estar na rota turística de um grupo de 25 prescritores, provenientes de 11 países, que vai visitar as regiões do Douro e da Beira Interior. O objectivo é estimular a cooperação empresarial e investir na internacionalização com vista à afirmação turística destas regiões de Portugal.

Sortelha em rota turistica da Beira Interior

Sortelha em rota turistica da Beira Interior

Rio Côa - © Capeia Arraiana

Figueira de Castelo Rodrigo no Museu do Côa

No Dia Internacional dos Museus que se celebra este sábado, 18 de Maio, e no ciclo temático «Vale do Côa – uma região que inspira» o concelho de Figueira de Castelo Rodrigo aposta na promoção da sua oferta turística no Museu do Côa situado em Vila Nova de Foz Côa.

GNR - © Capeia Arraiana (orelha)

GNR apreende cannabis e metal furtado

O comando territorial da Guarda da GNR informou que na semana transacta procedeu à apreensão de plantas de cannabis que eram cultivadas em Figueira de Castelo Rodrigo e em Gouveia. Foi também apreendida em Vila Nova de Tazem uma grande quantidade de fio de cobre que havia sido furtado.

Rio Côa - © Capeia Arraiana

Da nascente à foz pela Grande Rota do Vale do Côa

A Grande Rota do Vale do Côa vai crescer entre a nascente (Fóios, Sabugal) e a foz do rio Côa (Museu do Côa, Vila Nova de Foz Côa). Ao longo de cerca de 200 quilómetros atravessando os concelhos do Sabugal, Almeida, Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo e Vila Nova de Foz Côa, o percurso irá incluir três valências: pedestre, equestre e BTT.

Rio Côa - © Capeia Arraiana

Documentário sobre a vida selvagem no vale do Côa

A «aidnature» produziu um documentário intitulado «Faia Brava e o trabalho da ATN para a conservação» sobre a vida selvagem nas margens do vale do rio Côa e o importante trabalho que a Associação Transumância Natureza (ATN), de Figueira de Castelo Rodrigo, tem desenvolvido no território raiano.

Presença ilegal de Vítor Proença na Comurbeiras?

O chefe de gabinete da presidência da Câmara Municipal do Sabugal, Vítor Proença, representou por delegação de poderes o presidente do município, António Robalo, numa reunião do Conselho Executivo da Comunidade Intermunicipal das Beiras (Comurbeiras). O presidente da Comissão Política Concelhia do Sabugal, Nuno Teixeira, assinou uma declaração política onde considerou que a situação foi ilegal e causou embaraços aos restantes membros da Comurbeiras.

Reproduzimos, de seguida, a tomada de posição do presidente da Comissão Política Concelhia do Sabugal:

Partido Socialista - Sabugal«Declaração política da Concelhia do Partido Socialista do Sabugal

Votação ilegal do Chefe de Gabinete da Câmara Municipal do Sabugal obriga anulação de Votação.

Realizou-se ontem, dia 29 de Novembro, uma sessão ordinária da Assembleia Intermunicipal da Comurbeiras, Comunidade Intermunicipal (CIM) das Beiras.
Após ter sido entregue aos Deputados Intermunicipais, a minuta da ata número 06/2012, da reunião do Conselho Executivo desta mesma Comunidade, realizada no dia 20 do corrente mês, constatou-se que o Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, não esteve presente, tendo delegado competências no seu Chefe de Gabinete que representou o nosso Município.
O excerto da ata que comprova esse fato: “Município de Sabugal, representado pelo Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara, Victor Manuel Dias Proença, que apresentou declaração, que se anexa, subscrita pelo Senhor Presidente do Município do Sabugal, António dos Santos Robalo, pela qual lhe confere plenos poderes de voto.”
Uma vez mais, o Senhor Presidente da Câmara demonstrou falta de rigor e de alguns conhecimentos para desempenhar o cargo para o qual foi eleito, assim como o seu Chefe de Gabinete provou não estar à altura do cargo para o qual foi nomeado. Ocupando o Chefe de Gabinete um cargo de nomeação e não um cargo de eleição, esta votação é ilegal, mesmo que o Senhor Presidente da Câmara lhe tenha delegado por escrito poderes para tal.
A responsabilidade e a obrigação de responder legalmente e estatutariamente (conhecimento da lei e dos estatutos e regulamentos destes Organismos) seria o mínimo a esperar da prestação do Senhor Presidente da Câmara e restante equipa da Presidência.
Este episódio, levou à anulação de todas as votações no âmbito da “Reforma Administrativa do Território” realizadas nessa reunião e ao embaraço de todos os presentes. O Sabugal foi desta feita falado pelas piores razões e questionamo-nos se esta situação não terá já acontecido outras vezes.
Esta situação lamentável, colocou em causa a “nossa” credibilidade e seria expectável da parte do Senhor Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, tomar as devidas medidas para minimizar/remediar/corrigir a situação perante os Deputados Intermunicipais, o Conselho Executivo da Comurbeiras CIM e todos os Sabugalenses.
O Presidente da Comissão Política Concelhia do Sabugal
Nuno Alexandre Sanches Teixeira»

:: ::
O Capeia Arraiana aproveita:
…para publicar os nomes dos membros da Assembleia Intermunicipal.
Aqui.

…e para reproduzir o n.º 1, do artigo 19.º (natureza e composição) dos estatutos da Comurbeiras: «1 — O Conselho Executivo é o órgão de direcção da Comunidade Intermunicipal e é constituído pelos Presidentes das Câmaras Municipais de cada um dos municípios integrantes, os quais elegem, de entre si, um Presidente e dois Vice-Presidentes.»
jcl

Brasão Figueira Castelo Rodrigo - Capeia Arraiana

Edmundo defende «especialização» dos tribunais

O presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, António Edmundo, defendeu ontem, dia 22 de Fevereiro, a «especialização» dos tribunais com menor movimento processual, em vez do seu encerramento, como está previsto para o tribunal local.

António Edmundo - Figueira de Castelo Rodrigo - Capeia Arraiana

António Edmundo – Figueira de Castelo Rodrigo – Capeia Arraiana

Distrito da Guarda perde 212 freguesias

O Documento Verde da Reforma da Administração Local, apresentado pelo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, estabelece critérios para a redução de juntas de freguesias que, aplicadas ao distrito da Guarda fazem com que desapareçam 212 freguesias, num total de 336. No concelho do Sabugal desaparecerão 20 freguesias.

O documento, que tem por epígrafe «Uma Reforma de Gestão, uma Reforma de Território e uma Reforma Política», define uma metodologia baseada em critérios orientadores (demográficos e geográficos) que deverão presidir à nova organização autárquica.
Da aplicabilidade desses critérios orientadores elaborou-se um mapa que aponta para a agregação ou fusão de muitas freguesias, que, no caso do distrito da Guarda, se eleva a 212.
Vejamos as freguesias que vão desaparecer em cada concelho se a reforma autárquica avançar nos exactos termos em que está definida no Documento Verde.
Sabugal (desaparecem 20 freguesias, num total de 40): Águas Belas, Aldeia da Ribeira, Badamalos, Baraçal, Forcalhos, Lomba, Moita, Nave, Penalobo, Pousafoles do Bispo, Rapoula do Côa, Rendo, Ruivós, Ruvina, Seixo do Côa, Vale das Éguas, Valongo, Vila Boa, Vila do Touro. Vilar Maior.
Aguiar da Beira (sete freguesias, num total de 13): Eirado, Forninhos, Gradiz, Pinheiro, Sequeiros, Souto de Aguiar da Beira, Valverde.
Almeida (23 freguesias, num total de 29): Ade, Aldeia Nova, Azinhal, Cabreira, Castelo Bom, Castelo Mendo, Freixo, Junca, Leomil, Malpartida, Mesquitela, Mido, Monte Perobolço, Naves, Parada, Peva, Porto de Ovelha, São Pedro de Rio Seco, Senouras, Vale de Coelha, Vale da Mula, Vale Verde, Vilar Formoso.
Celorico da Beira (15 freguesias, num total de 22): Baraçal, Cadafaz, Carrapichana, Cortiçô da Serra, Lajeosa do Mondego, Linhares, Maçal do Chão, Mesquitela, Minhocal, Prados, Rapa, Salgueirais, Velosa, Vide Entre Vinhas, Vila Boa do Mondego.
Figueira de Castelo Rodrigo (12 freguesias, num total de 17): Algodres, Almofala, Cinco Vilas, Colmeal, Escarigo, Freixeda do Torrão, Penha de Águia, Quintã de Pêro Martins, Vale de Afonsinho, Vermiosa, Vilar de Amargo, Vilar Torpim.
Fornos de Algodres (11 freguesias, num total de 16): Cortiço, Fuinhas, Juncais, Maceira, Matança, Muxagata, Queiriz, Sobral Pichorro, Vila Chã, Vila Ruiva, Vila Soeiro do Chão.
Gouveia (cinco freguesias, num total de 22): Figueiró da Serra, Freixo da Serra, Mangualde da Serra, Vila Cortês da Serra, Vila Franca da Serra.
Guarda (39 freguesias, num total de 55): Adão, Albardo, Aldeia do Bispo, Aldeia Viçosa, Alvendre, Avelãs de Ambom, Avelãs da Ribeira, Benespera, Carvalhal Meão, Cavadoude, Codesseiro, Corujeira, Faia, Fernão Joanes, Gagos, Gonçalbocas, João Antão, Meios, Mizarela, Monte Margarida, Pêro Soares, Porto da Carne, Pousade, Ramela, Ribeira dos Carinhos, Rocamondo, Santana da Azinha, Jarmelo (São Miguel), Jarmelo (São Pedro), Seixo Amarelo, Sobral da Serra, Trinta, Vale de Estrela, Vela, Videmonte, Vila Cortês do Mondego, Vila Franca do Deão, Vila Garcia, Vila Soeiro.
Manteigas (uma freguesia, num total de quatro): Vale da Amoreira.
Mêda (13 freguesias, num total de 16): Aveloso, Barreira, Carvalhal, Casteição, Coriscada, Fonte Longa, Longroiva, Marialva, Pai Penela, Prova, Rabaçal, Ranhados, Vale Flor.
Pinhel (20 freguesias, num total de 27): Atalaia, Azevo, Bogalhal, Bouça Cova, Cerejo, Cidadelhe, Ervas Tenras, Ervedosa, Lamegal, Lameiras, Manigoto, Pereiro, Pomares, Póvoa D’ El-Rei, Safurdão, Santa Eufémia, Sorval, Valbom, Vale de Madeira, Vascoveiro.
Seia (10 freguesias, num total de 29): Cabeça, Carragozela, Folhadosa, Lajes, Santa Eulália, Santa Marinha, São Martinho, Sazes da Beira, Várzea de Meruge, Lapa dos Dinheiros.
Trancoso (26 freguesias, num total de 29): Aldeia Nova, Carnicães, Castanheira, Cogula, Cótimos, Feital, Fiães, Freches, Granja, Guilheiro, Moimentinha, Moreira de Rei, Palhais, Póvoa do Concelho, Reboleiro, Rio de Mel, Sebadelhe da Serra, Tamanhos, Terrenho, Torre do Terrenho, Torres, Valdujo, Vale do Seixo, Vila Franca das Naves, Vila Garcia, Vilares.
Vila Nova de Foz Côa (10 freguesias, num total de 17): Castelo Melhor, Chãs, Horta, Mós, Murça, Numão, Santa Comba, Santo Amaro, Sebadelhe, Touca.

A situação é muito diferente em Castelo Branco, onde a redução das freguesias levará apenas à agregação ou fusão de 39 em todo o distrito – as mesmas que desaparecem apenas no concelho da Guarda. Belmonte perde apenas uma freguesia – Colmeal da Torre – enquanto que Penamacor perde cinco – Águas, Aldeia de João Pires, Bemposta, Meimão e Vale da Senhora da Póvoa.
plb

Carteiristas detidos na feira de Trancoso

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Pinhel da GNR deteve, no dia 19 de Agosto, durante a feira de S. Mateus, em Trancoso, um homem e uma mulher, de 55 e 51 anos de idade, respectivamente, naturais de Entroncamento e residentes em Quarteira – Loulé, pela prática de crime de furto de diversas carteiras (vulgo – carteiristas). A GNR procedeu ainda a outras detenções no distrito da Guarda durante a passada semana.

Preso algemadoSegundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda, da GNR, as detenções foram efectivadas em flagrante delito, no âmbito de uma Operação planeada, com o objectivo de prevenir a prática de furto por carteiristas. Os guardas vigiavam indivíduos suspeitos e detectaram um deles a subtrair uma carteira a uma senhora sexagenária.
Os detidos possuem antecedentes criminais pela prática de diversos crimes da mesmo tipo, cometidos em diversos locais do Território Nacional. Presentes ao Tribunal Judicial do Trancoso, foi-lhes aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Guarda apreendeu, na manhã do dia 16 de Agosto, 7 plantas de Cannabis Sativa, que se encontravam cultivadas num terreno adjacente à residência do suspeito e dissimuladas no meio de um matagal, na localidade de Macainhas – Guarda.
Na sequência da apreensão, deteve um indivíduo de 41 anos de idade, residente naquela localidade, por crime de cultivo e posse de plantas consideradas produto de estupefacientes. Presente ao Tribunal Judicial da Guarda, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Na manhã do dia 18 de Agosto, também o Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Gouveia apreendeu 29 plantas de Cannabis Sativa, com cerca de 1,50 metros de altura cada, que se encontravam cultivadas num terreno agrícola e dissimuladas entre outras culturas, na localidade de Melo, Gouveia.
Em consequência, foi detida uma mulher de 48 anos de idade, residente naquela localidade, que, presente ao Tribunal Judicial da Gouveia, lhe foi aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Na manhã de 18 de Agosto, militares do Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento Territorial de Pinhel detiveram uma mulher de 66 anos de idade, residente em Vila da Ponte – Sernancelhe, por crime de pesca. A suspeita andava a pescar, em época de defeso, na Quinta do Ferro – Rio de Mel – Trancoso, em águas classificadas de salmonídeas do rio Távora, prática que constitui crime de pesca, tendo-lhe sido apreendidos uma cana de pesca e um saco de rede.
Presente ao Tribunal Judicial de Foz Côa, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Também na manhã de 20 de Agosto, militares do mesmo Núcleo de Protecção Ambiental detiveram um indivíduo de 64 anos de idade, residente em Almendra – Vila Nova de Foz Côa, pela prática do mesmo tipo de crime.
O suspeito andava a pescar no Rio Douro, junto à Estação da CP de Almendra – Foz Côa, utilizando para o efeito uma rede com malha ilegal (malha mais estreita que o permitido por Lei), o que constitui crime de pesca, tendo-lhe sido apreendidas uma embarcação com motor, três redes de pesca ilegais e 52,5 kg de peixes. O peixe maioritariamente “barbo”, foi entregue numa casa de beneficência (Lar de terceira idade) em Vila Nova de Foz Côa.
Presente ao Tribunal Judicial de Pinhel, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
plb

Ruta de los Castillos – Castelo Rodrigo

Teresa Duarte Reis - O Cheiro das Palavras - Capeia ArraianaCastelo Rodrigo deixa-me fascinada pela sua riqueza histórica. Desde as muralhas que lhe concedem imponência até às ruínas do Palácio Cristóvão de Moura, passando pelas fachadas quinhentistas e janelas manuelinas e pensando na hipótese de ter existido uma Sinagoga Judaica, tudo parece envolto em mistério. Mas a história vive de vestígios e provas que se encontram de muitas e variadas épocas, que nos impõem, quase direi, respeito pela sua magnificência. Mais um Monumento Nacional que marca, no tempo e no espaço, os retalhos da vida e cultura de muitos povos.

Castelo Rodrigo - Ruta de los Castillos

CASTELO RODRIGO

Castelo Rodrigo tem história
Essa é boa verdade
Para ajudar nessa vitória
Duarte de Armas faz memória
Da torre Albarrã, realidade.

Muito séculos a registar
Muitos povos a fluir
Túrdulos da Bética a chegar?
(Torre das Águias), posto de vigia militar
Dos romanos, a construir…

Algumas villas, ali estão
E pontes, já nós sabemos
Vermiosa e Escalhão
Ainda outros povos virão
Mas do Forte também lemos.

Dos árabes eis que nos ficam
As casas de agricultura
Mais vestígios nos indicam
Que vêm e se radicam
Apesar da vida dura.

Se aos mouros te conquistou
Afonso, primeiro Rei
Sancho I Foral doou
Em 1209 o outorgou
D. Dinis também encontrei.

Sempre o encontro, procurando
Em Alcanizes, a provir
As muralhas reforçando
Fortalezas muralhando
Portão de acesso a construir.

Sobre a Ribeira de Aguiar
Peregrinos acolhias
Pois queriam descansar
Para jornadas continuar
Carinhoso, os recebias.

Também se diz que D. Fernando
Te concedeu Carta de Feira
23 de Maio recordando
Em 1373 à vila outorgando
Pode-o festejar quem queira.

Rodrigo, nome que ficou
D’Alcaide que te defendeu
Na guerra que depois mudou
Destinos e aí se registou
Avis, que foi quem venceu.

Mas D. João castigou
As gentes do povo Rodrigo
Nas armas reais mostrou
O quanto magoado ficou
E eis o elmo invertido.

Beatriz lá saberá
Se é castigo merecido
D. Manuel vem até cá
(1508) Novo foral te dará
O que é prometido é devido.

E muito teríamos que contar
Do domínio de Castela
Depois de Conde, Marquês reinar
Grande palácio, podíamos recordar
Depois destruída residência bela.

Mais guerras te sacrificaram
Destruição conhecemos
Mas muitas portas ficaram
Tua imponência revelaram
Na cerca da vila ‘inda vemos.

E lembro lenda popular
Zacuto de filha Ofa
Que aos pais desgosto vai dar
Mas Religião vão mudar
Eis a Serra da Marofa.

A minha admiração a Castelo Rodrigo.

«O Cheiro das Palavras», poesia de Teresa Duarte Reis
netitas19@gmail.com

Sabugal vai integrar a rota «A viagem do elefante»

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo está a liderar o projecto de definição de uma rota turístico-cultural, baseada no livro de José Saramago «A viagem do elefante», a qual poderá incluir Sortelha e Sabugal.

Quando se completa um ano da morte do escritor, a 18 de Junho de 2010, o presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, António Edmundo, disse à Lusa que o projecto, que ligará Lisboa e aquele concelho raiano, poderá ser concretizada «ainda este ano».
«Estamos a preparar o caderno de encargos para a sinalética e para o que fruir em cada um dos territórios», indicou, salientando que a iniciativa também envolve as Câmaras Municipais de Lisboa, Constância, Sabugal, Belmonte, Fundão e Pinhel e a Fundação Saramago.
O livro de José Saramago «A viagem do elefante», editado em 2008, narra a jornada de um paquiderme asiático, que estava em Lisboa e que foi oferecido pelo nosso rei D. João III ao arquiduque da Áustria Maximiliano II (seu primo). A acção decorre no século XVI, em 1550, 1551 e 1552, quando o elefante tem de fazer a penosa caminhada, desde Lisboa até Viena, escoltado por um destacamento de soldados portugueses, a quem, em Castelo Rodrigo, se juntaram alguns soldados do arquiduque, o que gerou uma forte tensão entre as duas hostes militares.
Em Junho de 2009 o próprio Saramago fez com a mulher, Pilar del Rio, e outros amigos, o suporto percurso em Portugal que o elefante Salomão terá feito na sua viagem, tendo em vista lançar uma rota cultural, ideia que agora António Edmundo agarra com ambas as mãos.
plb

Vinhos da Beira Interior com promoção externa

Os vinhos da Beira Interior, vão ser alvo, entre os dias 16 e 19 de Junho, de uma ousada acção de promoção de carácter internacional, a fim de serem dados a conhecer a importadores e jornalistas estrangeiros.

[vodpod id=Video.10274488&w=425&h=350&fv=%26rel%3D0%26border%3D0%26]

Está prevista a realização de provas e visitas a explorações, assim como o IV Concurso de Vinhos da Beira Interior, promovido pelas Associações Empresariais da Guarda e de Castelo Branco e pela Comissão Vitivinícola Regional (CVR) da Beira Interior.
As exportações de vinhos da Beira Interior aumentaram quase 20 por cento entre 2009 e 2010, facto que motiva a organização para o lançamento da iniciativa. O claro sucesso das edições anteriores do concurso de vinhos é outro factor decisivo para a sua nova edição, apostando este ano «na promoção internacional dos néctares produzidos na região, sem esquecer a divulgação do património e demais produtos tradicionais».
«O grande objectivo da jornada de promoção internacional dos vinhos da região é, precisamente, contribuir para a sua divulgação e incentivar os negócios e a exportação», explicou Luís Baptista Martins, da organização do evento.
O representante disse que a CVR da Beira Interior, com cerca de 16 mil hectares de vinha, conta actualmente com 30 agentes económicos: cinco Adegas Cooperativas e 25 produtores/engarrafadores particulares, certificando anualmente «cerca de seis milhões de litros de vinho DOC Beira Interior e VR Beiras».
Luís Baptista Martins recordou que os vinhos da região «têm figurado entre os 50 melhores, nos últimos três anos, para o mercado do Reino Unido e para o mercado do Brasil» e nos concursos mundiais «têm vindo a ser distinguidos com regularidade, sinónimo do potencial e do crescimento que a região está a ter».
Além disso, destacou, «nos últimos anos, tem-se dado nesta região uma grande evolução relativa ao aumento do número de produtores e à qualidade dos seus vinhos», pretendendo a zona «afirmar-se como uma região de excelência e qualidade na produção de vinhos e ocupar o seu legítimo lugar juntamente com as grandes regiões vitivinícolas portuguesas».
Relativamente às vendas, o responsável indicou que se ultrapassou no ano passado as 500 mil garrafas de vinho exportado.
«Os maiores destaques nos mercados fora da União Europeia vão para os Estados Unidos da América, Angola, Brasil, China e Canadá e nos mercados da União Europeia para Reino Unido, França, Alemanha e Luxemburgo», esclareceu.
A iniciativa inclui uma visita de quatro dias, com 40 convidados internacionais, entre jornalistas e empresários do sector da comercialização de vinhos e de agro-alimentares.
A acção, apoiada pelo projecto COOPETIR – Cooperação para a Competitividade Empresarial, levará os participantes até Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Trancoso, Belmonte, Idanha-a-Nova e Castelo Branco. Do programa constam visitas a aldeias históricas provas de vinhos, de doces e de queijos.
plb (com jornal «O Interior»)

Caritas cria «embaixadores da Raia»

Ajudar as terras raianas da diocese da Guarda a saírem do esquecimento e da desertificação é o objectivo da Caritas, que pretende implementar o projecto «100 muralhas», o qual envolverá dezenas de jovens, a que chama «embaixadores da Raia».

Mobilizar os jovens da Diocese que vivem na Raia para a luta contra a pobreza, o envelhecimento e a desertificação é o objectivo do projecto, que conta levar informação às pessoas e às instituições, como câmaras e juntas de freguesia, para que se desenvolvam acções que atraiam mais residentes à região.
Paulo Neves, da Caritas da Guarda, disse à Agência Ecclesia, que o título de «embaixador da Raia», dará o direito a um cartão oficial, a atribuir a cerca de 100 alunos do 12º ano dos agrupamentos de escolas de Figueira de Castelo Rodrigo, Almeida, Sabugal e Penamacor, que ao longo deste ano lectivo têm participado no projecto «100 muralhas».
Trata-se de uma acção organizada pela Caritas da Guarda, em conjunto com professores e diversas entidades públicas e religiosas, que visa a defesa e valorização dos recursos humanos, naturais e artísticos. «Sabemos que estes alunos vão sair desta região, em busca de oportunidades ao nível do ensino superior que não existem aqui, e o que pretendemos é que continue a haver uma ligação ao território de onde eles são originários», explicou Paulo Neves.
Os alunos envolvidos têm dedicado três horas semanais, no âmbito da disciplina «Área de Projecto», à elaboração de propostas para as suas localidades. Costumes e tradições, tendências sociais emergentes, o futuro da vida humana, desenvolvimento sustentável de recursos, foram alguns dos trabalhos elaborados.
A investidura dos jovens «embaixadores da Raia» vai ter lugar no próximo dia 28 de Maio, numa cerimónia formal que acontecerá no pavilhão multiusos de Vilar Formoso, que contará com a presença do bispo da Guarda, D. Manuel Felício.
A presidente da Caritas, Emília Andrade, disse entretanto à Agência Lusa que são cerca de 170 as famílias da diocese da Guarda que recebem ajuda social e económica da instituição, o que significa um aumento de 35 por cento face a igual período do ano passado.
«São pessoas que pedem, fundamentalmente, coisas de subsistência imediata, como alimentos, medicamentos e roupa», disse Emília Andrade, que classifica a situação como «aflitiva».
plb

Homenagem aos autarcas do distrito da Guarda

Os primeiros 14 presidentes de Câmara do distrito da Guarda (após o 25 de Abril de 1974) foram homenageados no Governo Civil por Santinho Pacheco. Reportagem da jornalista Sara Castro com imagens de Paula Pinto da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

LocalVisãoTv - © Capeia Arraiana
ca2013_localvisaotv_550x15

Autoria: Capeia Arraiana posted with Galeria de Vídeos Capeia Arraiana

Governador Civil homenageia primeiros autarcas

O governador civil da Guarda, Santinho Pacheco, vai homenagear, esta quinta-feira, dia 28 de Abril, os primeiros presidentes de câmara municipal do distrito eleitos democraticamente após o 25 de Abril de 1974. A família de João A. Antunes Lopes, primeiro presidente da Câmara Municipal do Sabugal, vai receber a título póstumo a condecoração.

Santinho Pacheco - Governador Civil - GuardaNo salão nobre do Governo Civil da Guarda vai ter lugar, às 21.00 horas desta quinta-feira, a cerimónia de homenagem aos primeiros presidentes de câmara do distrito da Guarda.
A sessão solene vai contar com a presença do secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro, do primeiro governador civil da Guarda, Alberto Antunes (do concelho do Sabugal) e do actual, Santinho Pacheco.
Além de João A. Antunes Lopes (a título póstumo), primeiro presidente da Câmara Municipal do Sabugal, vão ser homenageados os autarcas de Aguiar da Beira, António Raimundo Cunha (a título póstumo); Almeida, António José Sousa Júnior; Celorico da Beira, Carlos A. Faria de Almeida; Figueira de Castelo Rodrigo, José Pinto Lopes (a título póstumo); Fornos de Algodres, Francisco Paulo Almeida Menano; Gouveia, Alípio Mendes de Melo; Guarda, Victor Manuel Gonçalves Cabeço/Abílio Aleixo Curto; Manteigas, Homero Lopes Ambrósio (a título póstumo); Mêda, Luís E. Figueiredo Lopes (a título póstumo); Pinhel, António Luís Santos Fonseca; Seia, Jorge A. Santos Correia; Trancoso, António Almeida (a título póstumo) e Vila Nova de Foz Côa, José Costa Ferreira (a título póstumo).
«É tempo de a nível distrital se comemorar Abril da liberdade lembrando os primeiros presidentes de câmara eleitos nos 14 concelhos do nosso distrito, exaltando assim o papel insubstituível que o poder local desempenhou na construção desta segunda República e no arranque de um período de desenvolvimento e de modernização das nossas terras, sem paralelo em toda a nossa história secular», destacou Santinho Pacheco.
A cerimónia insere-se nas comemorações distritais do 25 de Abril.
jcl (com agência Lusa)