Como se promove uma região…

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

«Como se promove um concelho»! Sob este título publicou o Paulo Leitão uma oportuníssima crónica que merece todo o meu apoio. Quem vem ver o «Presépio Natural do Sabugal» também pode ir ver o «Madeiro de Penamacor» reiventando novas formas de atracção.

O Presépio do Sabugal e o Madeiro de Penamacor

O Presépio Natural do Sabugal e o Madeiro de Penamacor

E se merece destaque o «Madeiro de Penamacor», importa perceber que hoje o presépio que é construído desde há uns anos no Largo da Fonte constitui já uma aposta ganha e um fator de atração turística assinalável.

E importa pensar sobre como valorizar ainda mais este período do Natal, tirando partido do mesmo.

Já é possível dizer que valeu a pena lançar e manter esta ideia do «Maior Presépio Natural de Portugal».

É a altura de dar o passo em frente, mobilizando e motivando o comércio local; integrando de forma ativa o setor da restauração, nomeadamente na oferta da gastronomia sabugalense; criando um mercado de produtos regionais; apostando na realização de eventos culturais e recreativos com um cartaz apelativo; etc. etc.

E porque não, estabelecendo uma parceria com Penamacor, pois quem vem ver o «Presépio», também pode ir ver o «Madeiro»?

O apetite por vir ao Sabugal está criado. Importa reinventar e criar novas formas de atração.

:: ::
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

Deixar uma resposta