Casa da câmara e cadeia de Sortelha

António Gonçalves - Colaborador - Orelha - Capeia Arraiana

A Antiga Casa da Câmara e Cadeia de Sortelha foi construída (reconstruída) em meados do século XIX.

Casa da Câmara e Cadeia de Sortelha

Fiz uma pesquisa na Internet e encontrei as informações seguintes:

1- “A Antiga Casa da Câmara e Cadeia fica situada no Largo do Pelourinho e a sua construção remonta ao século XVI, tendo em conta as armas manuelinas e a datação atribuída ao pelourinho. O edifício tem dois pisos, sendo o piso inferior a cadeia e o superior a Câmara. A planta é retangular simples, com dois compartimentos por piso. Os vãos são de lintel reto, sem moldura saliente. Curiosamente, o piso inferior é encravado na muralha. Em 1855 com a extinção do concelho de Sortelha, o edifício foi transformado em escola primária, recentemente desativada. Atualmente funciona no edifício a Junta de Freguesia.“(1)

2- Casa da Câmara e Cadeia – Do séc. XVI, onde hoje funciona a Escola Primária.(2)

Se consultarmos as atas das sessões da Câmara Municipal de Sortelha encontramos a informação que transcrevo:

Sessão de 22 de Dezembro de 1843:
“E bem assim acordarão que se devia proceder à arrematação da obra de pedraria da Cadeia desta Villa cuja arrematação teria lugar no dia sette de Janeiro proximo futuro, para cujo fim se devião passar os competentes editais…”

Sessão de 26 de Janeiro de 1844:
“… visto ter-se arrematado a obra de pedraria da Cadeia, e casa da Câmara desta villa, com as condições de sair dos muros desta villa a pedra para tal obra, por nisto se poupar alguma despesa ao concelho e haver alguns pedaços de muro que devem …. acordarão que a pedra fosse tirada dos ditos muros, aonde convir e menos falta fizer…”

Sessão de 11 de Outubro de 1844:
“Ordem de pagamento:
– Ao Mestre Pedreiro pela arrematação da Cadeia; ladrilho da mesma torre do sino — 104.000;
– Para os garrotes da Cadeia —————————— 12.300;
– Para o carpinteiro que assentou os garrotes da Cadeia —— 600;
– Para humas grades que levou a Cadeia numa sala livre —— 1.690.”

Sessão de 07-04-1845:
“Arrematação das obras da Câmara e da Cadeia.”

Sessão de 22-06-1845:
“Apresentação do orçamento para o futuro ano económico:
– Para ferro e caixilhos da cadeia e cazas da Câmara 40.000 réis.”(3)

Nótulas:
1. Parece evidente que “não bate a bota com a perdigota”. A construção/reconstrução é de meados do século XIX e não XVI!

2. Nas atas das Sessões, da Câmara Municipal de Sortelha, não consta a expressão “reconstrução”! No entanto, esta hipótese não deve ser totalmente excluída!

3. Em documentos dos séculos anteriores encontrei a expressão “Casa da Câmara”, sem referência à cadeia.

4. A utilização de um símbolo nacional renascentista é insuficiente para datar o edifício.

5. Para a história de Sortelha levanta-se um novo problema:
– Onde se situava a “Casa da Câmara”?

6. Tratando-se de um site da Junta de Freguesia de Sortelha a situar o edifício no século XVI, sendo este documentário uma republicação (a anterior foi em fevereiro de 2018), parece-me lamentável o poder local não corrigir ou usar o direito de resposta. Será que consideram os Livros das Atas das “Sessões da Câmara Municipal de Sortelha”, existentes no Arquivo da Câmara Municipal de Sabugal, como sendo documentos apócrifos?

Enfim, presunção e água benta cada um toma a que quer!

:: ::
«Memórias de Sortelha», por António Augusto Gonçalves

Notas:
1- www.aldeiashistoricasdeportugal.com/o-que-ver/casa-da-camara-e-cadeia, acedido em 31 de julho, de 2019.
2- www.sortelha.sabugal.pt/index.php?option=com_content&task=view&id…, acedido em 31 de julho, de 2019 (Junta de Freguesia de Sortelha – Património).
3- Livros das Atas das “Sessões da Câmara Municipal de Sortelha”, Arquivo da Câmara Municipal de Sabugal.

Deixar uma resposta