Porque sou sabugalense, vou!…

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Dia 8 de Junho o Concelho do Sabugal apresenta-se a Lisboa!

Sabugalenses desfilam na Avenida João XXI em direcção à Praça de Touros do Campo Pequeno - Capeia Arraiana

Sabugalenses desfilam na Avenida João XXI em direcção à Praça de Touros do Campo Pequeno

Em outubro de 2014 escrevi um conjunto de crónicas sobre a identidade sabugalense.

Na primeira dizia, entre outras coisas o seguinte:

«Nunca coloquei em causa que me sinto bem enquanto sabugalense, nem o porquê deste orgulho e vaidade em me declarar sabugalense.

Não sei, nem quero saber, porque tenho necessidade de me identificar, seja onde vivo, seja onde trabalhei, como sabugalense.

Não sei, nem quero saber, porque me sinto melhor quando encontro outro sabugalense e porque, quando o encontro e mesmo não o conhecendo, tudo me liga a este conterrâneo que passa a ser, de imediato, meu amigo.

Não sei, nem quero saber, porque tenho uma forma de falar diferente; porque acho os nossos enchidos melhores que os das outras regiões; porque vibro mais com a capeia que com a tourada; porque gosto mais dos nossos castelos que dos das outras terras; porque gosto mais da Senhora da Graça ou da Sacaparte, ou da Santa Eufemia, etc., que das outras romarias; porque o São João sem “carvalho” não é São João; porque Sortelha é mais bonita que as outras aldeias históricas; porque as nossas aldeias são as mais lindas de Portugal; porque, porque, porque…

E tudo isto me faz, individualmente, mais parecido com outro sabugalense que com qualquer outro cidadão do mundo.»

Sim, sou sabugalenses e tenho orgulho em ser sabugalense!

Repito-me: Somos assim, todos os que nascemos nas margens do Côa, sabugalenses dos quatro costados!

E por isso vamos estar todos estar juntos, porque…

O Concelho do Sabugal espera por todos! Dia 8 de Junho vamos todos ao Campo Pequeno!

:: ::
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

One Response to Porque sou sabugalense, vou!…

  1. Manuel Luís Nunes diz:

    Com grande pena minha não poderei estar presente no Campo Pequeno, no dia 8 de junho.
    A minha ausência prende-se com o facto de nesse dia,estar a organizar , em Abrantes, o 10º Encontro de ex-militares do BAÇ 5010/74, (CCS) 16º da 3ª Cia,,que há 45 anos estive, em missão de soberania, como Alferes Miliciano Sapador, no Norte de Angola. As datas dos próximos encontros logo ficam agendadas de um ano para o outro. Por infelicidade, os dois encontros coincidiram. Como principal organizador e responsável pela organização não me foi possível optar. Aliás sou um dos jovens que aparece na foto.
    Contudo, em espírito estarei presente, e sinto enorme orgulho em ser Sabugalense!

Deixar uma resposta