Brito Camacho e o leitor de «A Luta»

Nas horas longas da revolução republicana, que triunfou no dia 5 de Outubro de 1910, os principais conjurados civis reuniram na redacção do jornal A Luta (Lucta na grafia da época), dirigido por Brito Camacho.

O jornal de Brito Camacho – edição de 5 de Outubro de 1910

Conta-se que o ambiente era de grande ansiedade, com os revolucionários preocupados com a sorte das armas, que os militares e milícias populares disputavam nas ruas de Lisboa.

A um dado momento ouve-se o telefone e Brito Camacho precipita-se para o auscultador na ânsia de saber novidades. Mas quem falou do outro lado foi alguém que implorou notícias sobre o que se passava em Lisboa. O director do jornal, muito enfadado e apenas preocupado com a incerteza da evolução da revolta, perguntou:

– Quem fala?

E ouviu a resposta:

– Um leitor d’A Luta.

Ao que Brito Camacho respondeu secamente:

– Pois continue a lê-la!

E colocou, enervado, o auscultador no repouso.
:: ::
«Histórias de Almanaque», por Paulo Leitão Batista

Deixar uma resposta