Honoris causa para Pinharanda Gomes

Acontecimento do Ano - 2018 - Capeia Arraiana

:: :: ACONTECIMENTO DO ANO – HONORIS CAUSA PARA PINHARANDA GOMES :: :: O Capeia Arraiana escolheu como Acontecimento do Ano 2018 a atribuição do grau de Doutor Honoris Causa ao pensador quadrazenho Jesué Pinharanda Gomes, pela Universidade da Beira Interior (UBI). A cerimónia de imposição das insígnias académicas aconteceu no dia 20 de Março, na Covilhã, perante uma imensa plateia de professores, estudantes, autoridades civis e religiosas e imensos conterrâneos do ilustre ensaísta e escritor.

No dia 20 de Março a UBI distinguiu Pinharanda Gomes


Ao longo de mais de meio século, Pinharanda Gomes escreveu e publicou uma obra ímpar nos campos da Filosofia, História, Religião, Etnografia, Linguística, Literatura, e outras áreas do saber.
Para além dos livros, são imensos os opúsculos, verbetes em obras colectivas e enciclopédias, prefácios, introduções e apresentações. Colaborou ainda em largas dezenas de jornais e revistas, fez inúmeras palestras e conferências, num frenesim intelectual avassalador.

Nascido em Quadrazais, em 1939, no seio de uma família de modestos lavradores, passou ali a infância. Concluída a escola primária, foi para a cidade da Guarda, onde fez os estudos liceais e se iniciou na escrita literária.

Em 1959 viajou para Lisboa, onde trabalhou e frequentou a Biblioteca Nacional, que foi a sua verdadeira escola superior. Era ali que passava o tempo disponível, lendo livros e investigando, dentro de uma metodologia e de uma disciplina que impunha a si próprio. Pretendeu estudar na Faculdade de Letras, mas desistiu face à descoberta das tertúlias que se realizavam nos cafés, e onde se aprendia ouvindo as palestras de pensadores consagrados e participando nos debates que ali se promoviam. Nessa senda, encontrou a tertúlia animada pelos ensaístas Álvaro Ribeiro e José Marinho, onde lhe foi revelada a Filosofia Portuguesa, corrente do pensamento de que viria a tornar-se um dos nomes mais proeminentes.

O mérito da sua obra levou-o a ser eleito para a Academia Luso-Brasileira de Letras, a Academia Internacional da Cultura Portuguesa e a Academia Portuguesa de História.


Livre de qualquer amarra que não seja o seu sentido de missão, vai campos adentro e, onde parece não haver nada, descobre sementes. Dialoga com elas, ilumina-as, irmana-se-lhes na paciência impaciente e, assim, aguarda a maturação dum trigo que depois colhe, malha, amassa e dá forma em pão que, depois, como quem se recebe, oferece em mesa franca.
Henrique Manuel da Silva Pereira, in «Pinharanda Gomes: homem e escritor eclesial»; Actas do Colóquio «O pensamento e a obra de Pinharanda Gomes» (2003).


Sem ter aprendido nos bancos da faculdade, o certo é que a vasta obra que Pinharanda Gomes escreveu é hoje profusamente estudada nas universidades portuguesas e estrangeiras.

Pinharanda Gomes, recebera já inúmeros prémios, incluindo alguns atribuídos por universidades, em reconhecimento da importância do seu pensamento. Mas a justeza da homenagem formal que a academia universitária há muito lhe devia, foi finalmente prestada em 2018 pela Universidade da Beira Interior – uma instituição de ensino superior muito próxima das suas terras de origem.

:: ::
plb

One Response to Honoris causa para Pinharanda Gomes

  1. Adérito Tavares diz:

    Tanto na altura da atribuição do Doutoramento Honoris Causa a Pinharanda Gomes como na Sessão de Homenagem feita posteriormente no Sabugal tive oportunidade de escrever neste blogue palavras de apreço, admiração e amizade por este nosso conterrâneo sabugalense, cujo mérito cultural só tem paralelo nas suas admiráveis qualidades humanas. Aplaudo inteiramente a decisão de o seu Doutoramento ser considerado Acontecimento do Ano.
    Adérito Tavares.

Deixar uma resposta