Da amizade… Dos amigos…

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

O Natal e o novo ano são momentos em que vale a pena falar do que é realmente importante.

Sagrada família da Vista Alegre - Capeia Arraiana

Sagrada família da Vista Alegre

Ser cuidador informal a tempo inteiro desde há quase seis anos, é um exercício muito desgastante do ponto de vista físico e mental, mas é, sobretudo, um exercício de aprendizagem de como viver em solidão.

E por isso tanto valor dou às amigas e amigos que me têm acompanhado, uns mais presentes e constantes, outros de forma um pouco mais afastados.

Não vou dizer nomes porque corria o risco de esquecer alguns, mas também porque não critico, nem afasto todos os outros amigos que, por razões diversas, não estão tão próximos.

Ser cuidador informal leva a uma menor disponibilidade para os outros que não a pessoa cuidada.

Mas a convivência com o doente, e ainda mais quando se trata de uma demência, é muitas vezes um murro no estômago que nem todos conseguem suportar.

Esses continuam a ser meus amigos, a quem peço perdão por não poder compartilhar com eles as suas vidas e os seus problemas.

(Claro que não falo dos falsos amigos, que também os tenho, que só se aproximam por conveniência própria e que desaparecem tão rápido como chegaram, e, infelizmente, o ano de 2018 trouxe-me algumas dessas aves de arribação.)

Por tudo isto, e neste dealbar de um Ano Novo, aqui deixo um abraço de amizade a todas e a todos os que me fazem o favor de ser meus amigos.

Para além de tudo são os amigos a melhor coisa do mundo!

:: ::
ps1. E foi um desses amigos, a Catalina Pestana, que me deixou neste Natal. Não nos víamos há alguns anos, mas sei que nunca se esqueceu do seu amigo um pouco anarca e guedelhudo que com ela partilhou a aventura do Liceu de Almada nos anos de 1974 e 1975.

ps2. Os meus agradecimentos ao Paulo e ao Zé Carlos por terem considerado o prof. Adérito Tavares como a Personalidade do Ano. Uma homenagem mais que merecida!

:: ::
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

One Response to Da amizade… Dos amigos…

  1. Adérito Tavares diz:

    Eng. Ramiro Maros, Caro Amigo
    Partilho inteiramente as suas palavras sobre a Amizade e sobre os Amigos. Quando, há largos anos, estudei Latim, fixei algumas passagens da obra de Cícero “De Amicitia”, uma das quais tem sido lema para a minha vida: “Reconhece-se o amigo certo numa situação incerta”.
    Admiro a sua coragem na situação familiar tão difícil que atravessa.
    Obrigado também pelas suas palavras relativamente à decisão dos fundadores e dirigentes deste blogue de me considerarem Personalidade do Ano. Do mesmo modo, agradeço também a sua intervenção, como dirigente da Casa do Concelho do Sabugal, na homenagem que me foi ali prestada.
    Adérito Tavares

Responder a Adérito Tavares Cancelar resposta