Postal TV (247)

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Hoje, cabe colocar a questão de forma directa: a SIC Informação, ao querer imitar a SIC Divertimento na sua guerra de audiências contra a TVI, deu um grande tiro no pé ou não?

Manuela Moura Guedes (Foto: Facebook de MMG) -Capeia Arraiana

Manuela Moura Guedes (Foto: Facebook de MMG)

Manuela Moura Guedes

Há no facebook da nova «Procuradora» da SIC muitos elogios. Muitos.

Escolho este: «Grande Manuela MG. O Costa deve andar a ferver, só lhe faltava esta!!!!»

Mas nos sites da SIC e de páginas de televisão… não são poucos os «piropos» à substituta de Miguel Sousa Tavares (MST, o qual agora é trunfo na mão da TVI…).
Seleccionei apenas um, e nem sequer dos mais duros: «Muito mau! A SIC habituou-nos a informação de qualidade e não a “esta coisa”! Pena pode não ser a melhor palavra mas… foi o que senti pelo Rodrigo que é um “senhor” na informação!»
Um verdadeiro tiro no pé por parte da SIC?

Resta, em nome do contraditório, acrescentar que as audiências não foram nada de surpreendente – embora nesse horário (final do Jornal das Noite de segunda-feira) a TVI tenha ganho aos pontos: nada do outro mundo.

No entanto, comparem-se estes resultados da estreia (com muita curiosidade à mistura, de certeza) com os do tempo de MST: «Na sua estreia, a jornalista foi vista por cerca de 1,178 milhões de telespectadores, fazendo subir a audiência média do noticiário da estação de Carnaxide – o canal subiu cerca de 3,4 pontos percentuais em comparação com o antigo espaço de comentário de Miguel Sousa Tavares.»

Outras notas

Maria Flor Pedroso foi nomeada diretora de informação da RTP, leio em «atelevisão».
Cristina Ferreira entre as 5 personalidades mais mencionadas nos social media em Portugal… Os outros são: Ronaldo, Costa, Trump, Marcelo, pude ver num blogue do sector.
– Na semana que passou, os assuntos mais mencionados nos noticiários de televisão foram: Furacão Leslie, Tancos, Remodelação do Governo e Futebol (‘Marktest’).

:: ::
«Postal TV», por José Carlos Mendes

Deixar uma resposta