Ética pessoal igual a ética colectiva

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Li nos jornais, vi e ouvi na televisão que o director da Policia Judiciária Militar foi detido. Não se detém um director de uma polícia por engano ou capricho. Diz-se muita coisa, como é natural, mas a mim pouco me importa. O que me preocupa é que é mais um caso a juntar a outros que desvirtuam a Democracia portuguesa.

Ética na Política e Política com Ética - Capeia Arraiana

Ética na Política e Política com Ética

Dentro da Democracia portuguesa existe um enorme potencial de corrupção que provoca medo e angústia aos cidadãos portugueses que pensam, que não estão alienados, despolitizados e resignados.

Nunca no meu País ouvi falar tanto em progresso, mas esse progresso de que tanto se fala tem pouco a ver com ética, humanização das formas de vida e justiça social.

Esse progresso tem mais a ver com falta de regras morais, com sectarismo político, com o célebre «Laissez Faire», a libertinagem, ou seja, um sucedâneo ordinário da Liberdade.
Sem ética pessoal, não pode haver ética colectiva.

:: ::
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

One Response to Ética pessoal igual a ética colectiva

  1. António Emídio diz:

    Querido leitor (a).

    Fiquei estarrecido com o que vi ontem na TVE, a extrema direita pura e dura já chegou à Espanha ! Tanta corrupção, tanta injustiça social e tanta libertinagem e, mais importante ainda !
    Os grandes Oligarcas sabendo que ainda podem ganhar mais dinheiro com Extrema Direita, tudo fizeram para que ela chegasse, quando chegará a nossa vez ? A vez de portugal ? Ela está a chegar com o apoio de alguém, esse alguém são os Neoliberais.

    António Emídio

Deixar uma resposta