A amizade

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Querido(a) leitor(a), tudo está em crise, acredite ou não, está em crise a política, a economia, as relações entre Nações, a moral, o amor, e como não podia deixar de ser, a amizade.

Percorrer o caminho da amizade - Capeia Arraiana

Percorrer o caminho da amizade

O que é presentemente o Mundo senão um deserto espiritual!

E nós, seres humanos, em vez de procurar a água que nos pode salvar, ficamos quietos à espera de alguém que nos salve, mas quem se aproxima de nós? A inveja, a ambição e o cinismo. Já me conformei à misera realidade e deixei de procurar a salvação, porque tomei esta atitude? Porque o desprezo, esse sentimento de superioridade, dói… Também nos desprezam aqueles(as) que a diário pegam na cruz como nós, cruz que não é mais nem menos do que a acumulação diária de problemas e dificuldades que surgem no trabalho e na vida, mas também choram por dentro, não o confessam, antes pelo contrário,mostram uma atitude ególatra, por isso me recolho em mim próprio procurando uma paz interior, mas algumas vezes, por imperativos sociais a que não me posso esquivar, sou obrigado a ter de aturar fanáticos intolerantes, ambiciosos e invejosos, também podemos pôr isto no feminino…

Vivemos num mundo onde já não existe a amizade? O próprio sistema tudo faz para acabar com ela, obrigando o Homem a adorar coisas superficiais, sub-valores, como o poder e o êxito.

:: ::
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

Deixar uma resposta