Postal TV (240)

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

A «Guerra» entre estações afinal está acesa. O «Zapping TV» denuncia de forma bem clara o vai-vem de nomes de que se fala à boca pequena. Qual Benfica-Porto-Sporting… Eis a guerra SIC-TVI. Em causa: as estrelas de parte a parte… Leia e fique espantado como eu fiquei…

Joana Ribeiro transferiu-se para a equipa da TVI - Capeia Arraiana

Joana Ribeiro transferiu-se para a equipa da TVI

A coisa é colocada sem rebuço nenhum. Até de uma vedeta da RTP já se falou mas… ela (Tânia) veio arrefecer os ânimos, esta quarta-feira, ainda que de forma pouco clara… Veremos. O que vai ler a seguir é um resumo da grande notícia desta semana, depois de, há oito dias, as parangonas se virarem para Cristina Ferreira.

De facto, a transferência de Cristina Ferreira da TVI para a SIC prometeu uma «guerra» com muitas «batalhas» entre as duas estações.

Agora, o contra-ataque da estação de Queluz.

Após Diogo Morango, a TVI convidou Joana Ribeiro para assumir um posto de protagonista numa das novas histórias do canal. A atriz, revelação em «Dancin’ Days» um dos maiores sucessos da televisão portuguesa, aceitou o desafio e deixa assim a ficção agora liderada por Daniel Oliveira.

A actriz já integrou as novelas «Sol de Inverno», «Poderosas» e «Paixão». Na RTP1, protagonizou a série «Madre Paula».

«Ouçamos» agora Joana Ribeiro na primeira pessoa…

«Depois de seis anos de trabalho numa casa que quero muito, a SIC, decidi abraçar um novo desafio. Aceitei a proposta que TVI me fez. Sou uma actriz livre e este é o momento certo para sair da minha zona de conforto e agarrar este novo projecto.

Na SIC aprendi muito e cresci enquanto pessoa e actriz com os profissionais espectaculares com quem tive a oportunidade de trabalhar, que sempre me disseram que as boas oportunidades são para se agarrar.

Quero deixar um agradecimento especial à direção da SIC, em especial ao Daniel Oliveira a quem desejo as maiores felicidades e sucessos e que fez com que esta minha decisão fosse mais difícil. Obrigada por tudo.

TVI, estou cheia de vontade de continuar a escrever esta minha história convosco também».

:: ::
«Postal TV», por José Carlos Mendes

Deixar uma resposta