Mesa da Guarda nas 7 Maravilhas à Mesa

Gastronomia - © Capeia Arraiana

O queijo, a morcela, o azeite e a carne Jarmelista integram e ilustram a gastronomia da Beira Alta, fortemente marcada pela riqueza dos solos e especificidade climática. A candidatura do Município da Guarda é uma das 49 Mesas pré-finalistas às 7 Maravilhas à Mesa. A Gala eliminatória está marcada para o dia 29 de Julho na Batalha. Para votar na candidatura da Guarda deverá ligar o 760 10 70 12.

Fotografia Oficial do Livro da Candidatura da Guarda - Capeia Arraiana

Fotografia Oficial do Livro da Candidatura da Guarda (Foto: C.M. Guarda)

«Chegou a hora de elegermos alguns dos patrimónios mais apreciados pelos portugueses: a Gastronomia associada aos Vinhos e a Roteiros Turísticos. Vamos votar o prazer de estar à mesa e também o prazer de ir para lá, de lá chegar, de lá estar. Trata-se por isso de comer, de beber e de andar por roteiros turísticos, desfrutando do melhor que a vida tem para nos oferecer. Queremos harmonizar a gastronomia com os vinhos, mas também com o prazer de percorrer o país, descobrindo os encantos do enoturismo.»

A apresentação citada é de Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas à Mesa no lançamento oficial do projecto em São Lourenço do Barrocal, com vista para Monsaraz, aldeia eleita como uma das 7 Maravilhas de Portugal em 2017.

Na Beira Alta (região centro) o distrito da Guarda apresenta-se a concurso com uma candidatura da freguesia da Guarda (concelho da Guarda) integrando a região vinícola da Beira Interior e organizada pelo Município da Guarda.

Apresentação da candidatura da Mesa Cidade da Guarda

A riqueza dos produtos endógenos está bem patente na típica mesa beirã. O queijo, a morcela, o azeite e a carne Jarmelista integram e ilustram a gastronomia da região, fortemente marcada pela riqueza dos solos e especificidade climática.

A presença da oliveira e da produção de azeite no concelho da Guarda e em grande parte da Beira Interior está associada historicamente à nobreza, qualidade e riqueza do produto.

A morcela da Guarda é considerada um produto tradicional de qualidade reconhecida. A morcela é um enchido fumado obtido a partir de sangue e gorduras de porco, condimentado com sal, salsa, colorau doce, cebola e cominhos.

A raça jarmelista, única e exclusiva da beira interior, da Guarda, representa a tradição e a singularidade da nossa terra. Origina um produto de excelência, carne tenra, extremamente suculenta e muito saborosa.

Produzido há seculos na região serrana da Estrela a partir de leite de ovelhas Bordaleiras, o queijo Serra da Estrela é hoje uma referência da gastronomia e da cultura portuguesas, tendo granjeado reconhecimento além-fronteiras pelo seu caráter distinto e singular.

Página da Candidatura Mesa da Guarda… (Aqui.)

jcl

Deixar uma resposta