O Narcotráfico

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Os massacres dos narcotraficantes são muito mais violentos e matam muita mais gente do que qualquer grupo terrorista, refiro-me principalmente à América Latina. Se virmos imagens desses massacres, notamos que o terrorismo ainda tem muito que aprender.

Vítimas dos narcotraficantes - Capeia Arraiana

Vítimas dos narcotraficantes

1.º Como já referi num artigo meu intitulado – Agora compreendo! – de 4 de Fevereiro de 2014, sou apologista da legalização do consumo de drogas, isso originaria menos crimes, menos sofrimento e menos dinheiro gasto pelos Estados no combate à droga, dinheiro esse que serviria para ajudar quem tivesse problemas de dependência.

2.º No México, um dos países mais massacrados pelos narcotraficantes, desde 8 de Setembro de 2017, a 8 de Abril deste ano – 2018 – registaram-se 173 agressões directas contra políticos, sendo 78 assassinados. Neste momento o México está em campanha eleitoral.

3.º No Rio de Janeiro, entre Janeiro e Dezembro de 2017 foram assassinados 134 polícias militares, a maior parte deles por narcotraficantes.

4.º Na Itália, de Nápoles para Sul, tudo está entregue à Ndrangheta, Camorra, Cosa Nostra etc., etc.

5.º Na nossa vizinha Espanha está a surgir em grande escala o narcotráfico principalmente no Sul La Línea (Cádiz), pela primeira vez foi armada uma emboscada à polícia porque esta prendeu o maior traficante dessa zona. Vejamos agora o que os seus «trabalhadores» presume-se que três mil! enviaram para o Facebook:

«Gracias a los narcos les damos de comer a nuetros hijos», El País (13-6-2018).

«No ha matado, no ha violado y nadie ha muerto por su culpa», El País (13-6-2018).

«No tenia nada suyo e gracias a él, en La Líneia de la Concepcion, el culo del mundo, la mayoria de familias de este asqueroso pueblo tenia para darle de comer a sus hijos», El País (13-6-2018).

Assim nascem os heróis, os amantes do Povo, os caciques e toda uma «fauna» que só consegue ludibriar incautos, mas infelizmente os incautos vêem que quem lhes dá de comer não é o Estado, mas sim o cacique…

6.º Em portugal, como é natural, também se consome droga, mas conseguiu um método inovador ao seu combate, pelo menos foi o que já vi escrito na comunicação social não portuguesa.

7.º Não é novidade nenhuma se disser que nos países mais massacrados pelo narcotráfico, a corrupção de funcionários do Estado está presente.

:: ::
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

Deixar uma resposta