O novo PNPOT

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

Encontra-se em discussão pública o novo Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território, instrumento essencial para uma correta gestão do território nacional.

Território Portugal - Capeia Arraiana

PNPOT -Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território

Não cabendo no curto espaço que uma crónica ocupa, uma análise exaustiva dos documentos, importa salientar alguns dos aspetos que me parecem mais importantes para o Concelho do Sabugal.
E, de todo o documento, permito-me realçar o Sistema Urbano do Modelo Territorial que se organiza «(…) em torno dos seguintes elementos:
– os centros urbanos, que estruturam a organização do território e garantem uma oferta diversificada de funções urbanas;
– os subsistemas urbanos, que articulam relacionamentos de proximidade e são o suporte da equidade territorial na prestação de serviços de interesse geral;
– os corredores de polaridades, que proporcionam o desenvolvimento de eixos favoráveis à cooperação e à integração entre diferentes territórios.»

Um breve olhar para o modelo proposto, permite, desde já ver que:
Os centros urbanos considerados para o caso do Sabugal são, naturalmente, a Guarda, a Covilhã e Castelo Branco;
O Subsistema urbano de proximidade é Guarda-Sabugal, o que me parece claramente insuficiente, pois igualmente deveria ser considerado o subsistema Covilhã-Sabugal;
O Corredor de polaridade é, como não podia deixar de ser, o corredor Guarda-Castelo Branco, eixo da A23. Integram este corredor, para além do Sabugal, Almeida, Belmonte, Fundão, Penamacor, Idanha-a-Nova e Vila velha de Ródão.
De salientar que o modelo proposto mantem a situação atual no que respeita a acessibilidades rodoviárias, que continuam assentes nos corredores A23/A25 e na ligação a Espanha a partir de Castelo Branco.
Nas próximas semanas continuarei estes breves comentários ao PNPOT proposto.

ps. Sexta, sábado e domingo realiza-se em Lisboa a 4.ª festa do Associativismo e Regionalismo da Cidade de Lisboa, junto à Fonte Luminosa da Alameda D. Afonso Henriques. O Concelho do Sabugal marcará presença através de um stand da Casa do Concelho do Sabugal. Estão convidados todos os sabugalenses a residir na cidade de Lisboa.

:: ::
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

Deixar uma resposta