Quadrazenhos que foram Guardas da Alfândega (2)

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Na semana passada tive a agradável surpresa de receber cópia da «Relação Geral dos Empregados e Guardas da Fiscalisação do Contracto de Tabaco e Sabão da Repartição do Sul e Ilhas», que me havia sido prometida pelo Dr. Rui Carreteiro, funcionário da Fundação Eugénio de Almeida, com o meu compromisso de não a publicar ou reproduzir. Por isso, apenas poderei falar dela e comentar o que respeita aos guardas quadrazenhos. Por falar em Repartição do Sul e Ilhas, leva a crer que haveria uma Repartição do Norte e Centro. A meu pedido, o Dr. Rui Carreteiro informou-me no passado dia 10 de Abril que um incêndio nas instalações em Lisboa, no séc. XIX, destruiu muita documentação, incluindo possíveis relações de empregados do Norte e Centro. Uma pena!

Quadrazenho foi Guarda do Tabaco - Capeia Arraiana

Quadrazenho foi Guarda do Tabaco (Fonte: Arquivos Paroquiais)

A «Relação Geral dos Empregados e Guardas da Fiscalisação do Contracto de Tabaco e Sabão da Repartição do Sul e Ilhas» trata-se de um caderno manuscrito, com linhas, em letra clássica, com 85 páginas, incluindo a capa. Dele constam cerca de 600 guardas contratados pelo Sr. José Maria Eugénio de Almeida para proteger o monopólio do tabaco e do sabão que lhe havia sido confiado pelo Governo, mediante concurso, para os anos de 1846 a 1858. Cada folha, com duas páginas seguidas na horizontal, tem 12 colunas:
– N.º de ordem;
– Classe;
– Nome;
– Idade;
– Naturalidade;
– Filiação;
– Estado;
– N.º de Filhos;
– Época de Admissão;
– Empregos que Exerceu Antecedentemente;
– Classificação do Mérito; e,
– Observações.
…que ocupam o cabeçalho das duas páginas.

A Relação está dividida por Direcções: Covilhã e Trancoso?, Elvas, Faro, Lisboa e Districtos Fiscais: Abrantes (abrangendo Belver, terra onde esteve a Real Fábrica do Sabão), Almada, Aldegalega (moderna Montijo), Alcácer, Alcobaça, Beja, Coimbra, Cascais, Figueira, Leiria, Peniche, Setúbal, Sines, Santarém, Thomar, Torres Novas, Torres Vedras, Vila Franca e Ilhas, este abrangendo Madeira e Fayal. Alguns possuem secção de Pessoal marítimo: Faro, Lisboa, Setúbal.

Nestes Districtos Fiscais só encontrei 1 quadrazenho em Beja, com a seguinte descrição: tem o n.º de ordem 21, g. a pé, José Rodrigues Bixeiro, 25, Quadraz., José Rod. Bixeiro, viúvo, contrabandista, veio de fora, veremos o que será.

Apontei as classificações de mérito dadas aos quadrazenhos, todas com boa conducta. Noutras relações encontramos classificações menos boas, como: sofrível, suficiente, regular, despedido, embora também se encontrem Bom e Muito Bom.

Na 1.ª página, sem contar com a capa, apresenta-se uma relação dos chefes, a saber:
– Classe;
– Nome;
– Id.;
– Natur.;
– Adm.;
– E. Anter. Estado.

– Inspector Mel Mª de Saldanha 48 Eiso?, 1858, Militar, Casado.
– G. a cav., Ant. Joaq. da Clara, 39, Aires, 1847, Trabalh., Solteiro.

Direcções: Covilhã e Trancoso?
Seguem-se 12 nomes, sendo o primeiro Director, os três seguintes subchefes, dois guardas a cavalo e seis guardas a pé, tendo sido admitidos três em 1840, um em 1846, um em 1847, um em 1848, dois em 1850, dois em 1851, um em 1855 e um sem registo de data.
A naturalidade era: um de Albufeira, dois do Fundão, dois da Covilhã, um de Gouveia, um de Lisboa, um de Fepois?, um do Rosmanilhal, um da Misarela, um de Castelo Branco e um de Algodres. As profissões anteriores eram: quatro serviram o Contrº anteriormente, um fora 1.º sargento de cavalaria, dois oficiais de diligência, um soldado de cavalaria, um soldado de infantaria, um sapateiro e guarda da Alfândega, um criado de servir em Lisboa e um contrabandista.

A pág. 4 tem o título Grande Na …(invisível)… lida de Quadrazais. Apresenta uma relação de 15 nomes, seguindo-se mais 17 na pág. 6, perfazendo 32, a saber:
Classe, Nome, Id., Natural, Filiação, Estado, Fil., Adm., E. Ant.
1 – Chefe – Simão Gonç. Borrª – 37 – Quadraz. – Simão Gonç. Borrª – casado – 3 – 1850 – Contrab.
2 – S.Chefe – José Gonç. D. Castêdo – 40 – Castêdo – Mel Gonç.Dias » 3 » Sarg. Caval.
3 – » » Ant. Gonç. Dias – 30 – Quadraz. – Ant. Gonç. Borrª » 3 » Almocreve.
4 – » » Ant. Gonç.Borrega – 32 » Simão Gonç.Borrª » 3 » Contrab.
5 – » » Gonçalo d’Alm. Carv. – 37 – Cortiçô – José Ant. de Carv. » 3 » Sarg. Infant.
6 – » p. – Manuel Pinto – 45 – Quadraz. – Ant. José Pinto » 4 » Contrab.
7 – » » Ant. Fern. Breu – 45 » Mel Fern. Breu » 3 » ».
8 – » » Vicente Ferª Marques – 55 – Penamac – Vicente Ferª Marques » 3 » ».
9 – » » Ant. Campos – 37 – Quadraz. – Ant. Campos » 4 » ».
10 – » » Ant. Pires Corrêa – 43 » Ant. Pires Corrêa » 8 » ».
11 – G. José Gonç. Parra – 38 – Valverde – Francº Gonç. Parra » – » Proprietário.
12 – G. c. – João Francº Carvalho – 43 – Quadraz. – Bernº Francº Meirª » 3 » Regedor da Fr.
13 – » » José Gonç. Borª Jún. – 29 » José Gonç. Borrega » 1 » Contrab.
14 – » » Ant. Soares Júnior – 35 » Ant. Soares » 5 » ».
15 – » » António da Costa – 37 » José Ant. » 4 » ».
16 – » » Ant. Joaq. Nabaes – 34 » Jacinto Nabaes » 1 » ».
17 – » » Mel Gonç. Carrapato – 34 » Mel Gonç. Carrapato » 3 » ».
18 – » » Mel Fern. Peseta – 32 » Mel Gonç. Peseta » 1 » ».
19 – » » José Gonç. Borrega – 34 » Simão Gonç. Borrega » 1 » ».
20 – » » Mel Afº Russo – 32 » Francº Nabais Russo » 4 » ».
21 – » » Estêvão Fernandes – 45 » Sebastião Fernandes » 5 » ».
22 – » » Joaquim Esteves – 37 » Joaquim Esteves » 5 » ».
23 – » » José Gonç. Melleiro – 41 » João Melleiro » 3 » ».
24 – » » Manuel Gonç. Maurício – 32 » José Gonç. Maurício » 1 » ».
25 – » » Ant. Esteves Cyprianno – 34 » Ant. Est. Cyprianno » 1 » ».
26 – » » José Afº da Pinheira – 41 » Ant. Afº da Pinheira » 2 » ».
27 – » » José António Mira – 43 – Ser B Jard. – Ant. Fern.Mira » 2 »Chefe dos gs. da Alfând.
28 – » » Mel Francº Diogo – 37 – Quadraz. – Mel Francº Diogo » 3 » Contrab.
29 – » » António da Cruz – 37 » Mel Mis da Cruz » 4 » ».
30 – » » Mel Afº Pecado – 32 » Mel Afº Pecado » 3 » ».
31 – » » Mel Rodrigues – 30 » José Rodrigues » 2 » ».
32 – » » Mel Robalo – 43 » Mel Robalo » 1 » ».

Os nºs 33 a 66 vêm na publicação anterior. Faço algumas correcções: Ao n.º 34 – José Gonç. – há que acrescentar Peseta, filho de Mel Gonç. Peseta; o n.º 36 não era soldado de infantaria, mas sim sargento de infantaria; o n.º 37 não era almocreve, mas sim contrabandista, contrabandistas eram todos os outros, excepto o n.º 48 que serviu o contrº antecedentemente e antes soldado da guarda municipal; o n.º 44 era, pois, também contrabandista e não guarda da Alfândega.

A classificação do mérito era a seguinte: Tem boa conducta e cumpre sempre com o seu dever para todos, excepto para os nºs 36 que tem boa conducta e inteligência e serve com zêlo e para o nº 45 que Tem boa conducta, interessando-se nas diligências a que procede; o 48 tem boa conducta, mérito, zêlo e interesse pelo serviço e o 49 tem boa conducta e desempenha com zêlo o seu serviço. Foram todos admitidos ao serviço em 1850, à excepção dos nºs 37 e 38 em 1855, do nº 42 em 1854 e do nº 48 em 1846.

A coluna da Classificação do mérito para os 15 nomes da pág. 4 é: Tem uma conducta regular e cumpre o que lhe é determinado para o n.º 1, tem muito préstimo pelo seu zêlo para o n.º 2, tem actividade para o serviço e boa conducta para os nºs 3, 4, 5, 6 e 7, tem boa coducta mas pela sua idade tem pouca actividade para o serviço para o n.º 8, tem actividade para o serviço e boa conducta para os nºs 9 e 10, tem muito préstimo, actividade e boa conducta para os nºs 11,12 e 13, tem boa conducta e cumpre com o seu dever para o n.º 14 e tem boa conducta e interesse pelo serviço para o n.º 15. Nas Observações do n.º 25 está: Passou a guarda a pé.

A classificação do mérito para os 17 nomes da página 6 é: Tem boa conducta e interesse pelo serviço para os nºs 16, 17, 21, 24; tem boa conducta e cumpre com o seu dever para os nºs 18, 19, 20, 22, 23, 26, 29, 30, 31 e 32;; tem boa conducta o n.º 25; tem boa conducta, muito zêlo e serve com interesse para os nºs 27 e 28; O n.º 27 fora chefe dos guardas da Alfândega do Sabugal.

Dos 15 nomes da página 4, 11 são de Quadrazais e os 17 da página 6 são todos de Quadrazais, à excepção de um que é de Sernache do Bom Jardim, o que perfaz um total de 27 quadrazenhos que, a somar aos já publicados (32) mais um na relação de Beja, perfaz um total de 60.

Destes 17 nomes são todos de Quadrazais menos o n.º 36, que é da Mêda.

Na página 10 continua a relação com o n.º 50 até ao 66, num total de mais 17 nomes, todos de Quadrazais, à excepção dos nºs 57, que é do Sabugal, do n.º 60, que é de Freches, e do n.º 64, que é de Algodres. Estes nomes foram já publicados na semana passada.

Na página 12 há mais três novos nomes, com os nºs de ordem 67, 68 e 69:
67 – G. a pé – José Fern.Bento – 45 – Quadraz. – José Fern. Bento – casado – contrab.- …e cumpre seu dever.
68 – » Joaq. Gonçalves – 30 » Joaq. Gonçalves » » ».
69 – » Bernº Francº. Meirinho – 45 » Mel Francº Meirinho » » ».

Encontramos nestas relações 50 nomes de famílias quadrazenhas, um número pequeno comparado com o de 418 famílias que compilei nos meus livros. Quem quiser ver as suas árvores genealógicas, poderá consultar os meus quatro volumes de «Para que não se Perca a Memória de 400 Anos de Vida em Quadrazais».

Na 1.ª publicação, no fim, vinham quatro nomes encabeçados por Mel Nabaes Chanas? que devem ser eliminados por virem repetidos. Não é Chanas, mas sim Durão.

Peço desculpa por uma ou outra possível gralha porque a letra está sumida e é grande a dificuldade para a ler.

Abreviaturas:
Adel. = Adelayde.
a cav. = a cavalo.
Afº = Afonso.
Contrab. = contrabandista.
Ant. = António.
G.(s) = guarda(s).
Borrª = Borrega.
c/ = com.
Est. = Esteves.
p/ = pelo.
Fern. = Fernandes.
inter. = interesse.
Gonç. = Gonçalves.
serv. = serviço.
Mel = Manuel Empr.
E. = emprego.
Nab. = Nabais.
Soltº = solteiro.
Joaq. = Joaquim.
… = Tem boa conducta.
Mª = Maria.
Contrº = Contracto.
Francº = Francisco.
Natur. = naturalidade.
S. B. Jar = Sernache do Bom Jardim.
Anter. = anteriormente.
Bernº = Bernardo.
Id. = idade.
Meirª = Meirinha.
Fil. = nº de filhos.
Alfând. = Alfândega.
Adm. = admissão.
Ferª = Ferreira.
Trabalh. = trabalhador.
Jún. = Júnior.
Sarg. = sargento.
Quadraz. = Quadrazais.
Caval. = cavalaria.
Rod. = Rodrigues.
Inf. = infantaria.
S.chefe = subchefe.
p. = a pé.

:: ::
«Lembrando o que é nosso», por Franklim Costa Braga

Deixar uma resposta