Não sou só eu…

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Pois é querido(a) leitor(a), num estudo feito sobre auto-censura nas redes sociais, chegou-se à conclusão que durante os 17 dias que durou o estudo, e num universo de quase quatro milhões de utilizadores, 71 por cento se auto-censuraram num post ou num comentário! A percentagem maior de auto-censura é nos posts, depois nos comentários.

Censura e Auto-Censura - António Emídio - Capeia Arraiana

Censura e Auto-Censura

Falando por mim, como é que eu não hei-de auto-censurar-me? Eu não escrevo para nenhum grupo específico, politica, económica ou culturalmente com o qual me identifique, se assim fosse, escusava de me auto-censurar, escrevia para os «meus», não tinha problemas, mas eu escrevo para um amplo leque de pessoas, cuja grande maioria não coincide com as minhas opiniões. E não coincide porquê? Porque eu não atrás das grandes correntes de opinião, isso obriga à exclusão, e também não entro «dans les coulisses de la politique».
Eu sofro do «síndrome de cão verde», ou seja, o meu pensamento é minoritário, faz parte do da minoria dos cidadãos, com isto não estou a dizer que seja melhor ou pior, é diferente.
Não, querido(a) leitor(a), este artigo saiu na Terça Feira de Carnaval mas não é nenhuma sátira… é uma realidade.

:: ::
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

One Response to Não sou só eu…

Deixar uma resposta