Portugal eleito melhor destino turístico do Mundo

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Portugal venceu este domingo, 10 de Dezembro, em Phu Quoc, no Vietmane, o prémio de melhor destino turístico do Mundo nos World Travel Awards 2017, tornando-se o primeiro país europeu a conquistar esta distinção. O país derrotou concorrentes como o Brasil, Grécia, Maldivas, EUA, Marrocos, Vietname ou Espanha. A cidade de Lisboa conquistou o prémio de melhor destino para estadias de curta duração (City Break) do Mundo.

Aldeamento Alto do Moinho em Albufeira no Algarve - José Carlos Lages - Capeia Arraiana

Aldeamento Alto do Moinho em Albufeira no Algarve

Na final dos WTA 2017 que decorreu este domingo em Phu Quoc, no Vietname, Portugal venceu o prémio de melhor destino turístico do Mundo. Também a cidade de Lisboa saiu vencedora ao conquistar, pela primeira vez, o prémio de melhor destino para City Break do Mundo, atribuído «pela sua atractividade e oferta de excelência no que respeita a estadias de curta duração».
A Parques de Sintra – uma empresa de capitais públicos que não recebe financiamento do Orçamento de Estado – venceu pelo quinto ano consecutivo a categoria «Melhor Empresa do Mundo em Conservação», categoria na qual voltou a ser única nomeada europeia. Foi distinguida pelo trabalho de recuperação e restauro dos parques e monumentos sob sua gestão.
Portugal passou a integrar a lista de 17 candidatos a Melhor Destino Turístico do Mundo na final dos World Travel Awards 2017 depois de, em Setembro, ter vencido o prémio de Melhor Destino Europeu.
Considerando tratar-se de um «momento único para o turismo em Portugal», a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, afirmou que a distinção é o «reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo dos anos por todos os que estão de alguma forma ligados ao turismo». «Mas é igualmente o reconhecimento pelo país que temos. Um país autêntico, inovador, que se soube reinventar, que reúne uma grande variedade de experiências e paisagens, um país que junta cosmopolitismo, história, tradição, sol, natureza e gastronomia. Um país que sabe e que gosta de acolher todos», sustentou Ana Mendes Godinho.
Em comunicado, a secretaria de Estado do Turismo destaca que, na Europa, «apenas as cidades de Londres e Paris» já venceram o prémio atribuído a Lisboa, sendo o Dubai o destino que mais vezes (seis) foi distinguido com este galardão dos World Travel Awards (WTA), considerados internacionalmente como os «Óscares do Turismo».
Para além do prémio de melhor destino turístico, Portugal conquistou ainda as distinções de «Melhor Organismo Oficial de Turismo do Mundo», atribuída ao Turismo de Portugal e de «Melhor Site Oficial de Turismo», atribuída ao portal visitportugal.com.
Salientando que esta é a primeira vez «em dez anos de história» que o Turismo de Portugal é reconhecido «com prémios de âmbito global», o presidente deste organismo, Luís Araújo, considera que «ver a estratégia turística distinguida dá uma motivação acrescida para os objectivos até 2027, para afirmar Portugal enquanto destino turístico de excelência».

Criados em 1993, os World Travel Awards reconhecem o trabalho desenvolvido na área da indústria turística a nível global, de modo a estimular a competitividade e a qualidade do turismo, sendo a selecção dos nomeados realizada anualmente à escala mundial pelo público em geral e por mais de 200 mil profissionais de turismo oriundos de 160 países.
Os nomeados para a grande final do prémio são os vencedores das galas regionais, aos quais se juntam outros nomeados pelo próprio WTA.
jcl (com agência Lusa)

One Response to Portugal eleito melhor destino turístico do Mundo

  1. José Martins diz:

    Uma excelente notícia para os portugueses. A região do nosso concelho, o Sabugal, tem tudo para se desenvolver na área do turismo. É necessário trabalhar os nossos trunfos e valorizá-los sem medos. Não devemos cair no erro de apostar nas mesmas coisas que o litoral ou outras regiões do nosso país. Reconstruir, requalificar, preservar, formar e informar, estar de mente receptiva à inovação e sonhar bem alto. E mais importante que tudo isto, tarefa bem difícil de concretizar, contudo é mesmo necessária: pessoas que habitem e morem na nossa aldeia, nas nossas vilas e cidades.

Deixar uma resposta