Os chineses vão desfrutando

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

Li no semanário «Expresso» de Outubro passado que a China critica o – Caos – das democracias ocidentais e elogia a harmonia do seu próprio regime. Infelizmente a China tem razão, só que a juntar a – Caos – devia estar mediocridade, mas ela, a China também contribui para esse – Caos – os desempregados estão no Ocidente e as empresas ocidentais estão na China…

A democracia é vítima dos «lobos famintos» - António Emídio - Capeia Arraiana

A democracia é vítima dos «lobos famintos»

Senhor Ji Jiping, Presidente da República Popular da China, a agência Xinhua que é a porta-voz oficial do regime, do qual o senhor é líder, publicou há uns tempos que as democracias ocidentais são mais – Caos – do que outra coisa, pura realidade. Não vou escrever sobre o – Caos – deste, já toda a gente se apercebeu, quero escrever sobre o Laissez-Faire, que por sua vez origina o – salve-se quem puder – e a corrupção, tudo fruto da liberdade económica, não da Liberdade Política, ao contrário do que muita gente pensa aqui no Ocidente. Também um dos grandes erros do pensamento de milhões de cidadãos dos países democráticos ocidentais é verem em cada um dos partidos políticos que concorrem a eleições uma ideologia própria inerente a cada um deles, pura ilusão, puro engano, a ideologia é só uma, a das elites dominantes, daí surge o pensamento único. Estas elites são extremamente corruptas senhor Presidente, veja o último caso – Os papéis do Paraíso – políticos, futebolistas, gente da cultura e, até da realeza europeia! Fogem com o seu dinheiro para paraísos fiscais, deixando de pagar impostos sobre esse dinheiro, e para não lhes conhecerem as suas contas bancárias… Eu pensava que quem fazia isto eram os gangsters da Mafia, gente ligada ao terrorismo internacional, ao narcotráfico e à corrupção, enganei-me! Como consciencializar os cidadãos para pagarem impostos? Como consciencializar os cidadãos para irem votar? Do que se alimentam os populismos? Senhor Presidente isto é um – CAOS – e eu já estou farto, de estar farto disto tudo!!!

:: ::
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

Deixar uma resposta