Queijo Lactibar entre os melhores de Portugal

Gastronomia - © Capeia Arraiana

O queijo de cabra «Quinta da Cabreira» (cura prolongada) da Lactibar – Lacticínios do Sabugal venceu a sua categoria o concurso «Queijos de Portugal» promovido pela Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios. A edição 2017 premiou os 21 melhores queijos nacionais e atribuiu 41 menções honrosas.

Queijo Quinta da Cabreira - Lactibar - Rendo - Sabugal - Capeia Arraiana

Queijo Quinta da Cabreira (cura prolongada) da Lactibar venceu a sua categoria no concurso «Queijos de Portugal»

A ANIL-Associação Nacional dos Industriais anunciou na FIL, em Lisboa, durante a edição do «Grandes Escolhas – Vinhos & Sabores» os vencedores do 9.º «Concurso Queijos de Portugal». São 21, número que corresponde às categorias em prova, os queijos que vão poder envergar o selo «Prémio Melhor Queijo 2017 – Concurso Queijos de Portugal». Foram ainda destacados com «Menção Honrosa», 41 representantes de um total de 193 queijos que estiveram a concurso.
Após uma análise rigorosa, objectiva e técnica feita a quase duas centenas de referências de queijo de produção 100 por cento portuguesa, o painel de 24 jurados decidiu e atribuiu os devidos galardões.

Fábrica da Lactibar em Rendo no concelho do Sabugal - Capeia Arraiana

Fábrica da Lactibar em Rendo no concelho do Sabugal

Lactibar produz um dos melhores 21 queijos de Portugal

O queijo de cabra «Quinta da Cabreira» (cura prolongada) da Lactibar – Lacticínios do Sabugal e o queijo fresco de ovelha «Seia» dos Queijos Tavares, de Seia, venceram as respectivas categorias do concurso.
No que toca aos produtores o grande vencedor é a JD-Empresa de Laticínios que arrecadou três galardões na categoria Cabra Cura Normal, com «Palhais Gourmet Saloio», na categoria Mistura Cura Normal, com «Três Igrejas Tradicional Saloio», e na categoria Mistura Cura Prolongada, com «Três Igrejas Cura Prolongada Saloio», para além das três «Menções Honrosas» na categoria Requeijão Mistura, com «Requeijão Natural Saloio», na categoria Cabra Cura Prolongada, com «Palhais Rústico Saloio», e na categoria Mistura Cura Prolongada, com «Sítio da Perdiz Saloio«.
Seguiu-se a Laticínios do Paiva, vencedor nas categorias Requeijão Vaca, Flamengo e Novos Sabores, com «Requeijão de Lamego», «Paiva Bola« e «Paiva Flamengo com Alecrim», respectivamente, tendo arrecadado uma «Menção Honrosa» na categoria Flamengo, com «Paiva Fatias», e outra na categoria de Queijo Fresco Vaca.
A Queijaria Flor da Beira venceu na categoria Requeijão Ovelha, tendo recebido também três «Menções Honrosas»: «Flor da Beira Amanteigado» (Ovelha Cura Normal), «Flor da Beira Amanteigado Selecção» e «Flor da Beira», ambos na categoria Ovelha Cura Prolongada.
Já à Queijaria Guilherme foram atribuídas duas «Menções Honrosas» na categoria de Queijo Fresco Atabafado e uma categoria de Requeijão Ovelha.
O Concurso «Queijos de Portugal» da ANIL pretende fomentar o desenvolvimento da indústria e melhorar o posicionamento dos queijos portugueses no mercado e, ao mesmo tempo, reforçar o reconhecimento deste produto junto do consumidor.
A importância deste desafio tem vindo a reflectir-se desde a primeira edição, na qual foram apresentados 57 queijos de 27 empresas, inseridos em cinco categorias. Por sua vez, na edição de 2016, já noutro formato, o número de queijos levados a Concurso disparou para os 206, com a participação de 59 empresas, e as categorias aumentaram para 20, «o que denota um acréscimo que tem vindo a granjear no panorama nacional, em grande parte justificada pela sua comprovada credibilidade e isenção», realça a ANIL.
Em 2017 estiveram a concurso 193 queijos de 55 empresas e foi introduzida mais uma categoria: o «Queijo Fresco Atabafado».
Um queijo fresco de origem maioritariamente alentejana e algarvia, produzido com leite de cabra ou mistura de leite de cabra e vaca, submetido a tratamento térmico superior ao da pasteurização.
O sucesso do Concurso «Queijos de Portugal» também se deve à qualidade do painel de jurados composto por provadores especialistas com formação específica, representando o sector queijeiro, entidades da administração pública com ligação às vertentes agro-alimentar, gastronómica e de distribuição, imprensa e consumidores.

Lista dos vencedores do 9.º Concurso «Queijos de Portugal». (Aqui.)

:: ::
O Capeia Arraiana saúda a Lactibar por mais este, merecido, prémio que reconhece a nível nacional e internacional a excelência do seu «Quinta da Cabreira» (cura prolongada).
jcl

One Response to Queijo Lactibar entre os melhores de Portugal

  1. Ramiro Manuel Lopes de Matos diz:

    Mais um prémio mais que merecido para a LACTIBAR!
    Em minha casa raramente falta este queijo de cabra,bem como o “Terras da Raia! com mais de 6 meses de cura.
    Não é queijo artesanal, mas são queijo de elevada qualidade!
    Parabéns aos seus proprietários e a todas e todos os que na fábrica fabricam tais queijos!

Deixar uma resposta