Faleceu Octávio Chau Afonso

Obituário - © Capeia Arraiana

Faleceu hoje Octávio Chau Afonso, de 81 anos, natural de Quadrazais, que foi advogado, escritor, jornalista e dirigente associativo. O funeral acontecerá em Lisboa no dia 8 de Novembro.

Octávio Chau Afonso

A cerimónia fúnebre é quarta-feira, entre as 10 e as 14 horas, com o funeral a partir da Igreja do Campo Grande, em Lisboa, para o cemitério dos Olivais, onde será cremado.
A família tenciona depositar as cinzas no cemitério de Tomar, junto dos seus progenitores.
Octávio Afonso Chau nasceu em Quadrazais, concelho do Sabugal, no dia 13 de Novembro de 1936.
Estudou no colégio Nuno Álvares, em Tomar, e foi alferes miliciano de cavalaria, tendo sido mobilizado para Angola no início da Guerra Colonial, em 1961, integrado num batalhão comandado pelo então tenente coronel António de Spínola.
Licenciou-se em Direito pela Universidade de Coimbra.
Na área do jornalismo foi director dos jornais coimbrões «Capa e Batina» e «O Ponney», e chefe de redacção do semanário «O Templário», de Tomar, e editor da revista «CNA», da mesma cidade. Teve colaboração dispersa pela imprensa ultramarina e metropolitana, e foi correspondente de guerra do diário luandense «O Comércio», tendo escrito várias crónicas que foram transmitidas para todo o mundo através da Agência Lusitânia.
Foi ainda presidente da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais e dos clubes desportivos União de Tomar e União de Coimbra.
Dedicado também à advocacia, abriu escritório em Tomar, mudando depois para Lisboa.
plb

Deixar uma resposta