Postal TV (186)

José Carlos Mendes - A Minha Aldeia - © Capeia Arraiana

Apenas três items hoje. Um lamiré na publicidade / presença de políticos em horas e horas de televisão. Outro nos milhões de visitantes de canais «on line», o que nos devia deixar estupefactos. E mais umas linhas sobre meios aéreos nos incêndios e pouco mais.

Televisões - José Carlos Mendes - Capeia Arraiana

Televisões

>> UM
Quem teve mais horas de televisão no mês de Julho?
Digo-lhe o número de horas e escrevo os nomes. Você fará o favor de se divertir a «adivinhar» quem esteve na televisão 2, 3, 4, 4, 5 e 6 horas.
Os nomes serão então os seguintes por ordem aleatória:
– Cristas, Jerónimo, Marcelo, Costa, Passos e Catarina.
Agora tente acertar…
Um prémio a quem adivinhar pelo menos três dos seis, OK? Olhe que não é simples… E menos ainda é lógico, claro.
Bom sucesso.
Eu comprometo-me depois a dar a resposta em comentário lá para sábado.

>> DOIS
Tanta gente nos «sites» de TV na net! Veja bem: «No primeiro semestre de 2017, foram 4318 mil os residentes no Continente com quatro e mais anos que acederam a sites de televisão a partir de computadores pessoais, o que corresponde a 72.9 por cento dos internautas nacionais.
Estes sites receberam uma média diária de 298 mil utilizadores únicos» (Marktest).

>> TRÊS
Os incêndios e os meios aéreos dominam as TVs.
Sobre isso, apenas uma ideia que me anda a dominar: os meios aéreos em incêndios deviam actuar nos primeiros 30 minutos. Depois disso é uma gota no gigante furioso: pouco apagará…
Mas é melhor que nada.
Agora se fosse possível ter um comando operacional eficaz e colocar no ar imediatamente nos primeiros metros de frente de chamas uns 10 ou 12 helicópteros… Ah, isso dava resultado de certeza…
Deste modo que vemos as coisas passarem-se… é apenas andar a parcer que se fez o acertado.
Fica a opinião de quem tem razões de sobra para pensar na operacionalidade deste modelo: desde Lamego e Cabinda que sei do que é capaz um helicóptero bem pilotado.

:: ::
«Postal TV», por José Carlos Mendes

One Response to Postal TV (186)

  1. Josecarlos Mendes diz:

    Cá vai o prometido, então:
    Cá fica então a verdade dos números:
    Marcelo (6 horas de televisão), Costa (5), Passos (4), Cristas (4), Catarina (3), Jerónimo (2 horas).
    E estes dados permitem pelo menos estas conclusões:
    1 – Os apoiantes do actual Governo juntos tiveram dez horas de tv;
    2 – A oposição teve 8 horas.
    Marcelo apenas 6 horas…

Deixar uma resposta