António Dionísio e Joaquim Ricardo – os rostos da esperança!

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - © Capeia Arraiana (orelha)

O anúncio do nome de Joaquim Ricardo como cabeça de lista para a Assembleia Municipal juntando-se ao Partido Socialista e ao António Dionísio é uma boa notícia para os sabugalenses.

António Dionísio - Partido Socialista - Sabugal - Capeia Arraiana

António Dionísio – Candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal do Sabugal (foto: arquivo Capeia Arraiana)

Há oito anos acompanhei o Toni e os militantes e simpatizantes do PS numa luta para mudar o rumo das coisas no Concelho.
Tivemos como adversários principais a candidatura do PSD e uma candidatura independente liderada pelo Joaquim Ricardo.
Esta divisão do eleitorado que não se revia na gestão PSD, conduziu a que, embora por uma escassa margem, quer o Toni e o PS, quer o Joaquim Ricardo tivessem perdido as eleições.
Mas desde o primeiro momento foi possível estabelecer pontes que se revelaram fundamentais para a minha eleição enquanto Presidente da Assembleia Municipal, e para um maior controlo da atividade do executivo municipal.
Os anos passaram e a família socialista soube voltar a unir-se tornando possível que António Dionísio e Joaquim Ricardo se apresentem aos sabugalenses unidos.
Estão assim criadas as condições para lutar de igual para igual com o PSD, e o mesmo entusiasmo que coloquei há oito anos no apoio ao Toni é o mesmo, ou ainda maior, que coloco hoje no apoio ao Toni para Presidente da Câmara e ao Joaquim Ricardo para a Assembleia Municipal.
E apelo a todos os militantes e simpatizantes do Partido Socialista, bem como a todos os que estão desiludidos com o atual executivo do PSD que se unam e, com o seu voto nas urnas, derrotem aqueles que nos têm conduzido para o precipício.

:: ::
ps1. Estamos de tal modo «formatados» para o espetáculo que, à semelhança do que aconteceu com o Salvador na Eurovisão, já nos esquecemos de que política não é sinónimo de espetáculo, mas sim de defesa e promoção do bem comum.
E como o Salvador bem provou, chamando a atenção que uma canção não é um fogo de artifício, mas um conjunto de emoções canalizadas por uma música, umas palavras e uma interpretação genuína, também é a altura de se perceber que há uma forma diferente de fazer política…
:: ::
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

4 Responses to António Dionísio e Joaquim Ricardo – os rostos da esperança!

  1. Victor Moura diz:

    Há mais de 15 anos que não ia ao Sabugal…Estive lá no 1º de Maio, com o pretexto de almoçar no Robalo….Fiquei tão deprimido que já nem me deu para ir ao Soito, por exemplo. Deparei-me com uma terra paradíssima no tempo. Valeu pelo almoço. Só. É altura, em outubro, de não se apostar na continuidade.

  2. João Duarte diz:

    A candidatura do Dr. Joaquim Ricardo não era independente. Era do MPT. Que eu saiba o MPT é um Partido. Que mania de dizerem que era independente.

  3. MONTEIRO2015 diz:

    Por acaso algum candidato que concorreu a Camãra com o partido MPT. a 8 anos era filiado no MPT apenas foi para ser mais fácil a candidatura,.mas enfim quem não entende mais paciência.

Deixar uma resposta