O Carvalho da Bismula

Manuel Leal Freire - © Capeia Arraiana

Manuel Leal Freire brinda-nos com uma vaga de poemas em louvor dos Santos de cada dia. Semanalmente, ao domingo, a poesia do bismulense de pena firme e de memória prodigiosa deslumbra-nos com a exortação aos valores maiores deste nosso recanto raiano.

Carvalho

Carvalho

O CARVALHO DA BISMULA

O Carvalho Grande é Grande
Muito maior mesmo do que parece
Se o vento as suas folhas brande
Tudo em redor cicia prece

Por léguas e arredores se expande
A sua fama e bem merece
Nada há que o grau lhe abrande
Antes com o tempo sempre cresce

Para os povos vizinhos é uma inveja
E roga-se que Deus o proteja
Da queda de raios em tempestade

A bênção de Deus sobre ele desça
E que com os anos ainda cresça
Chegando a milénio a sua idade

:: ::
«Poetando», Manuel Leal Freire

Deixar uma resposta