Os nossos poetas

António Emídio - Passeio pelo Côa - © Capeia Arraiana

O Município do Sabugal comemorou no dia 21 deste mês o Dia Mundial da Poesia com um encontro de alguns dos nossos poetas concelhios na Biblioteca Municipal. Estiveram presentes: Alfredo Virgílio Correia, Amélia Rei, Carlos Alberto da Conceição, Nélia Carrilho e João Silva, este declamando poemas de Fernando Birra, que estave ausente. Vou deixar a todos os poetas esta mais que modesta homenagem.

Os nossos poetas - António Emídio - Capeia Arraiana

Os nossos poetas

Bem Haja artesãos da palavra que transformais a melancolia numa formosa aurora.

Bem Haja, porque de vós irrompe a beleza que suaviza tantos corações…

Bem haja, porque sem as vossas palavras a Natureza seria uma triste e perpétua escuridão.

Bem haja, pela paz que ofereceis a tanta alma cansada…

Bem haja, pela luz com que iluminais e aqueceis a negra e fria solidão.

Bem Haja, pelos luares românticos e os beijos de amor.

Bem haja, pelos vossos gritos de justiça.

Bem Haja, por transformardes as vossas palavras em gritos de protesto.

Bem haja, quando o vosso sangue cai na terra, porque o único crime que cometestes foi gritar LIBERDADE !

Bem Haja, por nos guiardes no labirinto que existe entre a vida e a morte.

«Todos os poetas do passado, todos os poetas do presente e todos os poetas do futuro, simplesmente escrevem um fragmento, um episódio de um grande poema colectivo que escrevem todos os homens»
Percy Bysshe Shelley

:: ::
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

Deixar uma resposta