Aldeias históricas querem turismo sustentável

Aldeia Histórica de Sortelha - © Capeia Arraiana (orelha)

As Aldeias Históricas de Portugal assinam no dia 7 de Abril, em Sortelha, concelho do Sabugal, a carta de compromisso turismo sustentável – Biosphere.

Sortelha vai ser a aldeia histórica anfitriã

Sortelha vai ser a aldeia histórica anfitriã

Este evento é precedido de uma reunião técnica alargada a todo o consórcio para fazer o balanço das acções desenvolvidas em 2016, bem como o plano de acção previsto para o biénio 2017-2018.
Volvido um ano de trabalho em torno do Reconhecimento Formal da Estratégia de Eficiência Colectiva (EEC) PROVERE, formalização das respectivas candidaturas e o desenvolvimento de um conjunto de acções de natureza conceptual ao nível da comunicação, inovação e animação, em articulação com os agentes privados e públicos, chegou o momento de tornar visíveis as iniciativas que as Aldeias Históricas de Portugal vão levar a cabo ao longo dos anos 2017 e 2018.
O PROVERE é uma estratégia de eficiência colectiva que integra projectos âncora promovidos pela Aldeias Históricas de Portugal – Associação de Desenvolvimento Turístico e parceiros, projectos complementares promovidos por entidades públicas da região e projectos privados da responsabilidade de um conjunto alargado de empresas e empreendedores. O plano de acção corresponde assim ao conjunto de projectos conducentes à afirmação das Aldeias Históricas de Portugal num “território de baixa densidade sustentável e pioneiro no seu contributo para o crescimento verde”.
Neste contexto, foi definido um modelo de governação sustentado no envolvimento das diversas entidades regionais e nacionais, estabelecendo-se diferentes papéis e responsabilidades. Neste processo no dia 7 de Abril será também formalizada a constituição do conselho consultivo, o qual integra um conjunto de entidades regionais e nacionais multissectoriais.
plb (com Turisver)

Deixar uma resposta