General Pina Monteiro é a Personalidade do Ano

Personalidade do Ano - 2016 - Pina Monteiro - Capeia Arraiana

:: PERSONALIDADE DO ANO – ARTUR PINA MONTEIRO :: :: O Capeia Arraiana escolheu como Personalidade do Ano 2016, Artur Pina Monteiro, General Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA). No dia 19 de Dezembro de 2011 o Capeia Arraiana noticiava que o general Pina Monteiro tinha sido empossado pelo Presidente da República, Cavaco Silva, como chefe do Estado-Maior do Exército (CEME). No dia 9 de Fevereiro de 2013, a Confraria do Bucho Raiano reuniu o Capítulo nos Fóios, freguesia raiana do concelho do Sabugal, distinguindo como confrade de Honra o general Pina Monteiro. No dia 23 de Janeiro de 2014 o Conselho de Ministros propôs ao Presidente da República a nomeação do general Artur Neves Pina Monteiro para o cargo de Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA). O general Artur Pina Monteiro é natural de Vila Fernando e filho de uma sabugalense.

Personalidade do  Ano - 2016 - Pina Monteiro - Capeia Arraiana

General CEMGFA Artur Pina Monteiro – Personalidade do Ano 2016 do Capeia Arraiana (foto: D.R.)


Artur Pina Monteiro, nasceu em 1952 em Vila Fernando, no concelho da Guarda. Filho de uma sabugalense desde sempre esteve ligado ao Sabugal. É casado com Maria da Conceição Lourenço Pina Monteiro e tem um filho e uma filha.
Pina Monteiro entrou para a Academia Militar em 1970, tendo concluído, quatro anos depois, o curso de Ciências Militares, Arma de Infantaria. No ano da Revolução de Abril rumou a Leiria à Escola Prática de Infantaria onde esteve até 1985.



Entre Janeiro de 1994 e Outubro de 1995 foi adjunto para as relações externas de dois ministros da Defesa, os sociais-democratas Fernando Nogueira e Figueiredo Lopes. De saída do Governo, ambos acabariam por louvar a «extraordinária dedicação e competência» do então tenente-coronel Pina Monteiro.


Dois louvores do Ministério da Defesa Nacional no mesmo ano
«Militar íntegro, discreto e de grande capacidade de trabalho, apesar de em acumulação com a docência no Instituto de Altos Estudos Militares, o tenente-coronel Pina Monteiro afirmou-se como um excelente colaborador do Ministro da Defesa Nacional, nomeadamente nas diversas reuniões de âmbito internacional que tiveram lugar, assim como nos inúmeros encontros bilateriais, onde se revelaram uma vez mais as suas qualidades de inteligência, argúcia e esclarecimento, em muito contribuindo para o prestígio externo dos organismos da defesa nacional», escreveu Figueiredo Lopes que substituiu Fernando Nogueira quando este assumiu a liderança do PSD, pouco tempo antes dos socialistas, liderados por António Guterres, voltarem ao poder nas legislativas de 1995.

Personalidade do  Ano - 2016 - Pina Monteiro - Capeia Arraiana

Desmaio de Cavaco Silva na Guarda ficará para a História de Portugal

Das salas do Instituto de Altos Estudos Militares para a Bósnia-Herezegovina
Em 1997, Pina Monteiro substitui as salas de aula do Instituto de Altos Estudos Militares, onde ensinava estratégia e táctica, pelo comando do segundo batalhão de infantaria da brigada mecanizada independente, a força portuguesa destacada na Bósnia-Herezegovina. Em 1999 nova missão. Desta feita três anos no comando operacional da NATO em Bruxelas.
A capacidade militar aliada à diplomacia nas decisões tomadas na capital da Bélgica foram louvadas pelo então chefe de Estado-Maior, o almirante Mendes Cabeçadas, que viu no coronel Pina Monteiro um oficial de «clara inteligência (…) a quem se augura o prosseguimento de uma auspiciosa carreira».

General Pina Monteiro visita o contingente militar português em Besmaya no Iraque - Personalidade do Ano 2016 - Capeia Arraiana

General Pina Monteiro visita o contingente militar português em Besmaya no Iraque em Julho de 2015 (foto: EMGFA)

General CEMGFA desde 2014
Exerce o cargo de Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), desde 7 de fevereiro de 2014, por nomeação, mediante Decreto Presidencial.
Está habilitado com o Curso de Ciências Militares, Arma de Infantaria, da Academia Militar, os cursos curriculares de carreira, o Curso de Estado-Maior e o Curso Superior de Comando e Direcção do Instituto de Altos Estudos Militares. Possui ainda outros Cursos de que se destacam o «Infantry Officer Advanced Course», dos Estados-Unidos da América e o Curso de Estado-Maior do Brasil.
Ao longo da sua carreira, prestou serviço em várias Unidades, Estabelecimentos e Órgãos do Exército, nomeadamente na Escola Prática de Infantaria, onde como Subalterno e Capitão desempenhou diversas funções de 1974 a 1985.
No Regimento de Infantaria de Ponta Delgada, Açores, como Capitão, desempenhou funções de 1978 a 1979. No Gabinete do General Chefe do Estado-Maior do Exército (CEME), como Major, foi Ajudante de Campo, de 1986 a 1988, como Tenente-Coronel foi Adjunto do General CEME, de 1998 a 1999 e como Major-General foi Chefe de Gabinete de 2003 a 2006.
No Instituto de Altos Estudos Militares, foi Professor de Táctica, de 1988 a 1989, Professor de Estratégia, de 1991 a 1996 e, em acumulação de funções, foi Adjunto do Ministro da Defesa Nacional para as Relações Externas de Defesa, de 1994 a 1995.
Como Tenente-Coronel comandou o 2.º Batalhão de Infantaria Mecanizado da Brigada Mecanizada Independente, de 1997 a 1998, constituindo-se como Força Nacional Destacada no Teatro de Operações da Bósnia-Herzegovina.



«Chamado a acompanhar questões melindrosas, em especial das áreas de pessoal e organização, sempre se mostrou atento aos movimentos e interesses e ao ambiente interno e externo, mantendo uma coordenação muito estreita com elementos essenciais, reagindo com celeridade, procurando e conseguindo actuar em antecipação e acompanhar muito de perto todos os detalhes da evolução dos mesmos, opinando de forma clarividente, chamando à atenção para as eventuais consequências e demonstrando grande assertividade.»
(louvor do general Valença Pinto)


Em Maio de 2007, assume durante dois anos o comando operacional das forças terrestres, em tempo de paz, o principal comando da estrutura operacional do Exército. Regressa a Bruxelas em dezembro de 2009 para ocupar o cargo de chefe da missão militar permanente na Nato e na União Europeia.
Ainda que breve, a passagem pelo Estado-Maior valeu-lhe um louvor no qual Valença Pinto exalta a «excelente visão prospectiva» de Pina Monteiro, bem como as suas «qualidades de liderança que, associadas a um trato fácil, permitiram a concretização com sucesso de todas as iniciativas e objectivos estabelecidos».

Reunião com o ministro da defesa Chinês em Novembro de 2015

Primeira visita de um CEMGFA à China a convite do seu homólogo chinês (Novembro de 2015) (foto: EMGFA)

Chefe da Missão Militar Permanente junto da OTAN e da União Europeia na Bélgica
Após a promoção a Coronel foi colocado no SHAPE, em Mons, na Bélgica, onde desempenhou as funções de «Chief Policy Section/Operations Division», do Comando Estratégico da OTAN, de 1999 a 2002.
No Gabinete do Chefe de Estado-Maior-General das Forças Armadas foi Chefe de Gabinete, de dezembro de 2006 a abril de 2007.
Como Tenente-General desempenhou as funções de Comandante Operacional das Forças Terrestres de 2007 a 2009, e a partir de dezembro de 2009, exerceu o cargo de Chefe da Missão Militar Permanente junto da OTAN e da União Europeia na Bélgica.

General Pina Monteiro na reunião da NATO em Vilinius na Lituânia - Personalidade do Ano 2016 - Capeia Arraiana

General Pina Monteiro na reunião da NATO em Vilinius na Lituânia

Promoção a General e a Chefe de Estado-Maior do Exército
No dia 19 de Dezembro de 2011 foi promovido a general e assumiu o cargo de Chefe de Estado-Maior do Exército (CEME).
Na folha de serviços do militar Artur Pina Monteiro constam 22 louvores. Dois concedidos pelo Ministro da Defesa Nacional, dois concedidos pelo Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, sete concedidos pelo General Chefe de Estado-Maior do Exército, oito por Oficiais Generais e três concedidos por outras entidades militares.
Entre as várias condecorações que recebeu destacam-se os Graus de Cavaleiro e Oficial da Ordem Militar de Avis, duas Medalhas de Ouro de Serviços Distintos, uma Medalha de Prata de Serviços Distintos com Palma, duas Medalhas de Prata de Serviços Distintos, as Medalhas de Mérito Militar de 2.ª e 3.ª Classe, a Medalha Cruz de São Jorge, Mérito do EMGFA, de 1.ª Classe, uma de Medalha D. Afonso Henriques, Mérito do Exército, de 1.ª Classe e duas de 2.ª Classe.
Foi agraciado ainda com a Medalha do Pacificador do Brasil, a Medalha Comemorativa da OTAN para a Bósnia e Herzegovina, a Medalha Comemorativa Francesa para a Bósnia e Herzegovina e a Ordre National de la Légion d`Honneur, grade officier, atribuída pelo Presidente da República de França.
É Confrade de Honra com o grau de Cancelário da Confraria do Bucho Raiano.
Para a memória futura da história de Portugal fica a imagem do General Pina Monteiro a ser o primeiro a aperceber-se do desfalecimento de Cavaco Silva, Presidente da República, durante o discurso das comemorações do 10 de Junho, dia de Portugal, na cidade da Guarda.



O general Pina Monteiro é o exemplo de um militar de carreira que fez da humildade, do profissionalismo e da competência os principais atributos que o levaram ao posto mais alto do exército. Oficial de carreira ocupou diversos lugares de comando em Portugal e em missões no estrangeiro. Recebeu diversas condecorações e louvores, factos que contribuíram para a sua escolha para Chefe do Estado-Maior do Exército e posteriormente para Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas.


Marcelo Rebelo de Sousa e Artur Pina Monteiro - Personalidade do Ano 2016 - Capeia Arraiana

Marcelo Rebelo de Sousa e Artur Pina Monteiro

Bucho Raiano reúne sabugalenses em Bruxelas
Joaquim Tenreira Martins é natural de Vale de Espinho, no concelho do Sabugal, e cronista residente no Capeia Arraiana. Em Janeiro de 2015 reformou-se após ter trabalhado 40 anos no serviço social e jurídico da Embaixada de Portugal, em Bruxelas. Confrade do Bucho Raiano juntou à mesa na sua casa familiares e amigos para degustar buchos recebidos directamente do Sabugal. Entre os convidados estavam os Confrades de Honra da Confraria do Bucho Raiano, o prof. Carvalho Rodrigues e o General Pina Monteiro e esposa.



«O Bucho já mal ouvia, tinha quase desaparecido no interior de cada um de nós. Perante as qualidades inigualáveis do seu sabor, já todos pretendiam ter origens nas terras do Bucho, nem que fosse por um cabelo. Claro que quanto ao General Pina Monteiro e ao cientista Prof. Carvalho Rodrigues não restavam dúvidas. O Bucho reconheceu-os logo. Também não se fez rogado em reconhecer o historiador militar que já tinha percorrido em pensamento, em estudo e na realidade as nossas boas terras beirãs, e igualmente o editor que, por portas e travessas, recebe, na sua mansão da Foz, as cristalinas águas do Côa, indispensáveis na confecção do famoso Bucho Raiano. Não admira, pois, que um jantar de Bucho Raiano, tão longe das nossas terras, possa torná-las tão presentes como se estivéssemos ali ao pé.
(Joaquim Tenreira Martins, in Capeia Arraiana, 23 Maio 2011)


Jantar de Bucho Raiano em Bruxelas - Joaquim Tenreira Martins - Pina Monteiro - Capeia Arraiana

General Pina Monteiro num jantar de Bucho Raiano em casa de Joaquim Tenreira Martins, em Bruxelas

Batalha no sítio do Gravato, no Sabugal, durante as Invasões Francesas
As cerimónias oficiais da evocação da Batalha do Sabugal no sítio do Gravato tiveram início no dia 2 de Abril de 2011 no Auditório Municipal do Sabugal. Incluiram o lançamento do livro «Sabugal e as Invasões Francesas» de Manuel Francisco Veiga Gouveia Mourão, Joaquim Tenreira Martins e Paulo Leitão Batista. O prefácio e a apresentação do livro escrito a «três mãos» esteve a cargo do filósofo e pensador sabugalense mestre Jesué Pinharanda Gomes.

General Pina Monteiro sempre disponível para apadrinhar a «causa sabugalense» - Personalidade do Ano 2016 - Capeia Arraiana

General Pina Monteiro sempre disponível para apadrinhar a «causa sabugalense»

No dia 31 de Maio, foi apresentado na Livraria Orfeu, em Bruxelas. Para a apresentação deste livro, a Orfeu, na pessoa do seu director, Dr. Joaquim Pinto da Silva, escolheu duas altas personalidades que viviam em Bruxelas: o General Artur Pina Monteiro e o cientista prof. Fernando Carvalho Rodrigues.

Confrade de Honra da Confraria do Bucho Raiano
No dia 9 de Fevereiro de 2013 no auditório do Centro Cívico Nascente do Côa, na freguesia dos Fóios, concelho do Sabugal, durante a cerimónia protocolar do IV Capítulo da Confraria do Bucho Raiano foi entronizado como confrade de honra com o título de Cancelário, Artur Pina Monteiro, general Chefe de Estado Maior do Exército.

Confrade Pina Monteiro - Confraria Bucho Raiano - Personalidade do Ano 2016 - Capeia Arraiana

Confrade de Honra Pina Monteiro no IV Capítulo da Confraria Bucho Raiano

:: ::
O Capeia Arraiana entendeu, assim, considerar o General Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, Artur Pina Monteiro, como «Personalidade do Ano».
jcl

7 Responses to General Pina Monteiro é a Personalidade do Ano

  1. Artur Pina Monteiro diz:

    À Capeia Arraiana agradeço a distinção por me considerarem ligado às nossas Gentes.

  2. Zita diz:

    Os grandes Homens serão reconhecidos pelos seus atos.

  3. Mariana diz:

    Grande tio Artur!

  4. Trindade diz:

    O General Pina Monteiro é um homem de um coração enorme,dotado de uma inteligência superior e com uma carreira ímpar na vida militar! É um orgulho fazer parte da família!

Deixar uma resposta