Team Saraiva garante o pódio no Estoril

Automobilismo - FIA - Federation Internationale de l'Automobile - Capeia Arraiana

Em final de temporada automobilística, os primos Saraiva, de Vilar Formoso, disputaram a derradeira prova do Troféu Super 7 By kia no Autódromo do Estoril, garantindo um honroso segundo lugar, ainda que o título de campeão lhes tenha fugido por um triz.

Primos Saraiva garantem o segundo lugar

Primos Saraiva garantem o segundo lugar

Estava em causa a renovação do título, e a luta era entre o Team Saraiva, e mais duas outras equipas, onde os primos David e Sérgio Saraiva não tinham outra alternativa se não vencer.
No sábado, dia 26 de Novembro, debaixo de uma enorme tempestade decorreu uma sessão de treinos livres e os treinos cronometrados. Definir um bom set up do carro era importante para os treinos cronometrados, mas era também importante deixar algumas referências para as corridas de Domingo, que tudo indicavam que seriam com piso seco.
Sérgio arrancou para a pista debaixo de chuva muito forte, e conseguiu manter-se junto dos mais rápidos, no entanto a pista ia melhorando e os tempos iam baixando volta após volta, e já com David em pista, baixando também os tempos do Team Saraiva, foi nos últimos segundos de treinos que alguns pilotos acabaram por fazer as suas melhores voltas, relegando a equipa para o 4º lugar. Nada de preocupante, já que as duas corridas iam ser longas.
Domingo, já com o sol sempre à vista, e até mesmo com algum calor, a enorme grelha de partida assustava os mais receosos. Um belo arranque de Sérgio, colocava-o nos primeiros lugares, mantendo ao longo do seu turno uma emocionante disputa com Eduardo Leitão, que também lutava pelo título.
Várias ultrapassagens durante todas as voltas levavam o público ao delírio. Sérgio entra na box na frente, e cede o seu lugar a David, numa troca rápida e eficaz que os fez ganhar uma vantagem confortável de mais de 20 segundos, dando a David a missão de controlar a corrida até final. Bem dito, e bem feito, David chega ao final na primeira posição, adiando para a segunda corrida o desfecho do campeonato.

15267823_1314421785276063_1740575572802652744_n

«Foi uma excelente corrida, andei sempre a discutir a primeira posição com o Eduardo, diverti-me imenso. Uma já está feita, vamos agora concentrar na próxima», comentava Sérgio.
No início da tarde dava inicio a segunda corrida, a táctica manteve-se, e Sérgio fazia o primeiro turno. Um bom arranque, mas uma enorme confusão no meio do pelotão, relegavam-no para o terceiro lugar, mantendo uma acesa luta com o mesmo carro que da primeira corrida, mas desta vez com o irmão Ricardo Leitão ao volante. Enquanto estes discutiam a segunda posição, Hugo Araújo aproveitava e ia ganhando algum terreno uma vez que seguia sozinho, sem grandes adversidades. A história durante o primeiro turno não mudava muito, até que Sérgio cede o lugar a David, com o objectivo de não perder mais tempo na luta Leitão, pois a luta directa não era com ele, mas sim com o carro que seguia em primeiro.
David entrou com grande garra, e decidido a recuperar toda a desvantagem, andando a ganhar cerca de 1 segundo por volta ao seu adversário, que também já havia trocado de piloto. No entanto, com o final da corrida a aproximar-se, já pouco se podia fazer, e David já não tinha tempo de se colar ao primeiro lugar, acabando a corrida no 2º lugar.
«Entrei decidido a recuperar, andei sempre no limite, e tinha noção que estava a ganhar volta após volta, mas a verdade é que não foi o suficiente para chegar à frente, precisava de mais uns minutos de corrida», dizia David depois do pódio.
Feitas as contas, o Team Saraiva necessitava de vencer as duas corridas, o 1º e 2º lugar não foram suficientes, e apesar de ter sido a equipa com melhores prestações no conjunto das duas corridas, não conseguiu renovar o título, acabando por ficar na segunda posição final.
plb (com David Saraiva e Sérgio Saraiva)

Deixar uma resposta