Futebol – Sabugal passa eliminatória da Taça

Sporting Clube Sabugal - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

Realizou-se no domingo, dia 13 de Novembro, a primeira eliminatória da taça da Associação de Futebol da Guarda (AFG) que, entre outros encontros, incluiu a deslocação do S. C. Sabugal a Vilar Formoso, onde bateu o Sporting local por uma bola a zero.

0-1 foi o resultado final

0-1 foi o resultado final

A equipa do Sabugal, mais interessada no campeonato do que propriamente na taça, apresentou um formação algo diferente do habitual, com especial destaque para o guarda-redes habitualmente suplente Nuno Marques, que após 14 épocas na “reforma” voltou a calçar as luvas num jogo oficial e, convenhamos, a classe continua intacta.
Ricardo Igreja técnico do Sporting do Sabugal apresentou de início: Nuno Marques , Pires, Sérgio, Maio, Cláudio, Barra, Camilo, Vendeiro, Rebelo, Velho, Hugo. No banco, para eventuais alterações, sentaram-se Nuno Morais, Quelhas, Pedro e David.
Entrou forte a equipa do Sabugal que poderia inaugurar o marcador logo aos 5 minutos não fora a displicência do jogador Hugo, esse domínio de jogo foi cedo controlado de forma bastante agressiva pela equipa local que com a benevolência do arbitro usou e abusou de jogadas violentas algumas delas a roçar a agressão sem que lhes fossem mostrados os respectivos cartões, exemplo disso o jogador Hélder da equipa local que em apenas 3 minutos conseguiu retirar de campo por lesão Barrra tendo entrado para o seu lugar Ricardo e quase fazendo o mesmo ao jogador Pires sem que tivesse visto qualquer cartão.
Atendendo a que perante a classe não há força que resista o Sabugal começou a fazer correr o adversário atrás da bola com transições rápidas evitando assim o mais possível contactos com o adversário. Apesar do domínio e do desaproveitar de oportunidades de golo chegou-se ao intervalo com o resultado em branco, premiando o anti jogo do adversário e penalizando a falta de eficácia do Sabugal.
Com o reatar do jogo o Sabugal entrou mais pressionante, por isso foi sem surpresa que o Sabugal inaugurou o marcador através de Rebelo após passe primoroso de Hugo. Depois de se encontrar a vencer o Sabugal passou a controlar o jogo e Ricardo Igreja fez sair Rebelo entrando para o seu lugar David e de seguida saiu Vendeiro entrando em seu lugar como avançado o habitual guarda-redes titular Nuno Morais. O Sabugal foi um justo vencedor com um resultado aquém do merecido pois poderia e deveria ter aproveitado algumas das muitas oportunidades de golo que criou.

3 notas a realçar :

Em primeiro os parabéns a nossa atleta campeã de judo adaptado Maria José Janela Ribeiro que nas comemorações do dia do concelho foi agraciada pelo município com a medalha de mérito desportivo.

Em segundo realçar a próxima deslocação da nossa equipa ao reduto da Meda, num jogo entre o primeiro e o segundo classificados, com a condicionante de neste momento termos muitos jogadores jogadores lesionados , esperando que até lá consigamos recuperar alguns deste ” lote ” Nuno Marcos, Mica, Barra, Jorgito, João Pedro, Rui Santos, Janela.

Em terceiro e como opinião meramente deste clube será que é muito difícil á Associação de futebol da Guarda, acertar o passo com a Federação Portuguesa de Futebol, que na Taça jogam todos os clubes e após a 1ª eliminatória repesca os necessários de entre os eliminados para acertar as equipas que irão competir na 2ª eliminatória? Fará algum sentido tanta equipa isenta nesta eliminatória , para só se jogar a próxima em Fevereiro?
plb (com SC Sabugal)

Deixar uma resposta