Uma carta de Manuel António Pina

Sabugal - © Capeia Arraiana (orelha)

:: :: CONGRESSO DO FORAL DO SABUGAL :: :: Há 20 anos, aquando da organização do Congresso procurámos reunir no Sabugal figuras ilustres do concelho. Enviámos várias missivas e uma delas seguiu para o poeta e jornalista Manuel António Pina que nos respondeu informando que não poderia participar por razões emocionais.

Manuel António Pina

Manuel António Pina

Manuel António Pina, além de poeta com obra apreciada, era editor cultural do Jornal de Notícias, do Porto, cidade onde se radicou e onde viveu até à sua morte em 19 de Outubro de 2012.

Manuel António Pina

Manuel António Pina

O poeta e jornalista nasceu no Sabugal em 18 de Novembro de 1943 e daqui saiu ainda menino, tendo estado afastado da terra natal durante muitos anos. No momento em que o convidámos, ele acabara de viver o drama da morte de sua mãe e isso impediu-o de vir ao Sabugal para participar no Congresso.
A carta que nos remeteu revela um homem amargurado e profundamente emocionado:
«Infelizmente não poderei estar presente, não só em virtude de um inadiável compromisso que tenho no dia 9 na Galiza, mas ainda porque, em razão do falecimento, há poucos dias, de minha mãe (natural, como eu, do Sabugal), não me sinto neste momento em condições emocionais que me permitam preparar, com o cuidado que requeria e que um Congresso como o presente justifica, uma comunicação.»
Manuel António Pina aproveitou para enviar com a carta um conjunto de livros da sua autoria para a exposição bibliográfica dedicada aos escritores sabugalenses, revelando-se emocionado pelo facto da mesma se realizar no Castelo do Sabugal, em cujas proximidades era a casa dos avós maternos.
:: ::
Por Paulo Leitão Batista

Deixar uma resposta