Aprovada Carta de Turismo da Malcata

Reserva Natural Serra da Malcata - Sabugal - Penamacor - Capeia Arraiana

Foi aprovada pela Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais (EUROPARC) a Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS) «Gata-Malcata Terras do Lince», cuja candidatura foi dinamizada pelos municípios do Sabugal, Almeida e Penamacor.

Serra da Malcata

Serra da Malcata

A CETS «Gata-Malcata Terras do Lince» envolve uma vasta parceria e tem como objectivo promover a região abrangida ao nível do turismo sustentável em áreas protegidas.
«A iniciativa partiu dos municípios de Almeida, Penamacor e Sabugal e contempla um vasto leque de agentes, que se mobilizaram e envolveram naquela que é a certificação que reconhece as estratégias de turismo sustentável em áreas protegidas na Europa», refere em comunicado a Territórios do Côa – Associação de Desenvolvimento Regional, com sede em Almeida.
Segundo a associação, que é responsável pela gestão, coordenação e monitorização da CETS, a candidatura foi validada «após vários meses de reuniões/fóruns, preparação do plano de acção e documento estratégico, e após visita do auditor no passado mês de Maio».
Na nota hoje enviada à agência Lusa é referido que para os presidentes das três autarquias abrangidas, António Baptista Ribeiro (Almeida), António Luís Beites (Penamacor) e António Robalo (Sabugal), «este é um passo de extrema importância para a coesão territorial e para o desenvolvimento turístico» daquele território dos distritos da Guarda e de Castelo Branco.
«A cooperação e o trabalho em rede que este projecto exige para a sua sustentabilidade têm sido determinantes e espera-se que se perpetuem no tempo, pois o ‘galardão’ é válido por cinco anos e após esse prazo será novamente reavaliado o trabalho», é referido.
Os autarcas «louvam» a certificação atribuída pela EUROPARC e sublinham «o apoio incondicional dos parceiros e entidades envolvidas, organizados por grupos temáticos, sendo estes os principais dinamizadores e embaixadores da região».
Do plano de acção da CETS “Gata-Malcata Terras do Lince fazem parte vários projetos, a cargo de várias entidades, como os municípios de Almeida, Penamacor e Sabugal, a Territórios do Côa – Associação de Desenvolvimento Regional, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas/Reserva Natural da Serra da Malcata, a Associação de Municípios da Cova da Beira, a Associação Empresarial do Sabugal, Fórum Florestal – Estrutura Federativa da Floresta Portuguesa, o Instituto Politécnico da Guarda, o Turismo Centro de Portugal e a Universidade da Beira Interior.
As entidades envolvidas reconhecem que a aprovação da candidatura «representa o reconhecimento de um território de elevado potencial, onde a Natureza e a paisagem se harmonizam num diálogo profundo» com os «magníficos produtos» e a «arte de bem receber» das suas gentes.
A cerimónia de entrega dos certificados decorrerá nos dias 5 e 6 de Dezembro, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, é anunciado.
plb (com Lusa)

One Response to Aprovada Carta de Turismo da Malcata

  1. Ramiro Manuel Lopes de Matos diz:

    Uma boa notícia para o Concelho, mas também um grande desafio para os responsáveis políticos, para as Associações locais e para o tecido empresarial.

Deixar uma resposta