O Mito do Contrabando (2)

Franklim Costa Braga - Capeia Arraiana

Todas as terras da raia faziam contrabando semelhante àquele a que a maioria dos quadrazenhos se dedicava. A diferença é que era em maior quantidade em Quadrazais porque Quadrazais era a freguesia com maior população, por vezes suplantada pelo Soito.

Quadrazais

Quadrazais

Com um pouco de esforço, seguindo rua a rua, consigo chegar ao número de pessoas individualizadas que não se dedicavam ao contrabando em 1950, ano em que a população era de 2.720 habitantes, ano em que eu tinha a idade de sete anos, embora possa ter algumas falhas sobre o número de familiares ou omissões de famílias, de que peço desculpa. Apresento-as pelo nome por que eram conhecidas em Quadrazais, colocando entre parêntesis o número de pessoas que viviam nessa data em sua casa (casal, filhos ainda solteiros e outros familiares a seu cargo), que poderiam ter vivido do contrabando ou até poderiam mais tarde vir a viver dele. Assim:

tabela1

tabela2

tabela3
:: ::
«Lembrando o que é nosso», por Franklim Costa Braga

Deixar uma resposta