Arte e filatelia na Mêda

Vila da Mêda - Capeia Arraiana

No sábado foi inaugurada a exposição de desenho “Mural das lamentações da humanidade” na Casa da Cultura de Mêda. No domingo, a Biblioteca Municipal recebeu um encontro de coleccionadores de selos, que expuseram as suas colecções particulares.

Exposição na Mêda

Exposição na Mêda

Está patente até ao dia 26 de Março na Casa da Cultura de Mêda a exposição de desenhos de Ricardo Cardoso, artista natural de Seia. As imagens de guerra, opressão, pobreza e fome servem para recordar os maiores horrores dos séculos XX e XXI provocados pela humanidade. A forte carga emocional presente nas telas pretende lançar a reflexão: “Que futuro queremos para a humanidade?”
No domingo, a inauguração das colecções de selos de Armando Caramelo, Lopo de Castilho e Jorge Saraiva serviu de pretexto para um encontro de coleccionadores, que, em tertúlia aberta, falaram da sua paixão pela filatelia e da forma como os selos acompanham e ajudam a compreender os mais importantes acontecimentos da história mundial. A exposição pode ser visitada até ao dia 31 de Março na Biblioteca Municipal.
Pascal Felix, em representação dos Correios de Portugal, explicou que mais de 70% dos selos emitidos se destinam ao coleccionismo. Aproveitou também para explicar parte do processo de distribuição de cartas e a forma como os CTT têm adaptado o seu funcionamento ao desenvolvimento da sociedade, nos âmbitos tecnológico e ambiental, nomeadamente através da renovação da frota para veículos eléctricos.
Ambas as exposições têm entrada livre.
plb (com CM Mêda)

Deixar uma resposta