Pelotão multicultural à procura de sonho amarelo

Ciclismo - Capeia Arraiana

Estamos a uma semana da Grande Partida da 77.ª Volta a Portugal Liberty Seguros. Em Viseu vai apresentar-se um pelotão com cerca de 140 corredores de 16 equipas, que no dia seguinte partirá de Pinhel para a 1.ª etapa, e que no dia 7 de Agosto passará no Sabugal a caminho de Castelo Branco.

A Volta vai partir de Pinhel e da Guarda e passará no Sabugal no dia 7 de Agosto

A Volta vai partir de Pinhel e da Guarda e passará no Sabugal no dia 7 de Agosto

Aos conjuntos profissionais portugueses – W52-Quinta da Lixa, Rádio Popular-Boavista, Efapel, LA Alumínios-Antarte, Team Tavira e Louletano-Ray Just Energy – juntam-se formações provenientes de oito países: Caja Rural-Seguros RGA (Espanha), Team Idea 2010 ASD (Itália), Verandas Willems Cycling Team (Bélgica), Cyclingteam Join’s-De Rijke e Parkhotel Valkenburg Continental Team (Holanda), Team Kuota-Lotto e Team Stuttgart (Alemanha), Lokosphinx (Rússia), ISD Continental Team (Ucrânia) e Team Ecuador (Equador).
A lista de equipas divulgada agora pela Podium Events, organizadora da prova, é provisória, mas avança já com a quase totalidade dos nomes inscritos na principal competição que se realiza, em Portugal, desde 1927. A lista final será conhecida após a reunião de Diretores Desportivos que acontece a 28 de julho, véspera do início da prova.
A 77.ª Volta a Portugal Liberty Seguros corre-se entre 29 de julho e 9 de agosto.
plb (com Podium)

One Response to Pelotão multicultural à procura de sonho amarelo

  1. JFernandes diz:

    A volta a Portugal em bicicleta, chegou a ser uma prova que movia a economia das regiões por onde passava e por norma passava em muitos locais ao longo de todo o país.
    De há vários anos para cá, a volta passou quase a ser uma volta do Norte.
    Percebo que a passagem da volta por este ou aquele local não é um capricho dos organizadores.
    Só não percebo por que razão o Governo não interfere influenciando quem organiza.
    É que ao governo compete defender a integridade do territorio nacional e a sua homogeneidade possivel.
    Quando farão alguma coisa nesse sentido?

Deixar uma resposta