Sabugal seguiu em frente na Taça de Honra

Rui Nascimento - Sporting Clube Sabugal - Capeia Arraiana

Decorreu este domingo mais uma fase da Taça de Honra da Associação de Futebol da Guarda, mais concretamente os quartos-de-final, onde num dos jogos estiveram frente a frente as equipas do Sporting Clube do Sabugal e Sporting Clube Vilar Formoso, que a equipa raiana ganhou por 1-0.

O Sabugal recebeu e venceu o Vilar Formoso

O Sabugal recebeu e venceu o Vilar Formoso

Numa ótima tarde para a prática do futebol, assistiu-se a um jogo bem disputado, pois ambos os clubes assumiram estratégias que lhes pudessem eventualmente dar maior sucesso, pois aqui não há espaço para erros, quando existem podem ser fatais.
Numa toada claramente mais defensiva, o Vilar Formoso assumia uma estratégia onde a coesão era essencial, tentando sair em rápidos contra-ataques quando provocavam a perda de bola do adversário.
Por sua vez o Sabugal, jogando em casa, assumia um estilo de jogo com mais posse de bola, tentando criar espaços na bem organizada estratégia defensiva do adversário.
Inicialmente sem grande velocidade, as oportunidades de golo eram escassas, realçando duas boas arrancadas de Fã mas que rapidamente foram anuladas pela defesa forasteira.
Nani, que entrou logo aos 20 minutos para substituir o seu companheiro Fã, também em velocidade consegue aparecer sozinho na área, mas a rematar ao lado.
Por sua vez o Vilar, numa das suas bolas longas consegue servir Palhota que após bom trabalho ultrapassa Janela e serve um companheiro, que na boca da baliza proporciona a defesa da tarde a Sampaio.
No segundo tempo o Sabugal assumiu muito mais o jogo, pois era notório que o Vilar Formoso pretendia levar o mesmo para a lutaria das grandes penalidades, pois apenas defendia e queimava tempo sempre que podia.
Naturalmente os lances de perigo iam surgindo junto à baliza do Vilar Formoso, primeiro por Pires que de cabeça permite a defesa de Rebelo, tal como aconteceu a remate semelhante de Galhardo e posteriormente Camilo.
Após assistência fantástica de Gaspar, Nuno Oliveira aparece na cara do golo, mas na tentativa de chapéu o remate acaba por sair por cima.
Quase a papel químico foi a vez de Fifias aparecer isolado, mas a demorar na hora de rematar ou passar a um colega e a defesa visitante a recuperar rapidamente, conseguindo anular a jogada.
O sempre irreverente Nani iá criando dificuldades na defesa adversária e tantas foram as insistências que ao minuto 75, após excelente assistência de Galhardo, ganha em velocidade a todos os adversários e já dentro de área desfere um portentoso remate de pé esquerdo, fazendo o golo que ditaria o vencedor do jogo.
Feito o golo, o Sabugal continuou a controlar as operações, não permitindo que o Vilar Formoso criasse perigo, nem mesmo após ficar reduzida a 10 elementos, após expulsão um pouco ingénua do experiente Galhardo.
Resultado justo, com clara superioridade da equipa raiana, que carimbou assim a passagem às meias-finais da prova, onde defrontará em Manteigas a equipa local, no dia 26 de Abril.
A equipa do Sabugal apresentou-se com a seguinte constituição:
Sampaio (GR), Janela, Filipe, Pires, Pedro, Camilo, Fã, Gaspar, Nuno Oliveira, Nuno “Fifias”(C) e Galhardo. No banco Rui Nascimento tinha, Nuno Morais (GR), Miguel, Póvoas, Calau, Igor, Rui Pedro e Nani.
Crónica de Rui Nascimento

Deixar uma resposta