Vídeo de Homenagem a Natália Bispo

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

Natália Bispo, a Talinha, foi homenageada no VI Capítulo (14 de Fevereiro) com o título de Confreira Honorária da Confraria do Bucho Raiano. A plateia – com os filhos Eduardo e Cláudia e o marido Romeu –, visionou emocionada um vídeo que lembrou alguns momentos de uma vida de causas da guardiã da Casa do Castelo no Largo do Castelo das Cinco Quinas no Sabugal.


A plateia (e o palco) do Auditório Municipal do Sabugal onde teve lugar a cerimónia de entronização do VI Capítulo da Confraria do Bucho Raiano registou alguns momentos inéditos e para a história.
A abrir a exibição das classes mais jovens de judo do Sporting Clube do Sabugal treinadas por David Carreira e o destaque para a demonstração dos campeões («mais velhos») Emanuel Martins e Carla Vaz.
O momento musical da jovem violinista Mara Luna Carvalho antecedeu a grande surpresa. Para espanto de todos os presentes no Auditório a Rainha Santa Isabel e o Rei D. Dinis «mostraram como aconteceu» o Milagre das Rosas no Largo do Castelo das Cinco Quinas no Sabugal.
Após a brilhante Oração de Sapiência da doutora Maria Máxima Vaz intitulada «À mesa com El’Rei D.Dinis» seguiu-se a distinção de honra a personalidades: João Taborda Manata, José Soares Ricardo e… Natália Bispo a título póstumo. Aqui deixamos o vídeo de homenagem à Talinha. Costumamos ouvir dizer que na vida não há insubstituíveis. Mas, em vida, a Talinha protagonizou, com esforçada coragem, o papel de «Sejam bem-vindos ao Sabugal e ao Largo do Castelo. Venham visitar a Casa do Castelo e brindar com um Porto de honra». Um papel centenas, milhares de vezes repetido todos os dias incluindo fins-de-semana, feriados e férias. Assim sendo atrevemo-nos a dizer que não há insubstituíveis mas a Talinha foi única, pessoal e incopiável.
A Confraria, quem visita o Sabugal e os Sabugalenses ficaram mais pobres.

Talinha… Bem-haja por tudo.
jcl

One Response to Vídeo de Homenagem a Natália Bispo

  1. Este Artigo é muito importante porque é justo para a memória que se tem da Natália/Talinha. Infelizmente, por razões de saúde,nem no funeral nem na homenagem póstuma estive presente.Mas à Mulher indómita e serena que fez conhecer o Sabugal e o seu concelho não lhe faltarão oportunidades póstumas de a ter presente. Creio que a Cãmara do Sabugal não deixará de a perpetuar da forma que sabe. Ela merece.

Deixar uma resposta