Prata para Branco 2012 da Adega 2.5

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

O vinho branco DOC Beira Interior 2012 da Adega 2.5 (Vinhos de Belmonte) foi distinguido com a Medalha de Prata no 7.º Concurso de Vinhos da Beira Interior organizado pelo NERGA-Núcleo Empresarial da Região da Guarda. Os vinhos premiados do ano 2014 foram conhecidos no passado dia 28 de Junho num jantar de gala no Picadeiro d’El Rey em Almeida. Aqui fica o destaque para a qualidade dos vinhos oficiais da Confraria do Bucho Raiano produzidos pelo empresário Manuel Gouveia de Sortelha.

Vinho Branco 2014 da Adega 2.5 - Capeia Arraiana

Vinho Branco 2014 da Adega 2.5

Com a finalidade de promover a qualidade dos vinhos da região da Beira Interior, a Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, o NERGA – Associação Empresarial da Região da Guarda e o NERCAB – Associação Empresarial de Castelo Branco organizaram pelo sétimo ano consecutivo, o concurso de vinhos da Beira Interior. A edição de 2014 contou com a participação de 72 vinhos (46 tintos, 20 brancos, 4 espumantes e 2 rosés), apresentados à competição por mais de 25 produtores da região.
O concurso teve dois dias de provas e o júri, composto por enólogos, escanções, membros das câmaras de provadores e representantes de outras comissões vitivinícolas, foi presidido por Aníbal Coutinho, prestigiado crítico de vinhos e autor de diversos livros publicados nesta área, a quem coube a tarefa de coordenar este prestigiado concurso.

Enólogo da Adega 2.5 eleito Personalidade do Ano na Polónia
Anselmo Mendes, enólogo da Adega 2.5 (Vinhos de Belmonte), produtor e um dos nomes de referência na internacionalização dos vinhos portugueses, foi distinguido na Polónia com o prémio Personalidade do Ano 2014, pela revista Magazyn Wino, uma das mais prestigiadas publicações polacas para o sector do vinho.
Para além do novo reconhecimento internacional, o prémio traduz o impacto que os vinhos verdes de Anselmo Mendes conquistam no mercado polaco.
A Magazin Wino promoveu também um concurso em que avaliou 400 vinhos de 30 produtores distintos e Anselmo Mendes foi novamente distinguido com uma Medalha de Prata para o seu Muros Antigos Alvarinho 2013, na categoria para Melhor Vinho Branco até 24 euros.
Para a crítica internacional, os vinhos de Anselmo Mendes atingiram níveis de excelência e de consistência qe o colocam “entre os melhores enólogos portugueses” (Parker’s Wine Buyer’s Guide), ou que o tornam “uma das referências mundiais na produção de vinho verde” (Wine Enthusiast). Robert Parker, reconhecido como o melhor crítico de vinhos do Mundo, definiu Anselmo Mendes como “produtor de excelência” e atribuiu ao seu Parcela Única Alvarinho a nota mais alta já registada por um Alvarinho.
Em Portugal, Anselmo Mendes foi eleito pelo Expresso, em 2012, uma das 100 personalidades mais influentes do País. Em 1998, a Revista de Vinhos destacou-o como enólogo do ano e, em 2011, como Produtor do Ano.

Enólogo Anselmo Mendes - Vinhos 2.5 - Capeia Arraiana

Enólogo Anselmo Mendes – Adega Vinhos 2.5 (foto: D.R.)

Vinho Rufete 2.5 na mesa das comemorações do 10 de Junho na Guarda
Recorde-se que o vinho 2.5 Rufete Vinhas Velhas 2011, pontuado com 90 pontos pelo crítico Aníbal Coutinho, foi o vinho tinto seleccionado pelo Palácio de Belém para o Jantar de Gala das comemorações do 10 de Junho, na Guarda.
jcl (com NERGA e Adega 2.5)

Deixar uma resposta