Natália Bispo – a guardiã da Casa do Castelo

Hoje destacamos... - © Capeia Arraiana (orelha)

Em tempo de Festas Natalícias o Capeia Arraiana solidariza-se com o momento de saúde extremamente doloroso de Natália Bispo, a Talinha para muitos dos seus amigos e conhecidos. Aqui deixamos emocionados desejos de rápidas melhoras para a «Guardiã da Casa do Castelo». Faltam-nos palavras e sobejam-nos lembranças e memórias do muito e muito que tem feito pela divulgação das gentes e das terras do Sabugal a grande sabugalense Natália Bispo. Força, coragem e fé querida amiga!

José Carlos Lages - Natália Bispo - Paulo Leitão Batista - Capeia Arraiana

Natália Bispo com os responsáveis pelo CapeiaArraiana.pt

jcl e plb

11 Responses to Natália Bispo – a guardiã da Casa do Castelo

  1. Muito me solidarizo com as palavras sobre a Natália. Creio que só tem Amigos de tal modo é uma simpatia e Amiga de todos.
    .

  2. Alberto M L Pachê diz:

    É com muita mágoa que acompanhamos o grave estado de saúde da amiga Talinha.rápidas melhoras.

  3. Adérito Tavares diz:

    Associo-me aos meus caros amigos José Carlos Lages e Paulo Leitão Batista nas justíssimas palavras de gratidão e amizade pela indefectível e persistente sabugalense que é Natália Bispo, fazendo votos para que os problemas de saúde sejam rapidamente ultrapassados, com a mesma coragem com que tem enfrentado muitos outros. “Alma até Almeida”.
    Adérito Tavares

  4. João Duarte diz:

    As melhoras é o que desejo

  5. Guta Moreira diz:

    Com muita pena, esta guerreira estar a passar por um momento doloroso… Mas Deus é grande… Beijinhos e rápidas melhoras !!

  6. Maria dos Anjos Paulo diz:

    Solidarizo-me com todas estas palavras de gratidão e amizade e desejo que a Talinha tenha muita força e coragem para vencer este momento tao difícil. Rápidas melhoras.

  7. Osvaldo diz:

    Conheci a Talinha já lá vão alguns anos, na Casa do Castelo, no Sabugal. Depois das apresentações, a Talinha com um entusiasmo impressionante, começou a me descrever todas as belezas, riquezas culturais e históricas, assim como a alegria das gentes sabugalenses. Pude verificar em poucos minutos, a grande Embaixatriz que era da sua terra e a todos os visitantes que entravam na Casa do Castelo, ela repetia com o mesmo entusiasmo, orgulho e simpatia o valor das ricas tradições do Sabugal e da Beira Interior. Com o passar dos anos, fomentou-se entre a Natália, a minha esposa e eu uma grande amizade e era para nós uma obrigatoriedade passarmos na sua e nossa Casa do Castelo pelo menos uma vêz por ano e em especial em Setembro no dia do seu aniversário. A alegria com que nos recebia era impressionante pela alegria que irradiava e nessa casa acabamos por conhecer outros amigos em que a amizade perdura. A candura da amizade que ela nos transmitia, fêz com que nós decidissemos adoptar o Sabugal como nossa terra também ao ponto de levarmos connosco outros amigos para conhecerem a Natália e o seu Sabugal amado. Sei quanto sofreu ao ter de encerrar, por motivos mesquinhas a Casa do Castelo, mas quero deixar aqui claro que em lugar nenhum dessa lindíssima cidade do Sabugal o turista será tão bem recebido e informado como na Casa do Castelo, verdadeiro, quer queiram quer não queiram, Ofício de Turismo de toda a região. Hoje, todos os amigos da Talinha têm dado uma resposta à altura aos que nada fizeram para o bem do Sabugal e que, na falta de competências para fazer melhor, preferiram aniquilar quem tanto deu de si, com muito amor e ternura para o desenvolvimento turístico da sua terra.
    Como eu gostaria que todas as vilas e cidades do nosso Portugal, tivessem uma Talinha para que com a mesma alegria e simpatia transmitissem aos visitantes que ao visitarem o Sabugal, estavam em casa,… e acreditem, que era assim que nós, forasteiros, nos sentiamos.
    Obrigado Natália por te termos conhecido, obrigado Talinha por tanta amizade com que nos brindaste, parabéns Sabugal por teres como filha da terra esta maravilhosa Senhora.
    Talinha,… volta, porque os teus amigos precisam de ti,… e o Sabugal te chama.

    Os teus amigos:
    Osvaldo e Ana

  8. Fernando Amaral diz:

    D. Natália Bispo, estimo as suas rápidas melhoras e que em breve a torne a ver na sua Casa do Castelo

  9. Julio Nabeiro diz:

    Talinha, sabes como eu sou, homem de poucas palavras, mas subscrevo tudo quanto ja foi dito aqui… és uma guerreira, como aqui já foi dito por alguém… Como se diz aqui na minha terra (Angola, embora originário da raia), estamos Juntos. Minha querida amiga, eu preciso de notícias do Sabugal e do Concelho e tu sabes dá-las… Fica com Deus… (sabes Deus é grande e para Ele, nada é impossivel) Beijinhos.

  10. António Alves Fernandes diz:

    Uma grande SENHORA, que há anos conheci, uma MULHER com um M Grande, uma defensora da cultura, do património, da nossa Região Sabugalense. Do coração desejo-lhe tudo de bom, principalmente a recuperação da sua saúde. Um grande abraço fraterno.

Deixar uma resposta